Unicap concederá Doutor Honoris Causa ao Mestre Corisco e ao Padre Clóvis Cabral  - Unicap

Título Notícias

null Unicap concederá Doutor Honoris Causa ao Mestre Corisco e ao Padre Clóvis Cabral 

Publicado Por: Daniel França

O Dia da Consciência Negra será marcado na Unicap pela entrega do título de Dr. Honoris Causa ao Padre Clóvis Cabral, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) e ao Mestre Corisco, líder do grupo de Capoeira Chapéu de Couro. A solenidade, restrita a convidados, vai acontecer às 10h deste sábado (20) no auditório G2. O público poderá acompanhar a transmissão pelo Youtube da Universidade. A outorga do título é um reconhecimento a trajetória de décadas de trabalho e dedicação dos dois homenageados.  

As questões raciais são tema central da missão de Padre Clóvis Crispiano do Carmo Cabral. O jesuíta celebrou 30 anos de ordenação em 2021 e se mostra cada vez mais engajado no combate ao racismo e ao preconceito. Uma luta marcada também pelo diálogo inter-religioso. Padre Clóvis descobriu sua vocação ainda na infância. Ele nasceu no bairro de Maçaranduba, na periferia de Salvador, numa família que fundou e dirige até hoje o Terreiro de Candomblé Ylê Axé Ogunjá Tiluaiê Orubaia, que tem como patrono o Orixá Ogum. A lógica da nomenclatura é algo semelhante a como as igrejas católicas são denominadas, como por exemplo, Igreja de Nossa Senhora do Carmo. 

“Essa religião tem orientação matriarcal e o terreiro começou com a minha avó, depois seguiu com a minha mãe”, conta Clovis que conviveu o tempo todo com o catolicismo. “Percorri o itinerário religioso comum a toda criança do meu tempo: catecismo, primeira comunhão e me crismei na Igreja da escola paroquial onde nasci, mesmo sendo filho de uma Yalorixá. Naquele tempo, por parte dos adeptos do Candomblé, não havia nenhum tipo de incompatibilidade”. 

Ainda criança, Clovis conheceu o jesuíta José Maria Gardenal, um missionário italiano que havia iniciado um trabalho educativo junto às populações mais empobrecidas da região conhecida como Alagados de Salvador. Outros jesuítas faziam parte da chamada Comunidade Religiosa Inserida como os Padres Geraldo Coelho de Almeida, João Pedro, Antonio Barônio, Antonio Pecchia e o Irmão Elias. 

O modo como aqueles jesuítas abraçavam a luta pela justiça contribuiu para Padre Clóvis se tornar militante no movimento estudantil e foi aí que essa presença evangélica e solidária desses missionários despertou nele a vocação. “O estilo de vida dos jesuítas me encantou, era o que eu queria”. E assim Padre Clóvis entrou na Companhia de Jesus em 1978, passou por todas as etapas preparatórias até ser ordenado em 19 de janeiro de 1991, “mas a nossa formação é permanente, nunca acaba”, ressalta ele. 

Nessas três décadas, Padre Clovis fez um caminho pedagógico se orientando pela educação para a cidadania ativa. Já foi professor, membro de diretoria de colégio, educador social e coordenador pedagógico. Tudo em prol do “combate ao racismo estrutural e da promoção da educação para as relações étnico-raciais”. Foi com essa bagagem que ele desembarcou na Universidade Católica de Pernambuco em 2008 para ajudar a organizar a 1ª Semana da Consciência Negra tendo colaborado na formulação e criação do Neabi. 

Mestre Corisco – Quando se vê o nome do outro homenageado a receber o título de Doutor Honoris Causa, José Olímpio Ferreira da Silva, talvez o leitor, em um primeiro momento, não ligue nome à imagem daquele que é um dos personagens mais icônicos da comunidade universitária da Católica. Mestre Corisco é referência nacional e até fora do Brasil quando o assunto é capoeira, expressão cultural afro-brasileira que tem origem desde os tempos da escravidão e que ressurgiu no Recife na década de 1970 com apoio de pessoas importantes como o escritor Ariano Suassuna e o multiartista Antônio Nóbrega.  

O Chapéu de Couro é o grupo mais antigo da Unicap e também o mais antigo de capoeira em funcionamento em Pernambuco. Criado em 1983, desde o início está sob a direção do Mestre Corisco. Outra curiosidade histórica é de que a Católica foi a primeira instituição de ensino superior no Brasil a adotar a Capoeira, instituindo formalmente um grupo.

Quase quarenta anos depois, Mestre Corisco ainda se recorda da primeira aula realizada. “Ainda me lembro das cores do berimbau (vermelho, amarelo, branco e preto) que havia comprado em Feira de Santana, a caminho do Rio de Janeiro, onde fui campeão brasileiro. É muito bom lembrar disso, esse hábito africano de lembrar dos ancestrais”, contou ele ao relembrar que, na ocasião, cantou uma música em homenagem a Besouro, um dos maiores capoeiristas do país. 

Em entrevista publicada em 2013, o Mestre Corisco relembrou a formação do grupo. “No dia 28 de fevereiro de 1983, nosso grupo composto por 14 capoeiristas chegou à Universidade Católica de Pernambuco e começou a utilizar as dependências da Cogest (Coordenação Geral de Estágio) para jogar a capoeira, até então não muito vista no Recife. Fomos autorizados pelo coordenador geral de esportes da Unicap, Fernando Lapa. Nós treinávamos sem qualquer tipo de remuneração, mas com todo apoio da comunidade acadêmica. Seis meses após nossa chegada, o coordenador geral comunitário da época, Armando da Costa Carvalho, começou a formar os grupos culturais da Católica e, a partir daí, o grupo foi criado e contratado e eu passei a ser o professor de capoeira do grupo, além de assumir a função de assistente cultural”.  

Corisco disse estar surpreso e muito feliz com o título de Honoris Causa. “Padre Clóvis sempre brincava dizendo que eu merecia o Honoris Causa, mas eu achava isso tão distante de mim, achava que era uma vibração com o trabalho. Meu sentimento é de gratidão pelas pessoas e pelos processos e vamos responder com o melhor com o que a gente tem”.

Em 2014, a Capoeira foi reconhecida pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade.

A história de mais de 38 anos de existência do Chapéu de Couro é marcada também pela inclusão social. Há mais de uma década, o Chapéu de Couro recebe crianças e jovens com Síndrome de Down, autistas e pessoas com dificuldade motora. Mais de mil alunos já passaram pelo grupo. Alguns desses ex-alunos fundaram, em 1993, na Suíça, um grupo de mesmo nome para difundir a Capoeira na Europa.

Gostei.
Compartilhar

Aplicações Aninhadas

Expediente - Coluna 1

EXPEDIENTE

EDIÇÃO:
Paula Losada (1.652 DRT/PE)
Daniel França (3.1120 DRT/PE)
Dell Souza (6.869 DRT/PE)
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

SECRETARIA:
Dora Santana

PRODUÇÃO DE VÍDEO:
Luca Pacheco

Expediente - Coluna 2

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO:
Nildo Ferreira (2.052 DRT/PE)

DESIGNER:
Java Araújo

WEB DESIGNER E REDES SOCIAIS:
Kiko Secchim, SJ
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

Expediente - Coluna 3

REDAÇÃO E FOTOGRAFIA:
Carla Siqueira,
Júlia Farias,
Luíz Antonio Cardoso.
(estagiários)

CONTATO:
Rua do Príncipe, 526,
Bloco R, sala 117,
Boa Vista, Recife-PE.
Cep: 50050-900.
Telefone: (81) 2119.4010.
E-mail: assecom@unicap.br

Título Notícias Acontece na Unicap

Publicador de Conteúdos e Mídias

DGE-INFORMA.jpg

Mudança de curso, turno e readmissão de curso 2022.1

Baixe a Portaria Portaria Prograd nº 013/2021

Baixe a Portaria Portaria Prograd nº 013/2021

WhatsApp Image 2021-12-06 at 15.26.24.jpeg

Webinar aborda Política de Integridade do Governo de PE

A Católica Business School vai promover o webinar intitulado Política de Integridade do Governo do Estado de Pernambuco. O tema vai ser abordado pelo...

A Católica Business School vai promover o webinar intitulado Política de Integridade do Governo do Estado de...

Apresentação1 (1).jpg

DIALOGANDO COM CUIDADORES DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA

O projeto se destina a realizar assistência aos cuidadores de crianças com deficiência, enquanto as mesmas são atendidas na sessão de Fisioterapia nos...

O projeto se destina a realizar assistência aos cuidadores de crianças com deficiência, enquanto as mesmas são...

Apresentação1.jpg

PREVENÇÃO DE QUEDAS EM IDOSAS INSTITUCIONALIZADAS

O projeto se destina a realizar assistência às idosas, residentes no Convento das Irmãs Doroteias, na Rua Soledade. São oferecidas atividades que abordam...

O projeto se destina a realizar assistência às idosas, residentes no Convento das Irmãs Doroteias, na Rua Soledade....