Administração - Bacharelado

Reconhecimento : Decreto nº 78.265, de 17.08.1976 - Renovado pela Portaria nº 210, de 25 de junho de 2020

Grau:

Bacharelado

Carga Horária:

3.000 horas

Turnos Oferecido:

Manhã e Noite

Coordenação: Prof. Charles Andrade e-mail: charles.andrade@unicap.br

Secretaria do curso: Bloco G – 5º andar – fone: (81) 2119-4173

1. Objetivo do Curso

O Curso de Administração de Empresas objetiva ”a formação de Bacharéis em Administração, em nível de excelência, capacitando-os a exercerem as funções de Administrador de Empresas, como gestor, consultor ou autônomo, numa perspectiva técnico-científica, ética, humanística e cristã, tendo por base a construção de conhecimentos, competências e habilidades, a partir de atividades indissociáveis de ensino, pesquisa e extensão”.

Reconhecimento: Decreto nº 78.265, de 17.08.1976. Publicação: DOU, 18.08.1976 
Renovado pela Portaria nº 210, de 25 de junho de 2020

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Lei nº 10.861, 14.04.2004)

Duração do curso: 8 períodos, mínimo; 14 períodos, máximo

Créditos: 190 créditos obrigatórios e eletivos

Conceitos: 1 a 2: Situação ou desempenho fracos, 3: Suficiente, 4 a 5: Situação ou desempenho fortes.

Perfil Profissional

O perfil profissional do egresso do Curso de Administração caracteriza-se pela competência para atuar na gestão organizacional e demais atividades afins da profissão do Administrador; formação humanística e ética geral e profissional baseada nos valores de responsabilidade e justiça social; formação técnica e criativa para o empreendedorismo e para a gestão de micro e pequenas empresas; formação multidisciplinar, senso crítico e visão sistêmica.

Mercado de Trabalho

Crescimento econômico e desenvolvimento social dependem de gestões eficazes em empresas públicas, privadas e do Terceiro Setor. É esse o campo de atuação dos profissionais da Administração. O mercado de trabalho do administrador é amplo e diversificado, possibilitando-o a atuar como executivos do nível estratégico ou de nível gerencial em empresas e instituições públicas, em funções específicas, tais como: finanças, operações, logística, recursos humanos, marketing, comércio exterior, gerência de projetos e sistemas de informação. Após a graduação, dentro do conceito da educação continuada , abrem-se outras perspectivas de campos de atuação para o Administrador, a partir de cursos de pós-graduação: especialização/MBA’s (Administração Hospitalar, Comércio Exterior, Sistemas de Informação, Logística, Finanças, Marketing, e outros mais), mestrados e doutorados (ensino superior e pesquisa), alguns dos quais oferecidos pela Católica.

Atividades Complementares

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do estudante, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Quando são efetivadas de acordo com as diretrizes da UNICAP, aprovadas pela Resolução CONSEPE/UNICAP nº 009/2005 de 06.05.2005, e promovem a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades, verificados por meio de avaliação, serão validadas academicamente pela UNICAP, mesmo se realizadas em situações de aprendizagem fora da Universidade, desde que vinculadas ao mundo do trabalho e à prática social.

Atividades Complementares podem incluir projetos de pesquisa, monitoria, iniciação científica, projetos de extensão, módulos temáticos, mini-cursos, seminários, simpósios, congressos, conferências, cursos de idiomas e de informática.

Programas de Extensão

A extensão é entendida como prática acadêmica que aproxima a Universidade, nas suas atividades de ensino e pesquisa, às demandas da sociedade na qual ela está inserida, possibilitando, assim, a formação do profissional cidadão e caracterizando o ambiente universitário como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para superação das desigualdades sociais existentes. Dentre os programas de Extensão desenvolvidos, destacam-se:

  • Cursos, Conferências, Seminários
  • Atividades Artístico-Culturais
  • Atividades Desportivas
  • Assistência à Saúde
  • Assistência Espiritual e Religiosa
  • Assistência Estudantil
  • Assistência Social
  • Assistência Jurídica Gratuita
  • Assistência Psicológica e Fonoaudiológica
  • Apoio aos Movimentos Populares
  • Unicap para a 3ª Idade
  • Projeto Horizonte

Iniciação Científica

O Programa Institucional de Base de Iniciação Científica – PIBIC/UNICAP foi implantado em 1998. Desde então, têm-se realizado as Jornadas de Iniciação Científica e a Mostra de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão, mobilizando as comunidades interna e externa. A partir de 2003, tais eventos foram reunidos e fazem parte da Semana de Integração Universidade-Sociedade. O PIBIC/UNICAP conta com 330 bolsas da própria instituição, nos moldes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), 30 bolsas do PIBIC/CNPq e 12 bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) por demanda espontânea.

Intercâmbio Estudantil

O Programa de Intercâmbio Estudantil oferecido pela UNICAP visa a propiciar aos alunos uma experiência acadêmica, durante um ou dois semestres, numa IES nacional ou internacional, através de convênios de cooperação mútua educacional. Esse Programa tem sua origem nas diretrizes da AUSJAL – Associação de Universidades confiadas à Companhia de Jesus na América Latina, que propõe a integração dos estudantes de IES jesuítas latino-americanas, como modalidade para complementar sua formação. Por outro lado, a UNICAP recebe estudantes estrangeiros das IES conveniadas que desejem realizar estudos de graduação por um ou dois semestres.

Processos de Avaliação

Acompanhamento e avaliação do Projeto Pedagógico do curso:

Avaliação Institucional

a UNICAP está realizando a auto-avaliação conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

Avaliação do Aluno

a avaliação é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem do aluno e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo o objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos alunos.

Regime de Aprovação

O regime de aprovação em cada disciplina obedece ao Regimento da UNICAP.


  • Empresa UNICAP Júnior: A Empresa UNICAP Júnior desenvolve projetos e presta serviços de consultoria às micro, pequenas e grandes empresas, bem como às organizações não-governamentais. Favorece oportunidades de aprendizado, convênios e extensão para a integração com o mercado, programas especiais de treinamento, incentivo à participação em programas de pesquisa e monitoria, grupos de discussão com direcionamento para o perfil de formação especificado pelo aluno.

Além desse núcleo, o curso de Administração tem a sua disposição os laboratórios de multimeios e de informática localizados no Núcleo de Informática e Computação e na Biblioteca Central, onde professores e alunos utilizam softwares específicos, jogos de empresas (simuladores gerenciais) e outros recursos da informática, como atividades de apoio de ensino e pesquisa.



Estágio Curricular

O Estágio Curricular do Curso de Administração contempla dois tipos específicos: o Estágio Curricular Obrigatório e o Estágio Curricular Não-Obrigatório. 

O Estágio Curricular Obrigatório será realizado de acordo com a legislação em vigor, os atos baixados pelo CONSEPE e pela administração superior da UNICAP, obedecerá às Diretrizes Curriculares específicas e será objeto de respectivo Regulamento (anexo ao PPC de Administração), devendo ser desenvolvido em empresas concedentes de estágio, segundo Termo de Compromisso de Estágio - TCE. As atividades desenvolvidas pelo aluno no campo de estágio serão objeto de orientação acadêmica de seu Professor-orientador das disciplinas de Estágio e de acompanhamento direto de Supervisor da empresa concedente do estágio. A carga horária total deverá ser cumprida em duas disciplinas: ADM1811 – Estágio Supervisionado I e ADM1812 – Estágio Supervisionado II, cada uma com 225 horas, oferecidas nos dois últimos períodos do Curso.

Em cada uma das disciplinas de Estágio Curricular Obrigatório o aluno deverá elaborar dois trabalhos, sob a orientação acadêmica do Professor-orientador de sua turma: o Relatório Descritivo do Estágio (com informações gerais sobre a empresa concedente do estágio, seu negócio, sua estrutura organizacional, análise SWOT e as atividades desenvolvidas pelo aluno ao longo do seu estágio) e um Trabalho de Monografia (pesquisa) sobre problemas identificados na empresa concedente do estágio. 

O Estágio Curricular Não-Obrigatório será considerado como uma atividade opcional do aluno, cuja carga horária será acrescida à carga horária regular do curso, porém não computada para a integralização da carga horária total obrigatória do seu currículo. Ao final de cada semestre letivo, o aluno deverá providenciar dois relatórios: o Relatório de Avaliação do Estágio (elaborado e avaliado pela empresa concedente do estágio) e o Relatório das Atividades do Estagiário (elaborado e avaliado pelo próprio aluno). Uma via de cada um deste dois relatórios deve ser entregue à CGES/Cogest, à empresa concedente do estágio, à Coordenação de Estágio do Curso de Administração e ao próprio aluno. O acompanhamento acadêmico do estágio curricular não obrigatório será desenvolvido pelo Coordenador de Estágio do Curso de Administração.