Nutrição - Bacharelado

Autorização : CONSEPE PLENO Nº 034, 03 de outubro de 2019

Grau:

Bacharelado

Carga Horária:

3.200 horas

Turnos Oferecidos:

Manhã e Noite

Coord.: Profª Natália Carvalho Montenegro de Vasconcelos

1. Objetivo Geral

Formar nutricionistas competentes ao exercício profissional, com base em uma formação humanística, reflexiva, crítica, científica e alinhada com as realidades e demandas regionais.

Secretaria do curso: Bloco B – Térreo

Fone: (81) 2119-4172

Autorização: CONSEPE PLENO Nº 034, 03 de outubro de 2019.

Duração do curso: 8 períodos (mínimo); 12 períodos (máximo)

Créditos: 232 créditos obrigatórios e eletivos

Objetivos Específicos:

  • Aplicar conhecimentos sobre a composição, propriedades e transformações dos alimentos e seu aproveitamento pelo organismo humano, na atenção dietética;
  • Contribuir para promover, manter e ou recuperar o estado nutricional de indivíduos e grupos populacionais;
  • Desenvolver e aplicar métodos e técnicas de ensino em sua área de atuação;
  • Atuar em políticas e programas de educação, segurança e vigilância nutricional, alimentar e sanitária, visando a promoção da saúde em âmbito local, regional e nacional;
  • Atuar na formulação e execução de programas de educação nutricional; de vigilância nutricional, alimentar e sanitária;
  • Atuar em equipes multiprofissionais de saúde e de terapia nutricional;
  • Avaliar, diagnosticar e acompanhar o estado nutricional; planejar, prescrever, analisar, supervisionar e avaliar dietas e suplementos dietéticos para indivíduos sadios e enfermos;
  • Planejar, gerenciar e avaliar unidades de alimentação e nutrição, visando a manutenção e/ou melhoria das condições de saúde de coletividades sadias e enfermas;
  • Realizar diagnósticos e intervenções na área de alimentação e nutrição, considerando a influência sociocultural e econômica que determina a disponibilidade, consumo e utilização biológica dos alimentos pelo indivíduo e pela população;
  • Atuar em equipes multiprofissionais destinadas a planejar, coordenar, supervisionar, implementar, executar e avaliar atividades na área de alimentação e nutrição e de saúde;
  • Reconhecer a saúde como direito e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
  • Desenvolver atividades de auditoria, assessoria, consultoria na área de alimentação e nutrição;
  • Atuar em marketing de alimentação e nutrição;
  • Exercer controle de qualidade dos alimentos em sua área de competência;
  • Desenvolver e avaliar novas fórmulas ou produtos alimentares, visando sua utilização na alimentação humana;
  • Integrar grupos de pesquisa na área de alimentação e nutrição; e
  • Investigar e aplicar conhecimentos com visão holística do ser humano, integrando equipes multiprofissionais.

Perfil Profissional

A UNICAP tem o propósito de graduar nutricionistas generalistas, com visão humanística, crítica, reflexiva e transformadora de realidades. Busca com isto, formar um profissional que seja conhecedor de sua profissão, de suas competências ético-profissionais, que saiba identificar determinantes políticos, econômicos e ideológicos quando inserido em determinada realidade.

Com esta formação, o perfil do nutricionista egresso de nossa Universidade será de um profissional com desenvoltura de habilidades e competências para atuar nas principais transformações no campo da saúde situadas no mundo sócio-político-econômico e científico no contexto da globalização.

A qualidade do Curso de Nutrição da UNICAP será avaliada na medida em que estaremos formando o Nutricionistas egresso com competências e habilidades em:

  • – Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da

sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

  • – Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
  • – Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;
  • – Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem-estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
  • – Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde; e
  • – Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

Dessa forma, destacamos o perfil do egresso do curso de Nutrição para:

  • Atuar como agente transformador da realidade em benefício da sociedade no âmbito da promoção da saúde coletiva e individual e da qualidade de vida, dentro de sua área de atuação;
  • Atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual;
  • Atuar na construção de políticas de saúde e em equipes multidisciplinares em todos os níveis de atenção à saúde;
  • Estar habilitado técnica e cientificamente para a sua atuação profissional nas áreas da nutrição clínica, nutrição social e nutrição em unidades de alimentação e nutrição, bem como no controle, produção e análise de alimentos;
  • Ser cidadão atuante e consciente no seio da sociedade multicultural e pluriétnica, buscando relações étnico-sociais positivas, bem como de atitudes, posturas e valores que atentem à pluralidade étnico-racial
  • Usar concepções e práticas fundadas nos Direitos Humanos e em seus processos de promoção, proteção, defesa e aplicação na vida cotidiana e cidadã de sujeitos, de direitos e de responsabilidades individuais e coletivas, com a finalidade de promover a mudança e a transformação social, fundamentando-se nos princípios da dignidade humana, igualdade de direitos, reconhecimento e valorização das diferenças e das diversidades, laicidade do Estado, democracia na educação, vivência, globalidade e sustentabilidade socioambiental.
  • Mercado de Trabalho

As Áreas de Atuação profissional de Nutrição, encontram-se em franca expansão. Com a consolidação do SUS, e com a alta complexidade de serviços público e privados em saúde, tem- se criados muitas vagas para os profissionais de saúde, em geral. Dentre os campos de atuação do Nutricionista, podem-se citar:

  • Alimentação coletiva
  • Consultoria Nutricional
  • Consultórios Particulares
  • Docência Universitária
  • Escolas e Creches
  • Gastronomia
  • Indústria Alimentícia
  • Marketing na área de alimentação e nutrição
  • Nutrição Ambulatorial
  • Nutrição Clínica
  • Nutrição Esportiva
  • Rede Hospitalar
  • Saúde Coletiva

Atividades Complementares

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do estudante, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Quando são efetivadas de acordo com as diretrizes da UNICAP e promovam a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades, verificados por meio de avaliação, as Atividades Complementares serão validadas academicamente pela UNICAP, mesmo se realizadas em situações de aprendizagem fora da Universidade, desde que vinculadas ao mundo do trabalho e à prática social.

Visando garantir a flexibilidade da formação do Nutricionista, serão oportunizadas vivências em situações diversas de produção e circulação de conhecimentos, de aprimoramento técnico, científico e pessoal e de participação em programas de intervenção na realidade de saúde local e nacional. Serão atividades que poderão promover a atenção do Nutricionista à população, bem como o acesso ao conhecimento da sua realidade e seus processos de mudança, o aprofundamento do conhecimento dos fatores sociais, econômicos, culturais e políticos, fundamentais à cidadania e à prática profissional em saúde.

É importante ressaltar que o aluno do Curso de Nutrição deverá cumprir com 200 horas de atividades complementares cuja validação obedecerá ao Anexo III da Resolução nº 009/2005, de 04/05/2005, que aprova a implantação das diretrizes para as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da UNICAP.

Estágio Curricular Supervisionado

O Estágio na UNICAP, para todas as modalidades de curso superior, é um componente curricular constituinte e implementador do perfil do formando a ser desenvolvido em ambiente de trabalho que favoreça a interação entre o saber, o saber fazer, o saber agir e o saber ser, com o objetivo de consolidar as formações acadêmica e profissional.

Enquanto atividade acadêmica supervisionada que enfoca o itinerário formativo do educando, o Estágio deverá proporcionar a integração do saber acadêmico à prática social, a inserção no espaço profissional para o desenvolvimento de habilidades e competências próprias à atividade laboral, e os aperfeiçoamentos técnico, cultural, científico e de relacionamento humano.

O Estágio Obrigatório do Curso de Nutrição será realizado de acordo com a legislação em vigor (Lei Nº 11.788, de 25 de setembro de 2008), os atos baixados pelo CONSEPE e pela administração superior da UNICAP, obedecerá às Diretrizes Curriculares específicas e será objeto do respectivo Regulamento (Portaria Nº 002/2009), que ficará fazendo parte integrante e inseparável deste Projeto Pedagógico.

Os dois últimos semestres do curso integram o cumprimento de estágios curriculares supervisionados em unidades de estágio, com carga horária distribuída equitativamente em três áreas de atuação, a saber:

  • Nutrição clínica,
  • Nutrição social e
  • Nutrição em unidades de alimentação e nutrição.

As áreas temáticas do estágio serão desenvolvidas na forma de módulos acompanhados por docentes, podendo ser realizados na própria Universidade, quando for o caso, ou em Instituições conveniadas (Prefeituras, Indústrias e Hospitais Públicos, preferencialmente ou Hospitais Privados e em Clínicas), bem como em restaurantes, escolas e em represa de alimentos.

Processos de Avaliação

Acompanhamento e avaliação do Projeto Pedagógico do curso:

Avaliação Institucional

A UNICAP está realizando a auto-avaliação conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

Avaliação do Aluno

A avaliação é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem do aluno e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo o objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos alunos.

Regime de Aprovação

O regime de aprovação em cada disciplina obedece ao Regimento da UNICAP.


UNIDADES CURRICULARES 

- Núcleo de Formação Básica - componentes que constituem a base necessária para uma sólida formação do Nutricionista, que contempla os conhecimentos fundamentais das Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Sociais, Humanas e Econômicas. É constituído pelos conteúdos: Fisiologia I, Fisiologia II, Humanidade e Transcendência, Saúde Coletiva, Comunicação em saúde, Fundamentos de Farmacologia, Meio Ambiente e Saúde, Imunologia, Epidemiologia e promoção à saúde, Humanismo e Cidadania, Metodologia científica em Saúde I, Metodologia científica em Saúde II, Empreendedorismo e gestão em saúde, Tecnologia e inovação em saúde;  

- Núcleo de Formação Teórico-Prática - componentes teórico-práticos, realizados nos laboratórios e demais espaços institucionais e externos, que permitem a vivência e o desenvolvimento das habilidades profissionais das áreas de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências da Alimentação e Nutrição, e Ciências dos Alimentos. É constituído pelos conteúdos de Anatomia, Imagem e Simulação I, Anatomia, Imagem e Simulação II, Biologia celular, Histologia, Embriologia e Genética I, Biologia celular, Histologia, Embriologia e Genética II, Biofísica e Bioquímica I, Biofísica e Bioquímica II, Análise de Alimentos, Tecnologia dos Alimentos, Processos Patológicos, Imagem e Simulação, Parasitologia e Microbiologia, Avaliação Nutricional, Planejamento e Gestão de UAN I, Técnica Dietética, Planejamento e Gestão de UAN II, Nutrição Clínica II;  

- Núcleo de Formação Específica – componentes relacionados às atribuições do profissional nutricionista, aos estágios supervisionados e aos Trabalhos de Conclusão de Curso. Também é disponibilizado um elenco de disciplinas optativas que lhes permite aprofundar os conhecimentos em áreas específicas, e compreende as áreas de Ciências da Alimentação e Nutrição e Ciências dos Alimentos. Esse núcleo é constituído pelos conteúdos de Nutrição e Ciência dos Alimentos, Nutrição em Saúde Coletiva, Epidemiologia aplicada à nutrição, Fisiologia e Bioquímica da Nutrição, Nutrição nos Ciclos da Vida, Nutrição Clínica I, Nutrição Clínica III, Educação Nutricional, Nutrição Materno Infantil, Nutrição Esportiva, Ética e Bioética em Nutrição, Tópicos Integradores em Nutrição, Estágio Supervisionado I, Estágio Supervisionado II, Estágio Supervisionado III, Trabalho de Conclusão de Curso I, Trabalho de Conclusão de Curso II e Optativa;  

- Núcleo de Extensão - componentes curriculares relacionados à execução de projetos que produzem atividades, ações e produtos relacionados ao serviço com a comunidade. Contempla todos os conteúdos essenciais nos Projeto integradores I, II, III, IV e V;  

- Núcleo de Atividades Complementares - experiências dentro e fora da Universidade desde que, devidamente certificadas, possibilitem ampliação do conhecimento, habilidades práticas, aprendizado interdisciplinar, com diferenciação para a formação acadêmica e profissional.  

 



Baixe o arquivo
 

Plano de Ação da Coordenação do Curso

Núcleo Docente Estruturante - Portaria 102/2023 

Núcleo Docente Estruturante

Vestibular? Posso ajudar?