Publicado Por: Alessandro Douglas

Washington, DC - Washington, DC - A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) adotou a Resolução 08/2020 em 6 de fevereiro de 2020 , mediante a qual concedia medidas cautelares em favor de Alfonso Alejandre Díaz e Alberto Alejandre Díaz, desaparecidos desde 22 de março de 2019. De acordo com as informações disponíveis, a última vez que sua família soube a localização dos beneficiários propostos, eles estariam sob a custódia da Procuradoria Geral da República (PGR), sendo supostamente liberado no mesmo dia em circunstâncias que, como indicam, não teriam sido esclarecidas. A esse respeito, a Comissão observa a seriedade das alegações de que agentes estatais estariam envolvidos ou pelo menos conscientes do desaparecimento e lembra que, nesse contexto, os Estados têm um dever especial de diligência.

Leia mais: http://www.oas.org/es/cidh/prensa/comunicados/2020/026.asp

Visualizações:
128
Compartilhar