Publicado Por: Alessandro Douglas

Washington, DC – A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) insta os Estados membros da Organização dos Estados Americanos (OEA) a respeitar e garantir os direitos dos familiares dos que morreram no âmbito da pandemia de COVID-19 , permitir ritos funerários de acordo com as circunstâncias e, com ele, contribuir para a preservação de sua memória e homenagem. Da mesma forma, a CIDH insta os Estados a adotar medidas que permitam identificar o falecido e a rastreabilidade dos órgãos, além de garantir a investigação de mortes potencialmente ilegais, garantindo o direito à verdade, à justiça e à reparação de suas famílias.

Leia mais: http://www.oas.org/es/cidh/prensa/comunicados/2020/097.asp

Visualizações:
26
Compartilhar