Exposição: O Vento Sopra Onde Quer

Publicado Por: Lúcia Belian
11 set 2017
Gostei.
Compartilhar

 

     Adélia Carvalho, nossa Irmã Adélia, uma das meninas do Grupo de Estudo do nosso Observatório das Religiões, é missionária salesiana mas é também artista plástica: transmite espiritualidade pela arte, como pinta a sua vida religiosa com a maior beleza. Adélia é uma Artista da Caminhada, retrata em seus quadros engajados a vida sofrida das nossas Severinas e Severinos, mas sobretudo simboliza a esperança do povo afrolatíndio de alcançar justiça socioambiental, em uma sociedade de Bem Viver. A irmã é também animadora de Comunidades Cristãs de Base e facilitadora do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos, onde desenvolve aprendizagens lúdicas para sermos mais descentrad os e cuidadosos com os outros.

Seus quadros, como os dos textos sagrados bem interpretados, destacam as figuras humanas: para revelar que ali na esquina está o divino e nos olha, naquela prisão, hospital ou favela… Onde a carne sofre, aí está Jesus, crucificado; onde a carne ama, cuida e se relaciona, aí está o Cristo, glorificado.

Adélia é uma pessoa íntegra, de gestos ternos e traços que encantam. Ensaia a estética de um outro mundo possível, onde a própria espiritualidade cristã transborda e se torna relacional e inclusiva, rompendo fronteiras entre sagrado e profano, criando pontes alterativas entre identidades que se estranham. Suas figuras tão humanas, que só podem ser divinas, vivem fazendo roda e dançando ciranda, criando um vazio entre diferentes culturas e religiões. A pintura de Adélia sugere sempre espaço para um misterioso “terceiro”, entre e além. E por isso desperta para a mais autêntica mística.

Esse “terceiro incluído” na sua arte remete à busca de um outro nível de realidade, àquela ética de amorosidade, que pode religar pessoas antagônicas em uma fé que se faz silêncio ou atitude de cuidado pelos outros e pelo nosso meio ambiente. A Irmã Adélia ajuda a gente a entrecruzar caminhos entre e para além das religiões formais. Pois, afinal, os templos apontam para o além: se ficarmos apenas olhando os templos, perderemos o céu estrelado e o seu reflexo: em nosso interior, na natureza e na história, nos olhos do outro. Obrigado, Adélia!

Gilbraz Aragão

Data: De 12 a 30 de setembro de 2017
Local: Hall da Biblioteca
Horário: 9h às 21h
Entrada franca
Informações: 81 2119-4252 / 4257

WhatsApp Image 2021-12-01 at 18.11.16.jpeg

Capuchinhos vão unificar formação em Teologia e Filosofia na Unicap

O novo ministro provincial dos Capuchinhos, Frei Franklin de Edimar Teixeira Diniz, visitou a Universidade Católica de Pernambuco na tarde desta quarta-feira...

O novo ministro provincial dos Capuchinhos, Frei Franklin de Edimar Teixeira Diniz, visitou a Universidade Católica...

Bolsas 100%_img.jpeg

Bolsas 100% para Letras-Português, Matemática e Pedagogia

A Católica está com 320 bolsas de 100% para os cursos de Pedagogia (160), Matemática (80) e Letras Português (80) presenciais. Os interessados podem...

A Católica está com 320 bolsas de 100% para os cursos de Pedagogia (160), Matemática (80) e Letras Português (80)...

WhatsApp Image 2021-12-01 at 11.06.04.jpeg

Arquidiocese conta com a sua solidariedade

  O arcebispo metropolitano e presidente da Santa Casa de Misericórdia do Recife, Dom Fernando Saburido, convoca a população para aderir à campanha...

  O arcebispo metropolitano e presidente da Santa Casa de Misericórdia do Recife, Dom Fernando Saburido,...

capa1.jpeg

3ª FLITIN - Feira do Livro Infantil - 2 a 5/12/2021. Nos jardins da Academia Pernambucana de Letras

A Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) promove a 3ª Feira da Literatura Infantil (Flitin), que acontecerá entre os dias 2 a 5 de dezembro nos...

A Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) promove a 3ª Feira da Literatura Infantil (Flitin), que acontecerá...