Teologia - Bacharelado

Grau:

Bacharelado

Carga Horária:

3.305 horas

Turno Oferecido:

Tarde

Coordenador: Prof° Dr. Sérgio Douets Sezino

1. Objetivo

O curso de Bacharelado em Teologia da UNICAP tem, como objetivo geral,
prover uma sólida formação teológica direcionada à preparação de pessoas
qualificadas para o exercício profissional, seja em atividades pastorais
diretamente relacionadas com os ambientes eclesiais, seja em outras
atividades de assessoria a organizações da sociedade civil. Sendo sólida, essa
formação tem também a finalidade de despertar vocações para a vida
intelectual e a continuidade dos estudos em Programas de Pós-Graduação.

Duração do curso: 8 períodos, mínimo; 14 períodos, máximo

Créditos: 158 obrigatórios e eletivos

O curso tem ainda, como objetivos:

a) Aprofundar a inteligência da fé para que se possa dar as próprias razões de crer, no diálogo com a cultura, com as ciências e com outras formas de manifestação religiosa, visando à construção de uma sociedade ética, marcada pelos valores de fraternidade, justiça e paz.

b) Formar pessoas, com aguçado sendo crítico, que possam contribuir na animação de comunidades cristãs, na coordenação de trabalhos pastorais e com assessoria e consultoria teológica nos mais variados campos profissionais.

c) Promover o estudo da teologia em vista da qualificação de pessoas capazes de comunicar a fé de modo esclarecido e respeitoso da alteridade de seus interlocutores e que se interessem pela continuidade do estudo da tradição milenar da teologia em suas mais diversas expressões. d) Incentivar a formação especializada em Programas de Pós-Graduação lato e stricto sensu.

Perfil Profissional
O Bacharelado em Teologia da UNICAP propõe-se a formar pessoas capazes de integrar a vivência cristã com a atuação em espaços formativos, nos quais interaja o saber (conhecimento), o saber fazer (habilidade) e o saber ser (ética), além de preparar o futuro profissional para atuar em comunidades, coordenar pastorais e assessorar organizações da sociedade, bem como para prosseguir estudos superiores orientados para a pesquisa e o ensino.

O bacharelado em Teologia permite ao estudante adquirir competências necessárias para prosseguir a formação em nível de especialização, e pós-graduação na área de teologia, ciências da religião ou ciências humanas; assumir trabalhos de formação e coordenação de grupos eclesiais e organizações humanitárias.

O egresso, por meio da sua formação na UNICAP, terá os fundamentos necessários para ler a Escritura e a Tradição cristãs, atualizando os princípios teológicos aí contidos, na atitude de constante procura das razões de crer e de desenvolver a inteligência da fé. Isso se dá através de uma formação aperfeiçoada nas ciências bíblicas, nos estudos hermenêuticos e na História. Fazendo sua formação teológica em ambiente universitário, o egresso terá capacidade maior para abrir-se ao diálogo com as demais ciências e saberes.

O perfil do egresso do curso de Bacharelado em Teologia da UNICAP, portanto, tem as seguintes características:

-Fundamentação necessária para ler a Escritura e a Tradição cristã, atualizando os princípios teológicos aí contidos, na atitude de constante procura das razões de crer e de desenvolver a inteligência da fé e estabelecer as devidas correlações entre estes e as situações práticas da vida.

-Credenciamento para a pesquisa, apropriando-se da sistematização que a Igreja vem fazendo das razões da sua fé, para contribuir efetivamente no debate interdisciplinar e nas assessorias intra e extra eclesiais.

-Capacidade de colocar em narração a própria experiência de salvação e de libertação.

-Capacidade de ler e dialogar com a Tradição cristã, situando nesse diálogo a própria experiência religiosa.

-Capacidade de desenvolver a inteligência da fé de forma crítica, colocando perguntas e propondo soluções, articulando as várias áreas do conhecimento teológico, para elaborar modelos, analisar questões e interpretar dados em harmonia com o objeto teológico de seu estudo; 

- Capacidade de compreender a construção do fenômeno humano e religioso sob a ótica da contribuição teológica, considerando o ser humano em todas as suas dimensões, refletindo criticamente sobre os seus processos histórico-sociais e a sua relevância para a construção do sentido da vida;

-Capacidade de dialogar com os contemporâneos, numa sociedade multicultural, no coração da vida cultural e social da cidade, no centro dos desafios éticos atuais, como protagonista no campo da elaboração de valores, normas e modelos culturais.

Em síntese, o egresso terá o perfil de alguém capaz de testemunhar e comunicar a sua fé e, a partir do diálogo com seus contemporâneos, reconhecer a novidade produzida pelo Evangelho, na vida dos fiéis e na sociedade, discernindo, nesse contexto, os "sinais dos tempos" e repropondo, de forma crítica e interdisciplinar, o cristianismo.

Mercado de Trabalho
O profissional formado em Teologia pode atuar como assessor de instituições que trabalhem no campo da religião, como animador de comunidades, agente de pastoral, comunicador da fé, coordenador de grupos ou movimentos eclesiais, de acordo com o planejamento estratégico das diversas instituições, comunidades e movimentos eclesiais.
O campo de trabalho também está aberto para atividades muito variadas, tais como: assessoria em meios de comunicação (para jornalistas) e entidades de turismo, atividades no mercado editorial (publicações religiosas, livrarias), em torno da arte (arquitetura do sagrado, conservação de museus), professores de escolas que possuam o Ensino Religioso e ou a Pastoral Educacional, trabalho em meio hospitalar (acompanhante pastoral), assessoria em Igrejas e ONGs e consultoria de organismos culturais para o campo religioso.

Atividades Complementares

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos integrados de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do aluno, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

As Atividades Complementares integram o Projeto Pedagógico do curso de Teologia, considerados os seguintes critérios:

  1. constituem atividades acadêmicas distribuídas ao longo do curso e contemplam atividades de ensino, pesquisa e extensão;

  2. para efeito da integralização curricular, a realização das atividades complementares corresponde ao cumprimento de 200 horas de atividades;

  3. os princípios e a dinâmica de funcionamento das Atividades Complementares estão sujeitos às diretrizes gerais da UNICAP, conforme resolução do CONSEPE nº 009/2005, de 06.05.2005.

Em vista disso, o aluno do curso de Teologia fica comprometido a realizar: 

- 50% em atividades acadêmicas na Universidade (Palestras, Simpósios, Congressos, atividades comunitárias), o que corresponde a 100 horas;

- 50% em atividades externas em áreas afins (espaço educacional, pastoral ou vinculadas à prática da promoção social), o que corresponde a 100 horas;

Tais atividades devem ser efetivadas de acordo com as diretrizes da UNICAP e caberá à Coordenação do Curso de Teologia, após análise, encaminhá-las para a validação acadêmica.

Toda atividade complementar será comprovada através de declaração na qual venha expressa claramente qual atividade foi realizada, onde e quando foi realizada, qual sua duração em horas e quem é a pessoa que assina a declaração (nome e função).

Diversas atividades realizadas pelo curso de Teologia são computadas para efeito de integralização de horas de Atividades Complementares, tais como a Semana de Teologia, que é realizada anualmente, com a participação de professores das diversas áreas da Teologia do Brasil e do exterior e, nos últimos anos, as várias atividades promovidas pelos Programas de Mestrado e Doutorado em Ciências da Religião e o Mestrado em Teologia da UNICAP, que são abertas à participação de alunos da graduação

Merecem também destaque, na perspectiva interdisciplinar, as várias atividades oferecidas pela própria UNICAP, de modo especial, através do Instituto Humanitas-UNICAP (http://www.unicap.br/ihu/), tendo como ponto de partida os seis eixos temáticos com os quais trabalha: 1) Teologia, Ciência e Cultura; 2) Mercado, Pobreza e Desigualdades; 3) Ecologia, Desenvolvimento e Sociedade Sustentável; 4) Gênero, Diversidade e questão Étnico-racial; 5) Democracia, Sociedade e Políticas Públicas; 6) Espiritualidade Inaciana, Acompanhamento e Serviço da fé.

 

Programas de Extensão

A extensão é entendida como prática acadêmica que aproxima a Universidade, nas suas atividades de ensino e pesquisa, às demandas da sociedade na qual ela está inserida, possibilitando, assim, a formação do profissional cidadão e caracterizando o ambiente universitário como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para superação das desigualdades sociais existentes. Dentre os programas de Extensão desenvolvidos, destacam-se:

  • Cursos de extensão

  • Conferências, Seminários, Semana Teológica

  • Atividades Artístico-culturais

  • Assistência Espiritual e Religiosa

  • Trabalhos pastorais desenvolvidos nas paróquias

Iniciação Científica

No curso de Teologia há sempre professores que orientam bolsas de Iniciação Científica. O Programa Institucional de Base de Iniciação Científica – PIBIC/UNICAP foi implantado em 1998. Desde então, têm-se realizado as Jornada de Iniciação Científica e a Mostra de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão, mobilizando as comunidades interna e externa. A partir de 2003, tais eventos foram reunidos e fazem parte da Semana de Integração Universidade-Sociedade. O PIBIC/UNICAP conta com bolsas da própria instituição, nos moldes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), bolsas do PIBIC/CNPq e bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) por demanda espontânea

Intercâmbio Estudantil

O Programa de Intercâmbio Estudantil oferecido pela UNICAP visa a propiciar aos alunos uma experiência acadêmica, durante um ou dois semestres, numa IES nacional ou internacional, através de convênios de cooperação mútua educacional. Esse Programa tem sua origem nas diretrizes da AUSJAL – Associação de Universidades confiadas à Companhia de Jesus na América Latina, que propõe a integração dos estudantes de IES jesuítas latino-americanas, como modalidade complementar de sua formação. Por outro lado, a UNICAP recebe estudantes estrangeiros das IES conveniadas que desejem realizar estudos de graduação por um ou dois semestres.

O curso de Teologia da UNICAP é afiliado à Universidade Gregoriana de Roma (Itália), podendo o concluinte do curso, cumprindo os requisitos exigidos pela Universidade Gregoriana, solicitar o diploma canônico daquela instituição, com validade internacional.

Processos de Avaliação

O curso, através do seu Núcleo Docente Estruturante (NDE), realiza o acompanhamento e avaliação permanente do Projeto Pedagógico do Curso. No âmbito institucional, a UNICAP a auto avaliação, conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

Em relação ao corpo discente, a avaliação semestral realizada pelos alunos e alunas é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem dos discentes e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo o objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos docentes, discentes e coordenação do curso.


Laboratórios

O Curso de Teologia tem a sua disposição os laboratórios de multimeios e de informática localizados nos Centros, no Núcleo de Informática e Computação e na Biblioteca Central, além da capela, que também é utilizada como laboratório para disciplinas na área de sacramentos e liturgia.