Institucional

Nascida no coração da Igreja no centro do Recife, a Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, teve início com a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Manoel da Nóbrega, em 18 de abril de 1943, e sua formalização como universidade se deu em 27 de setembro de 1951, a partir da agregação de unidades preexistentes. Uma tão modesta origem, não impediu seu crescimento.
A Universidade Católica de Pernambuco não nasceu de um decreto governamental: ela é fruto de um projeto educativo da Igreja e da Companhia de Jesus que entusiasmou os que a sonharam outrora, conduziram-na durante sete décadas e a compõem atualmente.

Biblioteca Central

A Biblioteca Central Pe. Aloísio Mosca de Carvalho, S.J. tem como objetivo básico proporcionar suporte informacional às atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Possui, cerca de, 15.000 usuários inscritos, entre alunos de graduação, pós-graduação, professores e pessoal técnico-administrativo e ex-alunos.

Atende, aproximadamente, a 400.000 consultas/ano ao acervo da Biblioteca e realiza mais de 700.000 empréstimos domiciliares/ano e tem uma freqüência média de 3.500 leitores/dia.

Instituto Humanitas

O Instituto Humanitas foi fundado em setembro de 2001, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), em São Leopoldo, RS. Inspirado na frase pintada nas paredes do teatro Odéon, em maio de 1968: arrisca teus passos por caminhos pelos quais ninguém passou; arrisca tua cabeça pensando o que ninguém pensou”, o IHU, desde a sua origem, tem procurado olhar com realismo e rigor a sociedade em que vivemos, buscando, com audácia e criatividade, novos caminhos e possibilidades de mudança.
O IHU nasce  em terras nordestinas. A Unicap, uma universidade igualmente jesuíta, fortalecendo laços de “parcerias operacionais” com a universidade irmã, criou em 2010, o Instituto Humanitas Unicap (IHU).

O Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife é um espaço de extensão acadêmica que busca articular conteúdos e atividades, presenciais e na internet, com o objetivo de analisar os fatos relacionados com os encontros e desencontros entre as religiões na região, procurando promover o diálogo intercultural e inter-religioso.
Inaugurado em 03 de abril de 1987, o Museu de Arqueologia e Ciências Naturais da Unicap, com sua exposição "Um cemitério Indígena de 2.000 anos", surgiu com o intuito de divulgar a Pré-História de Pernambuco, vinda dos achados arqueológicos da professora Jeannette Maria Dias de Lima no Município Brejo da Madre de Deus em Pernambuco nas décadas de 1980 e 1990 .

A Cátedra Unesco/Unicap Dom Helder Câmara de Direitos Humanos foi criada em 31 de janeiro de 2018. É um resultado de uma parceria entre a Universidade Católica de Pernambuco e a Unesco, inspirada num desejo antigo de Dom Helder Camara de que a Unicap tivesse uma disciplina dedicada à justiça e aos direitos humanos. A Cátedra é um importante núcleo de estudo sobre a justiça nos seus mais variados aspectos.

O Centro de Pesquisa e Documentação José Combli tem por objetivo reunir pesquisadores e interessados na obra de Comblin, visando ao avanço e à reflexão de seu pensamento de maneira crítica. A partir da perspectiva ecumênica, o Centro Comblin quer se constituir como espaço de integração daqueles que desejam fazer memória e aprofundar sua reflexão teológica
 Fundação Antônio dos Santos Abranches – FASA – é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo básico o desenvolvimento da educação, assistência social e cultura através de trabalhos e incentivos no campo tecnológico-educacional, das pesquisas científicas e técnicas.
A Universidade Católica de Pernambuco lançou a primeira Cátedra Laudato Si do Brasil. A ação pioneira aconteceu durante a programação da VII Semana Socioambiental da Unicap e também fez parte das comemorações dos 77 anos da instituição jesuíta.