Projeto de extensão do curso de Medicina produz materiais educativos durante a pandemia - Unicap

Título Notícias

null Projeto de extensão do curso de Medicina produz materiais educativos durante a pandemia

Publicado Por: André Amorim

No final de fevereiro de 2020, o Brasil confirmou o primeiro caso de contaminação pelo coronavírus. Naquele momento, as atividades presenciais foram suspensas, as aulas passaram a ser realizadas de forma híbrida e as atividades desenvolvidas pelos projetos de extensão precisaram se reinventar para manter o funcionamento. Foi o que aconteceu com o projeto de extensão LudEduc em Saúde, do curso de Medicina da Universidade Católica de Pernambuco.

 
"Durante a pandemia, todas as atividades do projeto tiveram que ser adequadas à nova realidade, pois houve o fechamento das escolas municipais que eram os locais de atuação. Partindo desse contexto, foram criadas várias formas alternativas de levar educação em saúde para as crianças alvo do projeto", explica a professora Shalom Pôrto, que coordena o projeto de extensão com a colaboração do médico e professor Alexandre Beltrão.
 
Para continuar atuando e contribuindo para a difusão de conhecimento, o grupo se dedicou à produção de materiais educativos. Em pouco mais de um ano, foram produzidas cartilhas que falam sobre alongamento, a importância dos nutrientes na alimentação, bullying e um guia musical para educação em saúde. O lançamento oficial do conteúdo produzido pelos estudantes deve acontecer ainda neste semestre e, em seguida, todo o material deve ser disponibilizado para a utilização pelas escolas interessadas. 
"Esses materiais começaram a ser produzidos em março do ano passado, durante a pandemia, assim como alguns  vídeos referentes a esses temas", diz Shalom Pôrto. "O projeto permite que o aluno de Medicina possa se enxergar como promotor da saúde, então eu acho que essa é a principal contribuição que o projeto traz para a formação do futuro médico, além da formação mais humana que você associa à vivência deste aluno na prática. E a gente traz a arte associada a tudo isso", explica a coordenadora do projeto. 
 
Entre os materiais produzidos está a Cartilha de Alongamento, que traz aspectos importantes da nova rotina a partir do ensino remoto. A ideia principal é diminuir os desconfortos musculares e prevenir problemas decorrentes da postura inadequada na hora dos estudos. "Para fazer essa cartilha, nós nos inspiramos na nossa própria situação enquanto alunos do EaD. Por passarmos muito tempo sentados, queríamos ajudar quem também estava sendo aluno desse mesmo formato de aulas. Uma das integrantes, Débora Lemos, também é fisioterapeuta e se dispôs a montar exercícios para a nossa cartilha", conta a estudante Viviane Brito, co-autora deste material ao lado de Alexandre Beltrão, Aline Ferreira, Ana Beatriz de Oliveira, Débora Lemos, Gabriel de Alencar, José Albano Filho, Shalom Pôrto e Viviane Brito. 
 
Para falar sobre a importância de uma alimentação saudável, o LudEduc em Saúde criou a cartilha "A importância dos Nutrientes". De forma didática e com ilustrações, o livro mostra para as crianças quais os nutrientes encontrados em diferentes tipos de alimentos e destaca a importância da realização de refeições saudáveis. Além disso, também acompanha a publicação um jogo de cartas desenvolvido pelos estudantes, desenvolvido para tornar o aprendizado ainda mais prazeroso. 
 
"A gente nota que muitas crianças estão em casa, às vezes sem receber a merenda da escola, então a gente viu nisso a importância de falar sobre alimentação saudável. Esse é um tema que na pandemia ganhou ainda mais importância, visto que muitas delas estão em casa e dependem da alimentação proporcionada pelos pais. Então o objetivo é que tanto as crianças quanto os pais entendam a importância de uma alimentação saudável", destaca a estudante Isabelle Rodrigues. Além dela, são autores do material Alexandre Beltrão, Déborah Nayanne Muniz, Shalom Pôrto e Júlia Santos. Nas redes sociais do projeto LudEduc em Saúde também é possível encontrar alguns vídeos que ensinam técnicas de alongamento.
 
As temáticas abordadas nos materiais produzidos pelo LudEduc em Saúde, em muitos casos, são sugeridas a partir do diálogo da coordenação do projeto com representantes das escolas visitadas. É o caso do Manual LudEduc contra o Bullying, que foi pensado a partir de uma visita realizada em 2019 a uma escola municipal de Olinda. O manual trata do assunto a partir do diálogo entre dois personagens e foi produzido por Alexandre Beltrão, Gabriella Praciano, Jéssica Barros, Renata de Jesus e Shalom Pôrto.
 
"A gente resolveu fazer um manual bem explicativo, que começa com duas crianças conversando sobre o que é o bullying e durante o manual nós explicamos a forma que ele acontece, como a pessoa pode se sentir quando é vítima, quem são as pessoas que praticam, como identificar o bullying e como fazer para procurar ajuda. A ideia também é que o material sirva para os pais possam ensinar sobre o assunto para as crianças", diz Jéssica Barros. 
 
O outro material produzido é Ludcalizando a Saúde: o som da educação em saúde, um guia musical com canções inéditas compostas por estudantes do projeto de extensão que tem como intuito ensinar enquanto diverte as crianças. As músicas, compostas pelos estudantes Vinícius Marques, Paloma Lucas e Ícaro Alves, falam sobre temas como a importância da vacinação, saúde bucal e lavagem das mãos. Também são autores do projeto Alexandre Beltrão, Ana Beatriz de Oliveira, Shalom Pôrto e Viviane Brito.
 
 
A música sempre fez parte da vida do estudante Vinícius Marques, atualmente no 9º período do curso de Medicina. Filho de pai maestro e professor de música, ele conta que desde criança sempre teve interesse por instrumentos musicais e pelo canto. "Meu pai costumava dizer que a música é a arte de manifestar os diversos afetos de nossa alma. Levei isso para minha vida e, por isso, a música tem um significado tão singular para mim", conta o estudante. "No nosso projeto, surgiu a ideia de usar a música como uma ferramenta educacional, visto que, quando se trata de emoções, é mais fácil memorizar um dado momento ou informação. Foi prazeroso ver nascer canções envolventes e que possuem o potencial de alcançar a atenção das crianças com a arte e, ainda por meio dela, despertar seu interesse pelo assunto proposto", completa Lucas.
 
Paloma Lucas também sempre esteve envolvida com música e toca violão desde criança. Ela conta que a música sempre contribuiu para memorizar conteúdos e otimizar a concentração. "A cartilha foi fruto de muito esforço, muito desafiador. Desenvolveu habilidades que eu nem sabia que tinha. Mas com o incentivo de saber que aquele material tinha um destino para as crianças, foi não só desafiador, mas foi muito prazeroso. Escolher os temas que abarcasse as diferentes faixas etárias das crianças sem comprometer o estímulo cognitivo, que é um de nossos objetivos, e incluir a saúde, exigiu um empenho progressivo e intenso", diz a estudante. "O nosso projeto preconiza o lúdico e, para isso, a criatividade é estimulada o tempo inteiro entre os nossos integrantes. O ponto diferencial é que não só temos a criatividade sendo estimulada, mas também entra uma aplicação de conhecimentos científicos. Nós unimos os dons de nossos integrantes que tocam instrumentos e cantam com estudos pedagógicos e de educação em saúde para alcançar as crianças da melhor maneira possível", explica Paloma. 
 
"O médico tem que ter habilidades que não fiquem restritas à medicina curativa. Ele tem que ser capaz de intervir na população, no território, com práticas de prevenção de doenças e promoção da saúde. E a atividade educativa infantil, lúdica, permite que esse futuro profissional médico tenha essa competência, seja um médico com mais qualidade para servir à população", diz Alexandre Beltrão, professor do curso de Medicina e colaborador do projeto. 
 
Sobre o LudEduc em Saúde
O LudEduc em Saúde é um projeto de extensão do curso de Medicina da Unicap. Atualmente,  22 alunos do curso de Medicina e uma aluna da graduação em Pedagogia participam do projeto. Os graduandos realizam atividades sobre educação em saúde com alunos de escolas municipais de Recife e Olinda, com o objetivo de lançar mão dos conhecimentos adquiridos dentro do ambiente universitário por meio da utilização de ferramentas lúdicas. 
 
 
Gostei.
Compartilhar

Aplicações Aninhadas

Expediente - Coluna 1

EXPEDIENTE

EDIÇÃO:
Paula Losada (1.652 DRT/PE)
Daniel França (3.1120 DRT/PE)
Dell Souza (6.869 DRT/PE)
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

SECRETARIA:
Dora Santana

PRODUÇÃO DE VÍDEO:
Luca Pacheco

Expediente - Coluna 2

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO:
Nildo Ferreira (2.052 DRT/PE)

DESIGNER:
Java Araújo

WEB DESIGNER E REDES SOCIAIS:
Kiko Secchim, SJ
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

Expediente - Coluna 3

REDAÇÃO E FOTOGRAFIA:
Carla Siqueira,
Júlia Farias,
Luíz Antonio Cardoso.
(estagiários)

CONTATO:
Rua do Príncipe, 526,
Bloco R, sala 117,
Boa Vista, Recife-PE.
Cep: 50050-900.
Telefone: (81) 2119.4010.
E-mail: assecom@unicap.br

Título Notícias Acontece na Unicap

Publicador de Conteúdos e Mídias

Logo Semana Teológica.jpeg

XXV SEMANA TEOLÓGIA DA UNICAP

A SINODALIDADE NA IGREJA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS (21 a 23 de setembro 2021) Apresentação Como afirma o Documento da Comissão Teológica Internacional...

A SINODALIDADE NA IGREJA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS (21 a 23 de setembro 2021) Apresentação Como afirma o Documento...

ARTE - FOTOGRAFIA E SOCIEDADE.jpeg

FOTOGRAFIA E SOCIEDADE: MEMÓRIA, IDENTIDADE E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

Objetivos: Geral: Por meio da disciplina ministrada nesse curso buscamos demonstrar que na atualidade podemos perceber uma multiplicidade de “reais”,...

Objetivos: Geral: Por meio da disciplina ministrada nesse curso buscamos demonstrar que na atualidade podemos...

WhatsApp Image 2021-09-17 at 11.53.54.jpeg

LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA

Objetivos: Geral: Caracterizar os elementos que fundamentam a linguagem cinematográfica, observando suas formas clássicas e contemporâneas, historicizando as...

Objetivos: Geral: Caracterizar os elementos que fundamentam a linguagem cinematográfica, observando suas formas...

PADRE LUCIO.png

8ª Semana Socioambiental da Unicap discute preservação da Mata Atlântica 

A Universidade Católica de Pernambuco, por meio do Instituto Humanitas Unicap (IHU), promoveu a 8ª edição da Semana Socioambiental. O evento, realizado entre...

A Universidade Católica de Pernambuco, por meio do Instituto Humanitas Unicap (IHU), promoveu a 8ª edição da Semana...