Filosofia – Licenciatura

Reconhecimento : Portaria de Renovação nº 919, de 27 de dezembro de 2018 – Publicado: DOU em 28/12/2018.
Autorização : CONSEPE - Portaria Nº 066/2020 - 10 de agosto de 2020

Grau:

Licenciatura

Carga Horária:

3.260 horas

Turno Oferecido:

Noite

Prof. José Marcos Gomes de Luna (marcos.luna@unicap.br)

1. Missão

A Licenciatura em Filosofia tem como missão construir, preservar e transmitir o conhecimento, de modo a formar pessoas que venham a atuar a partir de uma visão criativa, crítica e construtiva de mundo, estando a serviço de sua comunidade e de sua região.

PORTARIA DE RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO  Nº 919, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2018 – Publicada no Diário da União em 28/12/2018

Duração do curso: 08 períodos, mínimo; 14 períodos, máximo;

Créditos: 205 obrigatórios e eletivos

Objetivos

A missão do curso de Filosofia se explicita nos seguintes objetivos:

  • educar em nível superior, através do sistema indissociável do ensino, pesquisa e extensão;
  • estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais;
  • formar profissionais nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção e participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, e suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional;
  • incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da criação e difusão da cultura;
  • promover a difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e das pesquisas científica e tecnológica que forem geradas;
  • praticar o intercâmbio e a cooperação com instituições educacionais, científicas e culturais, brasileiras e estrangeiras.

Perfil Profissional

De acordo com as Diretrizes Curriculares para os cursos de Graduação em Filosofia (Parecer n° 492/2001, de 03/04/2001 CNE/CES), os egressos devem receber uma “sólida formação de história da filosofia, que capacite para a compreensão e a transmissão dos principais temas, problemas, sistemas filosóficos, assim como para a análise e reflexão crítica da realidade social em que se insere”.

A formação acadêmica não deve centrar-se apenas na aquisição das competências e habilidades filosóficas, mas dar ao profissional as condições de identificação de problemas relevantes à vida, avaliar criticamente posições quanto a esses problemas, visando à ação consciente, crítica e autônoma. Partindo desses pressupostos, o egresso da Licenciatura em Filosofia estará preparado e capacitado para:

  • compreender e transmitir os principais temas, problemas e sistemas filosóficos;
  • desenvolver atividades de ensino e pesquisa que contribuam para a formação de cidadãos comprometidos com os ideais de justiça e fraternidade;
  • elaborar e desenvolver projetos de pesquisa na área de Filosofia, com possíveis interfaces com áreas afins;
  • produzir artigos científicos para publicação em revistas especializadas e reconhecidas pela comunidade científica;
  • servir-se do legado das tradições filosóficas para dialogar com as ciências e as artes, e refletir sobre a realidade;
  • transmitir o legado da tradição e o gosto pelo pensamento inovador, crítico e independente;
  • continuar seus estudos e pesquisas em nível de pós-graduação;
  • nortear sua atividade profissional, sua vida privada e pública à luz de princípios humanistas, éticos e cristãos.

Mercado de Trabalho

O Licenciado em Filosofia insere-se no mundo do trabalho através de atividades de docência, pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da criação e difusão da cultura bem como por intermédio de outras atividades que reclamem a presença do(a) filósofo(a).

Atividades Complementares

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do estudante, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Quando são efetivadas de acordo com as diretrizes da Católica e promovam a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades, verificados por meio de avaliação, as Atividades Complementares serão validadas academicamente pela Católica, mesmo se realizadas em situações de aprendizagem fora da Universidade, desde que vinculadas ao mundo do trabalho e à prática social.  O estudante de Licenciatura  deverá cumprir pelo menos 200 horas de atividades complementares, cuja validação obedecerá à Resolução do CONSEPE n° 09/2005, de 06.05.2005, que aprova a implantação das diretrizes para as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Católica.

Programas de Extensão

A extensão é entendida como prática acadêmica que aproxima a Universidade, nas suas atividades de ensino e pesquisa, às demandas da sociedade na qual ela está inserida, possibilitando, assim, a formação do profissional cidadão e caracterizando o ambiente universitário como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para superação das desigualdades sociais existentes. Dentre os programas de Extensão desenvolvidos, destacam-se:

  • Cursos, Conferências, Seminários
  • Atividades Artístico-culturais
  • Atividades Desportivas
  • Assistência à Saúde
  • Assistência Espiritual e Religiosa
  • Assistência Estudantil
  • Assistência Social
  • Assistência Jurídica Gratuita
  • Assistência Psicológica e Fonoaudiológica
  • Apoio aos Movimentos Populares
  • Unicap para a 3ª Idade
  • Projeto Horizonte

Iniciação Científica

A Licenciatura em Filosofia possibilita o acesso ao campo da pesquisa científica principalmente através do PIBIC – Projeto de Iniciação Científica –. Esse projeto se destina à introdução de alunos às áreas de pesquisa desenvolvidas pelos professores doutores e mestres, tendo como critério de seleção o interesse pelos temas estudados no âmbito da Filosofia e um bom desempenho acadêmico nas atividades realizadas pela Católica.

Trata-se de uma experiência válida e de extrema importância tanto para o nosso curso como para os alunos e professores envolvidos. Alunos egressos tiveram atuação reconhecida em instituições de ensino, justamente por causa da Iniciação Científica, pois foram capazes de desenvolver pesquisas de forma autônoma e competente. Com a aprovação de Mestrados na Católica, aumentou o interesse por essa atividade, e a inclusão de Filosofia com disciplina obrigatória em todas as séries do ensino médio (Art. 36 da Lei n° 9.394, IV) deu aos alunos novo ânimo para a pesquisa.

Intercâmbio Estudantil

O Programa de Intercâmbio Estudantil oferecido pela UNICAP visa a propiciar aos alunos uma experiência acadêmica, durante um ou dois semestres, numa IES nacional ou internacional, através de convênios de cooperação mútua educacional. Esse Programa tem sua origem nas diretrizes da AUSJAL – Associação de Universidades confiadas à Companhia de Jesus na América Latina, que propõe a integração dos estudantes de IES jesuítas latino-americanas, como modalidade complementar de sua formação.

Processos de Avaliação

Acompanhamento e avaliação do Projeto Pedagógico do curso:

Avaliação Institucional

A UNICAP está realizando a auto-avaliação conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

Avaliação do Aluno

A avaliação é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem do aluno e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo o objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos alunos.

Regime de Aprovação

O regime de aprovação em cada disciplina obedece ao Regimento da UNICAP.



Grau:

Licenciatura Plena

Carga Horária:

3.205 horas

Turno:

Virtual

COORDENAÇÃO DO CURSO
Prof. Dr. José Marcos Gomes de Luna - marcos.luna@unicap.br
81 2119.4306 

SECRETARIA DO CURSO
Polo Sede - Bloco B – 1º andar
81 2119.4171

1. Filosofia - Licenciatura Plena (EaD)

A licenciatura em Filosofia visa formar professores e professoras de filosofia com competências e habilidades voltadas para a pesquisa, a produção e o ensino no campo filosófico. O curso desenvolve um profissional com sólida formação teórico-prática em todas as atividades e robusta capacidade de interagir de forma dialógica e criativa com os alunos, desenvolver trabalho intelectual sistemático, com o uso competente e criativo do instrumental lógico, epistemológico e filosófico, e trabalhar em equipe, com temas filosóficos e educacionais de modo interdisciplinar.

AUTORIZAÇÃO
CONSEPE - Portaria Nº 066/2020 - 10 de agosto de 2020

CARGA HORÁRIA
3.205 horas

DURAÇÃO DO CURSO
4 anos

Objetivos

  • Educar em nível superior, através do sistema indissociável do ensino, pesquisa e extensão.
  • Estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais.
  • Formar profissionais nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção e participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, e suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional.
  • Incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da criação e difusão da cultura.
  • Promover a difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e das pesquisas científica e tecnológica que forem geradas.
  • Praticar o intercâmbio e a cooperação com instituições educacionais, científicas e culturais, brasileiras e estrangeiras.

Perfil Profissional

De acordo com as Diretrizes Curriculares para os cursos de Graduação em Filosofia (Parecer n° 492/2001, de 03/04/2001 CNE/CES), os egressos devem receber uma “sólida formação de história da filosofia, que capacite para a compreensão e a transmissão dos principais temas, problemas, sistemas filosóficos, assim como para a análise e reflexão crítica da realidade social em que se insere”.

A formação acadêmica não deve centrar-se apenas na aquisição das competências e habilidades filosóficas, mas dar ao profissional as condições de identificação de problemas relevantes à vida, avaliar criticamente posições quanto a esses problemas, visando à ação consciente, crítica e autônoma. Partindo desses pressupostos, o egresso da Licenciatura em Filosofia estará preparado e capacitado para:

  • Compreender e transmitir os principais temas, problemas e sistemas filosóficos.
  • Desenvolver atividades de ensino e pesquisa que contribuam para a formação de cidadãos comprometidos com os ideais de justiça e fraternidade.
  • Elaborar e desenvolver projetos de pesquisa na área de Filosofia, com possíveis interfaces com áreas afins.
  • Produzir artigos científicos para publicação em revistas especializadas e reconhecidas pela comunidade científica.
  • Servir-se do legado das tradições filosóficas para dialogar com as ciências e as artes, e refletir sobre a realidade.
  • Transmitir o legado da tradição e o gosto pelo pensamento inovador, crítico e independente.
  • Continuar seus estudos e pesquisas em nível de pós-graduação;
  • Nortear sua atividade profissional, sua vida privada e pública à luz de princípios humanistas, éticos e cristãos.

Mercado de Trabalho

O Licenciado em Filosofia insere-se no mundo do trabalho através de atividades de docência, pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da criação e difusão da cultura bem como por intermédio de outras atividades que reclamem a presença do(a) filósofo(a).

Atividade Complementar

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do estudante, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Quando são efetivadas de acordo com as diretrizes da Católica e promovam a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades, verificados por meio de avaliação, as Atividades Complementares serão validadas academicamente pela Católica, mesmo se realizadas em situações de aprendizagem fora da Universidade, desde que vinculadas ao mundo do trabalho e à prática social.  O estudante de Licenciatura  deverá cumprir pelo menos 200 horas de atividades complementares, cuja validação obedecerá à Resolução do CONSEPE n° 09/2005, de 06.05.2005, que aprova a implantação das diretrizes para as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Católica.

Programa de Extensão

A extensão é entendida como prática acadêmica que aproxima a Universidade, nas suas atividades de ensino e pesquisa, às demandas da sociedade na qual ela está inserida, possibilitando, assim, a formação do profissional cidadão e caracterizando o ambiente universitário como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para superação das desigualdades sociais existentes. Dentre os programas de Extensão desenvolvidos, destacam-se:

  • Cursos, Conferências, Seminários.
  • Atividades Artístico-culturais.
  • Atividades Desportivas.
  • Assistência à Saúde.
  • Assistência Espiritual e Religiosa.
  • Assistência Estudantil.
  • Assistência Social.
  • Assistência Jurídica Gratuita.
  • Assistência Psicológica e Fonoaudiológica.
  • Apoio aos Movimentos Populares.
  • Unicap para a 3ª Idade.
  • Projeto Horizonte.

Programas da CAPES: PIBIC e PRP

 

O Programa Institucional de Base de Iniciação Científica – PIBIC/UNICAP foi implantado em 1998. Desde então, têm-se realizado as Jornada de Iniciação Científica e a Mostra de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão, mobilizando as comunidades interna e externa. A partir de 2003, tais eventos foram reunidos e fazem parte da Semana de Integração Universidade-Sociedade. O PIBIC/UNICAP conta com 330 bolsas da própria instituição, nos moldes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), 30 bolsas do PIBIC/CNPq e 12 bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) por demanda espontânea.

Contato: Coordenação de curso.

 

O Programa de Residência Pedagógica (PRP) é mais uma iniciativa que proporciona aos estudantes bolsas e a possibilidade de realizar um trabalho conjunto com a rede pública de ensino. Assim, na perspectiva de contribuir, simultaneamente, com a formação de educadores e com a construção de uma educação de qualidade social, que a UNICAP atende à chamada pública para a implementação de projetos inovadores que estimulem articulação entre teoria e prática no curso de Pedagogia, conduzidos em parceria com as redes municipal e estadual de ensino. A carga horária pode ser aproveitada para a carga horária dos estágios. Estudantes do 5º Período em diante podem participar.

Contato: carmo.motta@unicap.br

Intercâmbio Estudantil

O Programa de Intercâmbio Estudantil oferecido pela UNICAP visa a propiciar aos alunos uma experiência acadêmica, durante um ou dois semestres, numa IES nacional ou internacional, através de convênios de cooperação mútua educacional. Esse Programa tem sua origem nas diretrizes da AUSJAL – Associação de Universidades confiadas à Companhia de Jesus na América Latina, que propõe a integração dos estudantes de IES jesuítas latino-americanas, como modalidade complementar de sua formação.

Processos de Avaliação

 

Acompanhamento e avaliação do Projeto Pedagógico do curso:

 

Avaliação Institucional

A UNICAP está realizando a auto-avaliação conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

 

Avaliação do Aluno

A avaliação é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem do aluno e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos alunos.

 

Regime de Aprovação

O regime de aprovação em cada disciplina obedece ao Regimento da UNICAP. Será considerado aprovado por média o aluno que obtiver média ponderada igual ou superior a 7,0 (sete) e haja cumprido a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) nas atividades virtuais.

 

Cálculo da média ponderada:

  • 1º GQ (peso 2) - somatório das pontuações das atividades no ambiente virtual Moodle
  • 2º GQ (peso 3) - nota da avaliação presencial a ser realizada no Pólo Presencial em que o aluno estiver matriculado.

Obs: o aluno ausente na avaliação presencial terá direito à realização de uma 2ª chamada presencial.

O aluno que não alcançar o índice de aprovação 7,0 (sete) pontos, na média ponderada, poderá realizar uma prova final presencial para alcançar o mínimo de aprovação, 5,0 (cinco) pontos, na média final aritmética entre a prova final presencial e a média ponderada, desde que haja cumprido a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) nas atividades virtuais.


Itinerário Formativo

História da filosofia antiga I
Filosofia e formação integral
Filosofia política
Introdução ao EaD
Estudo, produção e interpretação de textos
Fundamentos filosóficos e sócio-antropológicos da educação

História da filosofia antiga II
Estética
Educação para relações etnico raciais
Tecnologia da informação e da comunicação na educação básica
Libras
Teorias do desenvolvimento e da aprendizagem

História da filosofia medieval
Lógica e argumentação
Hermenêutica
Didática e metodologia do ensino da filosofia
Planejamento e avaliação educacional
Políticas públicas e educação

História da filosofia moderna
Lógica e linguagem
Fundamentos da psicologia
Sociologia I
Empreendedorismo na educação
Humanidade e transcendência ou Introdução à teologia

História da filosofia contemporânea
Ética e fundamentação moral
Filosofia da linguagem
Gestão educacional
Estágio curricular no ensino I

Metafísica e teoria do conhecimento
Ética e racionalidade
Retórica e oratória
Educação e práticas inclusivas
Estágio curricular no ensino II

Metodologia científica
Epistemologia e filosofia da ciência
Filosofia da mente
Eletiva
Estágio curricular no ensino III

Antropologia filosófica
Eletivas
Trabalho de conclusão de curso (tcc)
Estágio curricular no ensino IV
Humanismo e cidadania

DOWNLOAD: Itinerário Formativo


Download da Grade e Corpo Docente

 

Corpo Docente

ANDRE LUIZ HOLANDA DE OLIVEIRA Lattes
ANTONIO CARLOS DE OLIVEIRA SANTOS 
Lattes

DANILO VAZ-CURADO R.  MENEZES COSTA
  Lattes

ELEONOURA ENOQUE DA SILVA
 Lattes

ERMANO RODRIGUES DO NASCIMENTO 
Lattes

HÉLIO PEREIRA LIMA
Lattes

GERSON FRANCISCO DE ARRUDA JUNIOR
 – Lattes

JOSE MARCOS GOMES DE LUNA
Lattes

JOSE TADEU BATISTA DE SOUZA
Lattes

KARL HEINZ EFKEN
 – Lattes

MARTHA SOLANGE PERRUSI
Lattes

RICARDO PINHO SOUTO
Lattes

PEDRO HENRIQUE EFKEN
Lattes

TALES MACEDO DA SILVA
Lattes