Professora do curso de Medicina da Unicap realiza pesquisa sobre efeitos neurológicos da Covid-19 - Unicap

Título Notícias

null Professora do curso de Medicina da Unicap realiza pesquisa sobre efeitos neurológicos da Covid-19

Publicado Por: André Amorim

A Covid-19, infecção respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, é uma doença altamente transmissível e que no dia 11 de março de 2020 foi classificada como pandemia global pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Embora, inicialmente, acreditava-se que os efeitos da doença fossem limitados a órgãos do sistema respiratório, pesquisadores de todo o mundo logo começaram a investigar a associação da infecção com outros problemas de saúde. Os resultados de diversos estudos científicos mostram, hoje, que a Covid-19 é capaz de impactar de forma significativa diversos órgãos do corpo.

No Brasil, um estudo coordenado pela professora da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e pesquisadora em saúde pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Dra. Cristiane Bresani, investiga se o contato com o novo coronavírus, independentemente de o paciente ter tido Covid-19 de forma sintomática ou não, pode estar associado ao aumento do risco de acidentes vasculares cerebrais (AVC).

"O diferencial dessa pesquisa é investigar o papel do vírus em si e não da doença crítica, grave, no desenvolvimento de um AVC. Por isso focamos em incluir pacientes de centros de neurologia que tivessem um atendimento de AVC agudo. Nosso foco não foi o paciente com Covid-19, porque a pergunta se a síndrome clínica grave predispõe ao AVC já está respondida na literatura. Sabe-se que pacientes com a Covid-19, especialmente os que ficam graves em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), têm a predisposição a complicar com AVC, principalmente pacientes que já têm fatores de risco de base, idosos, hipertensão, diabetes e obesidade", explica a pesquisadora Cristiane Bresani.

A pesquisa "NeuroCOVID: associação entre AVC e o novo coronavírus" conta com a participação de pesquisadores e dados de 11 centros de neurologia distribuídos nos estados de Pernambuco, Sergipe, Paraíba, Pará, São Paulo, Santa Catarina e também no Distrito Federal. Iniciada em 2020, a pesquisa enfrentou diversos desafios por conta das medidas de restrição sanitária impostas pela situação de pandemia no Brasil. "Nós começamos a desenvolver o protocolo de pesquisa, o que foi bastante difícil de implementar porque foi quando havia restrição de mobilidade, inclusive aérea. De forma muito nova e desafiadora, eu tive que fazer a capacitação de todas as equipe de forma remota, o que seria algo impensável antes da pandemia, visto que em pesquisa clínica as capacitações são presenciais", relata Cristiane Bresani.

O projeto, o primeiro que Cristiane Bresani submeteu como pesquisadora a um edital da Fiocruz, está orçado em R$ 1 milhão e conta com auxílio financeiro da Universidade de Liverpool, por meio do médico e pesquisador Tom Solomon. "O recurso não era suficiente para pagar uma equipe grande em cada serviço. Foi preciso fazer uma colaboração com o Laboratório Central (Lacen) de cada local para que a gente não precisasse realizar a transferência de amostras para Recife", detalha a pesquisadora. 

A coleta de dados foi iniciada em dezembro de 2020, no Hospital da Restauração, no Recife, com a colaboração da neurologista, Maria Lúcia Brito Ferreira, e envolve dados de dois mil pacientes. "A metade com AVC e a outra parte internada por outras causas clínicas, que vão formar dois grupos. Vamos comparar se o grupo que internou-se por AVC no período analisado teve contato mais frequente com o vírus que o grupo que internou-se por outras causas", explica Bresani.

A pesquisa também pretende responder a outras perguntas como, por exemplo, a interação do vírus com a barreira hematoencefálica, uma interface que limita e regula a troca de substâncias entre o sangue e o sistema nervoso central. A expertise sobre este tema é da subcoordenadora do projeto, a biomédica Dra. Clarice Neuenschwander, que também é pesquisadora da Fiocruz.

Estudantes da Unicap na pesquisa

O projeto de pesquisa "Neurocovid: associação entre AVC e o novo coronavírus" também conta com a participação de estudantes da Unicap. Rhuann Pontes, do 6º período do curso de Medicina, está entre os participantes. "Comecei a ser orientado pela professora Cristiane Bresani ainda no final de 2020 e em 2021 demos os primeiros passos na minha contribuição com o estudo. Participei desde o trabalho remoto até a coleta de dados no Hospital da Restauração", conta o estudante.

A motivação para participar da pesquisa surgiu depois que o estudante assistiu a uma palestra online com a participação da pesquisadora da Fiocruz. "Rhuann mandou um email porque viu uma aula que eu fiz junto com um professor de outro país e que também tinha interesse em AVC e Covid-19. Ele ficou super interessado, mandou uma mensagem e, então, ele começou a se engajar na pesquisa", revela a professora.

Neste ano, a professora Cristiane Bresani institucionalizou o projeto na Unicap e, além de Rhuann, outros três estudantes submeteram projetos ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) da Unicap.

Curso na Universidade de Liverpool

A colaboração da Universidade de Liverpool possibilitou que, em junho deste ano, a professora Cristiane Bresani e o estudante Rhuann Pontes participassem do curso de doenças neuroinfecciosas (Neuro ID Couse) promovido anualmente pelo professor britânico Tom Solomon, em Liverpool, na Inglaterra. O encontro reúne médicos e estudantes de medicina de todo o Reino Unido e também profissionais de outros países que pesquisam a temática. 

"O curso durou dois dias e na outra semana visitamos o Hospital Nacional de Neurologia e Neurocirurgia da Queen Square. Acho que o maior aprendizado que trago dessa experiência é como nós estudantes de medicina e futuros médicos teremos poder de transformar vidas com a discussão e o investimento em pesquisa científica, sendo um legado para nossa vida profissional, porque com ela conseguiremos pensar criticamente", conta o estudante da Unicap.

Rhuann foi um dos contemplados com uma bolsa oferecida para cinco estudantes de países de baixa renda. Além disso, ele também submeteu um caso clínico de neuroinfecção que foi selecionado para apresentação oral durante o evento. "O principal ponto que percebi durante o curso foi a necessidade da base do conhecimento clínico das doenças para um melhor entendimento das discussões que foram geradas, o que eu possuía devido ao conhecimento já oferecido pela grade curricular da Unicap. É importante que seja fomentado na universidade o estímulo e financiamento de pesquisas, para que mais estudantes interessados consigam ter oportunidades como essa", finaliza o estudante. 

Essa não é a primeira experiência internacional de Rhuann em eventos que reúnem a comunidade científica. Em março deste ano, ele apresentou um trabalho, também após ganhar uma bolsa, no Congresso Mundial de Neurocirurgia, em Bogotá, na Colômbia. Foram dois trabalhos desenvolvidos online em parceria com um orientador da Universidade de São Paulo (USP).

Visualizações:
838
Compartilhar

Aplicações Aninhadas

Expediente - Coluna 1

EXPEDIENTE

EDIÇÃO:
Paula Losada (1.652 DRT/PE)
Daniel França (3.1120 DRT/PE)
Dell Souza (6.869 DRT/PE)
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

SECRETARIA:
Dora Santana

PRODUÇÃO DE VÍDEO:
Luca Pacheco

Expediente - Coluna 2

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO:
Nildo Ferreira (2.052 DRT/PE)

DESIGNER:
Java Araújo

WEB DESIGNER E REDES SOCIAIS:
Kiko Secchim, SJ
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

Expediente - Coluna 3

REDAÇÃO E FOTOGRAFIA:
Carla Siqueira,
Júlia Farias,
Luíz Antonio Cardoso.
(estagiários)

CONTATO:
Rua do Príncipe, 526,
Bloco R, sala 117,
Boa Vista, Recife-PE.
Cep: 50050-900.
Telefone: (81) 2119.4010.
E-mail: assecom@unicap.br

Título Notícias Acontece na Unicap

Publicador de Conteúdos e Mídias

1_7u3a0047-21503689.jpg

JC: Universidade para quem tem mais de 50 anos: Unicap oferece graduação diferenciada

O programa Unicap 50 é uma oportunidade para quem quer voltar a estudar. As formações são nos cursos e atividades de Extensão, graduação, MBA, mestrado e até...

O programa Unicap 50 é uma oportunidade para quem quer voltar a estudar. As formações são nos cursos e atividades de...

planning-gd164dc47d_1920 (1).jpg

Confira a programação do LACLIFEPE para o segundo semestre de 2022

O LACLIFEPE disponibiliza seu cronograma de reuniões para 2022.2. São conferências, palestras, apresentação de segmentos de tese, jornada, defesas, dentre...

O LACLIFEPE disponibiliza seu cronograma de reuniões para 2022.2. São conferências, palestras, apresentação de...

Eucaristia-como-sinal-de-reconciliação.gif

1º Colóquio Internacional de Liturgia e 26ª Semana Teológica da UNICAP

20 a 22 de setembro de 2022 APRESENTAÇÃO   O curso de Teologia da UNICAP, juntamente com o Instituto Humanitas, o Programa de Pós-graduação de...

20 a 22 de setembro de 2022 APRESENTAÇÃO   O curso de Teologia da UNICAP, juntamente com o Instituto...

unnamed.jpg

Doação de Sangue na Unicap

23 de agosto de 2022 8h30 às 12h e das 13h às 16h Salão Receptivo - 1º andar do Bloco G

23 de agosto de 2022 8h30 às 12h e das 13h às 16h Salão Receptivo - 1º andar do Bloco G