Instituto Arqueológico Pernambucano comemorou 161 anos com palestra do professor Flávio Cabral - Unicap

Título Notícias

null Instituto Arqueológico Pernambucano comemorou 161 anos com palestra do professor Flávio Cabral

Publicado Por: Daniel França

Com informações da Assessoria de Comunicação do IAHGP | Fotos: Keila Castro

O professor da Licenciatura em História, Flávio Cabral, foi o convidado especial das comemorações dos 161 anos do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano (IAHGP). A celebração aconteceu na última segunda-feira (30), na sede do Instituto, no bairro da Boa Vista e contou com a presença do Reitor da Unicap, Padre Pedro Rubens, que fez parte da mesa de honra.

Na ocasião, Flávio proferiu uma palestra sobre três momentos históricos de Pernambuco que marcaram o país: a Restauração Pernambucana de 1654; a Confederação do Equador de 1824; e a fundação do próprio IAHGP, o segundo instituto desse tipo mais antigo do Brasil.

A Restauração Pernambucana marcou a expulsão dos holandeses e o retorno ao domínio da Coroa Portuguesa o que, na época e durante muito tempo, foi motivo de orgulho dos pernambucanos. De acordo com Flávio, a celebração lembrava os moldes do atual 7 de Setembro. “Havia desfile de tropa, descarga de armas. Era um dia bem festivo comemorado em Olinda”, explicou ele acrescentando que a tradição permaneceu assim nos séculos XVII e XVIII acabando no XIX.   

As tradições libertárias de Pernambuco ganharam novo impulso com a Confederação do Equador, que está prestes do bicentenário. O episódio foi marcado pela oposição de lideranças locais a Dom Pedro I. “Pernambuco não aceitava a imposição do Imperador em escolher o presidente da então província, o que gerou várias rebeliões e conflitos. Vários líderes foram presos e mortos, a exemplo de Frei Caneca”. Como punição, Pernambuco perdeu território que seguia da região onde hoje é Petrolina até Minas Gerais, que acabou ficando com a Bahia.

Outro ponto da palestra foi a fundação do IAHGP, em 1862. “Após a sua fundação, o IAHGP retoma a valorização e a memória da Restauração Pernambucana, momento histórico que por muito tempo foi esquecido”, reforçou Cabral.

O Instituto - Fundado em 28 de janeiro de 1862, o IAHGP já esteve sob o comando de diversos gestores e, atualmente, a presidente Margarida Cantarelli atua na missão de preservar a instituição, fomentar ações de preservação da história do Estado e apoiar novos pesquisadores com a manutenção do valioso acervo que se encontra na sede do Instituto. “O IAHGP é uma instituição da sociedade civil que atua como guardiã da história, dos valores e dos ideais de liberdade que forjaram a nossa trajetória e precisam ser transmitidos às gerações vindouras para a construção do futuro”, reforça Cantarelli.

Para o novo ano, a gestão pretende, entre outras ações, desenvolver um projeto chamado ‘História do Século XX’, resgatando acervos e documentos da história de Pernambuco no século passado. É o caso, por exemplo, da Revolução de 1930 e da construção do Porto de Suape. “Eu vou me empenhar muito neste projeto. Não podemos deixar a história recente se perder e temos conhecimento de um grande acervo deste período sob a guarda de famílias que pode ser compartilhado. Acredito no aproveitamento extremamente positivo que podemos fazer da tecnologia, através do intercâmbio de dados entre os acervos das instituições, facilitando o acesso de estudantes, pesquisadores e da população como um todo”, finaliza.

Durante o evento, foram empossados dois novos associados correspondentes - José Theodoro Mascarenhas Menck e José Joaquim da Silva Neto -, e também um novo associado honorário, Roger Falcão Chacon. Todos são personalidades que atuam em associações culturais ligadas à história e ao patrimônio histórico.

Durante mais de um século, o IAHGP atuou como arquivo público e foi o centro produtor de conhecimento histórico mais importante do Estado, possuindo uma revista que circula desde 1863. Ele abriga também o museu mais antigo do Brasil em funcionamento. O patrimônio do IAHGP é dividido em três grandes áreas: museológica, documental e bibliográfica hemeroteca.

 O museu encontra-se aberto para a visitação pública de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 16h e, aos sábados, das 8h às 12h. Os ingressos custam R$2,00. Grupos escolares devem fazer agendamento prévio. Pesquisadores e estudantes podem ter acesso a diversos documentos históricos do Estado com atendimento presencial exclusivamente aos sábados ou consultas através do e-mail arqueologico@iahgp.org.

Visualizações:
167
Compartilhar

Aplicações Aninhadas

Expediente - Coluna 1

EXPEDIENTE

EDIÇÃO:
Paula Losada (1.652 DRT/PE)
Daniel França (3.1120 DRT/PE)
Dell Souza (6.869 DRT/PE)
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

SECRETARIA:
Dora Santana

PRODUÇÃO DE VÍDEO:
Luca Pacheco

Expediente - Coluna 2

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO:
Nildo Ferreira (2.052 DRT/PE)

DESIGNER:
Java Araújo

WEB DESIGNER E REDES SOCIAIS:
Kiko Secchim, SJ
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

Expediente - Coluna 3

REDAÇÃO E FOTOGRAFIA:
Carla Siqueira,
Júlia Farias,
Luíz Antonio Cardoso.
(estagiários)

CONTATO:
Rua do Príncipe, 526,
Bloco R, sala 117,
Boa Vista, Recife-PE.
Cep: 50050-900.
Telefone: (81) 2119.4010.
E-mail: assecom@unicap.br

Título Notícias Acontece na Unicap

Publicador de Conteúdos e Mídias

2023_TEOLOGIA - CORTADA.jpg

PPGTEO - Comunicado do Resultado da Seleção das Bolsas Jesuítas

O Programa de Pós-graduação em Teologia informa que devido a quantidade de documentação, que deverá ser analisada, o resultado da seleção para Bolsas deverá...

O Programa de Pós-graduação em Teologia informa que devido a quantidade de documentação, que deverá ser analisada, o...

WhatsApp Image 2023-03-21 at 11.28.53 (1).jpeg

Dia Internacional da Síndrome de Down

Hoje (21), que se celebra o Dia Internacional da Síndrome de Down, teve uma manhã de muita diversão para os(as) jovens participantes do curso de...

Hoje (21), que se celebra o Dia Internacional da Síndrome de Down, teve uma manhã de muita diversão para os(as)...

unnamed.jpg

Cine Unicap apresenta Madame Satã

Madame Satã, lançado em 2002, é o longa de estreia de Karim Aïnouz (1966), cineasta brasileiro radicado nos Estados Unidos. O longa marca o lançamento no...

Madame Satã, lançado em 2002, é o longa de estreia de Karim Aïnouz (1966), cineasta brasileiro radicado nos Estados...

2023_ CIÊNCIAS DA LINGUAGEM - CORTADA.jpg

PPGCL - Edital de Bolsas - Resultado

O Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem informa os selecionados para Bolsas da CAPES/PROSUC. Resultado: (Clicar aqui) Obs.: Informamos que os...

O Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem informa os selecionados para Bolsas da CAPES/PROSUC. Resultado:...