Indústrias Criativas (PPGIC)

ícone professor

Corpo Docente

ícone grupo de pesquisa

Grupos de Pesquisa

ícone documento

Documentos

ícone aluno

O Programa


O Mestrado Profissional em Indústrias Criativas sintetiza a interação de diferentes ramos do conhecimento voltados à produção e à difusão de bens cujo maior valor é a criatividade. Seu principal objetivo é contribuir para a resolução de problemas em ambientes de convergência midiática.

O curso une em torno dos chamados setores criativos elementos de Jornalismo, Jogos Digitais, Fotografia, Relações Públicas, Economia, Arquitetura, Direito, Publicidade e Propaganda. Nesse sentido, os egressos do Mestrado Profissional em Indústrias Criativas estarão aptos a desenvolver suas habilidades com excelência em contextos de mercados cada vez mais híbridos, não somente em relação a linguagens e narrativas, mas também em termos de modelos de negócios.

Trata-se, portanto, uma excelente oportunidade para que profissionais já inseridos nesse contexto aprimorem e sofistiquem seus procedimentos. Ao mesmo tempo, o curso oferece a possibilidade de uma inserção qualificada àqueles que pretendem empreender no setor das Indústrias Criativas.

O Mestrado será integralizado no prazo máximo de 24 meses (equivalente a quatro semestres), prorrogável em situações excepcionais por, no máximo, seis meses. Será disponibilizado um total de 25 vagas por processo seletivo.

É imprescindível o atendimento de duas etapas à obtenção de título de Mestre: (i) cumprimento mínimo de 30 créditos (disciplinas, seminários, congressos, publicação) e produção do trabalho de conclusão de curso (produto experimental final).

Objetivo geral

O Mestrado tem como objetivo principal qualificar profissionais com base no estudo interdisciplinar de técnicas, processos e métodos para atender demandas reais do setor produtivo das indústrias criativas. Assim, o egresso estará apto a refletir sobre seu campo de atuação, visualizar novas oportunidades de negócios e encontrar soluções para problemas objetivos de mercado.

 

Objetivos específicos

  1. qualificar profissionais e empresários ligados a atividades criativas (autônomos, vinculados a entidades públicas, privadas ou do terceiro setor) e produtores de conteúdo multiplataforma sob a égide da inovação, do empreendedorismo e da criatividade, a fim de fomentar o desenvolvimento regional e nacional;

 

  1. tornar os egressos aptos a desenvolver suas habilidades com excelência em contextos de mercados cada vez mais híbridos, não somente em relação a linguagens e narrativas, mas também em termos de modelos de negócios;

 

  1. integrar diferentes ramos do conhecimento em torno de aspectos voltados à produção e difusão de bens cujo maior valor é a criatividade a eles agregada;

 

  1. contribuir para a resolução de problemas em ambientes de convergência midiática, não somente por meio da busca de soluções operacionalizáveis e tecnologicamente inteligentes, mas também através da formação de mão-de-obra qualificada.

 

 

Componentes curriculares

As disciplinas se dividem conforme classificação abaixo:

1) Módulo Obrigatório Comum: constituído por duas disciplinas obrigatórias para todos os alunos do mestrado, oferecidas sequencialmente, uma em cada semestre (45 horas/aula e 3 créditos cada).

1.1. Disciplina obrigatória comum: Criatividade e Processos Criativos (Ementa), oferecida no primeiro semestre;

1.2. Disciplina obrigatória comum: Metodologia de Pesquisa Aplicada (Ementa), oferecida no segundo semestre.

 

2) Módulo Obrigatório Específico: constituído por uma disciplina obrigatória para todos os alunos a depender da respectiva linha de pesquisa (45 horas/aula e 3 créditos cada)

2.1. Linha 1: Narrativas transmidiáticas (Ementa), oferecida no primeiro semestre;

2.2. Linha 2: Poder e consumo na sociedade contemporânea (Ementa), oferecida no primeiro semestre.

 

3) Módulo de Eletivas: constituído por, ao menos, três disciplinas eletivas a serem escolhidas pelo aluno, independente da linha de pesquisa por ele adotada (45 horas/aula e 3 créditos cada).

3.1. Linha 1:

3.1.1. Gamificação (Ementa)

3.1.2. Arte, Cultura e Tecnologia (Ementa)

3.1.3. Gestão Estratégica de Produtos Criativos (Ementa)

3.1.4. Linguagens Audiovisuais (Ementa)

3.1.5. Design da Informação (Ementa)

3.1.6. Mídias Digitais (Ementa)

 

3.2. Linha 2:

3.2.1. Propriedade Intelectual (Ementa)

3.2.2. Gestão e Mercado (Ementa)

3.2.3. Tópicos Avançados em Indústrias Criativas (Ementa)

3.2.4. Políticas Públicas e Cidades Criativas (Ementa)

3.2.5. Empreendedorismo e Inovação (Ementa)

3.2.6. Políticas de Comunicação e de Cultura (Ementa)

Corpo docente

O corpo docente permanente do Mestrado é formado por 11 professores/pesquisadores distribuídos em duas linhas de pesquisa da seguinte forma:

 

Linha 1: Tecnologias, Linguagens e Produtos

ALEXANDRE FIGUEIROA FERREIRA

Docente da UNICAP desde 1992, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1984), mestre em Artes (USP, 1990), doutor em Études Cinématographiques et Audiovisuels (Université de Paris III-Sorbonne-Nouvelle, 1999), com pós-doutoramento (Department of Film, Theatre & Television – University of Reading, 2015- 2016). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de crítica cultural transmidiática e produção cinematográfica. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual. É o líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea.

 

ALINE MARIA GREGO LINS

Docente da UNICAP desde 1988, graduada em Jornalismo (UNICAP, 1981) e em Pedagogia (UFPE, 1985), mestra em Educação (FGV-RJ, 1993) e doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 2000). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em telejornalismo. Como pesquisadora, tem se dedicado à investigação nos campos da televisão e da história da imprensa. É vice-líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea. Atualmente, é a diretora regional da INTERCOM no Nordeste e Pró-Reitora Acadêmica da UNICAP.

 

ANTHONY JOSE DA CUNHA CARNEIRO LINS

Doutor em Biotecnologia pelo programa Renorbio (Fevereiro/2018), vinculado à Universidade Federal Rural de Pernambuco, tendo como tema de pesquisa Aplicação de Aprendizagem de Máquina no Diagnóstico de Declínio Cognitivo e Demência de Alzheimer baseado em Testes Cognitivos e Marcadores Genéticos. Possui título de Mestre em Engenharia da Computação, com ênfase em Computação Inteligente, pela Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco (Agosto/2012). Possui vasta experiência na área de Tecnologia da Informação, com ênfase em Linguagens de Programação e projetos de inovação, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis, prospecção de negócios, sistemas inteligentes, e jogos.

 

CLÁUDIO ROBERTO DE ARAÚJO BEZERRA

Docente da UNICAP desde 2001, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1997), mestre em Comunicação (UFPE, 2001) e doutor em Multimeios (UNICAMP, 2009). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de produção audiovisual, em TV e em produtoras independentes. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual, com ênfase no cinema documentário.

 

 

BRENO JOSÉ ANDRADE DE CARVALHO

Docente da UNICAP desde 2006, graduado em Relações Públicas (UNICAP, 1999), mestrado em Design (UFPE, 2014) e doutorando em Design (UFPE, 2015-2018). Atua nos cursos de Jogos Digitais, Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de Comunicação Visual, Web Design e desenvolvimento de games, com ênfase em processos de criação e edição em multiplataformas. Como pesquisador, atua principalmente nos seguintes temas: identidade visual, marca mutante, marca mutante jogável, interface, doodle, cultura, games, UX e tecnologias 3D.

 

DARIO BRITO ROCHA JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2009, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2001), mestre em Linguística (UFPE, 2005) e doutorando em Design (UFPE, 2012-2016). Atua nos cursos de Jornalismo, Jogos Digitais e Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em crítica cultural e reportagem em jornalismo impresso e online. Como pesquisador, atua principalmente no estudo de linguagens, narrativas digitais, design da informação, produção de moda e indumentária de personagens.

 

Linha 2: Gestão, Mercado e Sociedade

CHRISTIANNE SOARES FALCÃO E VASCONCELOS

Docente da UNICAP desde 2014, graduada em Arquitetura e Urbanismo (UFPE, 2000), mestre e doutora em Design (UFPE, 2009 e 2014), este último em convênio com a University Central Florida (UCF). Atua no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICAP e participa do grupo de pesquisa Estudos da Arquitetura da Cidade. Possui experiência nas áreas de Arquitetura, Design e Ergonomia, atuando principalmente em Projeto Arquitetônico; Ergonomia do Ambiente Construído (percepção, avaliação e adequação de espaços e produtos) e Projeto do Produto (usabilidade e experiência do usuário (UX)).

 

CLARICE MARINHO

Docente da UNICAP desde 1996, graduada em Direito (UFPE, 1985), mestra em Master of Laws – LLM pela London School of Economics and Political Science (LSE, 1989), doutora em Ciência da Computação (UFPE, 2014), com período sanduíche em Queen Mary – University of London (Orientador: Chris Reed). Atua no curso de Direito da UNICAP. Como profissional e pesquisadora, atua nas áreas de direito eletrônico, informática jurídica, direito civil, propriedade intelectual e computação em nuvem.

 

JOÃO GUILHERME DE MELO PEIXOTO

Docente da UNICAP desde 2013, graduado em Jornalismo (UFPE, 2009), mestre em Comunicação (UFPE, 2012), doutor em Comunicação (UFPE, 2016), com período sanduíche em Universidad de Navarra (Orientador: Ramón Salaverría). Atua no curso de Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em assessoria de comunicação, com ênfase em gestão estratégica da informação. Como pesquisador, investiga o impacto das mudanças tecnológicas nas esferas de produção, edição e circulação/consumo da fotografia em tempos de convergência digital.

 

JOSÉ ALEXANDRE FERREIRA FILHO

Docente da UNICAP desde 1999, graduado em Engenharia Elétrica (UFPE, 1989), mestre em Economia (UFPE, 1993), doutor em Ciência Política (UFPE, 2006) e pós-doutorado pela Columbia University in the City of New York, onde foi Visiting Scholar do Institute of Latin American Studies (Ilas, 2009). Atua nos cursos de Economia e Direito da UNICAP. Como profissional, atual como auditor Fiscal do Tesouro Estadual da Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco. Como pesquisador, dedica-se à investigação nas áreas de Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.

 

JULIANO MENDONÇA DOMINGUES DA SILVA

Docente da UNICAP desde 2010, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2004) e em Ciências Sociais (UFPE, 2006), mestre em Ciência Política (UFPE, 2010), doutor em Ciência Política (UFPE, 2015), com pós-doutoramento em andamento (UFBA, 2016-2017). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de telejornalismo, radiojornalismo, jornalismo opinativo impresso e produção audiovisual. Como pesquisador, estuda a relação entre mídia e democracia, com ênfase em políticas públicas de comunicação e cultura. É coordenador do Grupo de Pesquisa Políticas e Estratégias de Comunicação da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM).

 

LUIZ CARLOS PINTO JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2014, graduado em Jornalismo (UFPE, 1999), mestre em Sociologia (UFPE, 2005), doutor em Sociologia (UFPE, 2010). Atua nos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação repórter e editor em jornais impressos e assessorias de imprensa, além de atuar na área de webjornalismo. Como pesquisador, dedica-se à investigação de fenômenos frutos da intersecção entre cultura, tecnologia e política, com ênfase em web ativismo, tecnologias da informação e tecnologias livres.

Clique e confira as disciplinas e seminários oferecidos pelo PPGIC no primeiro semestre de 2021.


> Presidente/Chanceler

Pe. Mieczyslaw Smyda, S.J.
Provincial dos Jesuítas do Brasil

> Reitor

Prof. Dr. Pe. Pedro Rubens Ferreira Oliveira, S.J.

> Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação

Profa. Dra. Valdenice José Raimundo

> Coordenadora de Pós-graduação
Profa. Dra. Roberta Varginha Ramos Caiado

> Coordenador Geral de Pesquisa
Prof. Dr. Dario Brito Rocha Júnior

>>Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Indústrias Criativas
Prof. Dr. Luiz Carlos Pinto Júnior
E-mail.: lula.pinto@unicap.br 

Secretaria de Registros e Controle Acadêmico
 

Secretaria Administrativa
Sérgio de Araújo Wanderley

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

Rua Almeida Cunha, 245, Bloco G4, Térreo
Boa Vista, Recife – PE, Brasil – CEP: 50.050-480

Horário de Atendimento:
Segunda a sexta-feira 8h30 às 11h / 12h às 16h  / 17h às 21h30

Fone (também Whatsapp)

(81) 99146-6993

Email
secretariastrictosensu@unicap.br e ppgcriativas@unicap.br


Linha 1 – Tecnologias, linguagens e produtos

A presente linha de pesquisa se propõe a analisar como tecnologias, estratégias narrativas e processos de elaboração e circulação de produtos se relacionam no ambiente das indústrias criativas. Essa relação será investigada a partir de tecnologias e produtos frutos da interdisciplinaridade entre diferentes campos de atividade e de conhecimento, como comunicação, games, publicidade, design, fotografia, moda, música, audiovisual e computação, entre outros. Os projetos desenvolvidos nesta linha objetivam analisar padrões estético-narrativos vigentes, identificar tendências e, ao mesmo tempo, propor ações inovadoras para solucionar problemas identificados no mercado.

 

Linha 2 – Gestão, Mercado e Sociedade

Os estudos inseridos nesta linha de pesquisa investigam a relação entre gestão da tecnologia, estruturas de mercado e sociedade no contexto de novos modelos de negócio da indústria criativa. São seus objetos de estudo questões relacionadas a processos de interação estratégica entre os principais atores políticos, sociais e econômicos presentes nesse cenário, com ênfase em seus interesses e ações inovadoras e empreendedoras. Os projetos desenvolvidos nesta linha buscam compreender como esses processos estruturam, mantêm ou modificam relações de poder e de consumo na sociedade contemporânea, bem como propor soluções em termos de políticas e gestão de comunicação e cultura.

 

Linha 1: Tecnologias, Linguagens e Produtos

 

 

ALEXANDRE FIGUEIROA FERREIRA

Docente da UNICAP desde 1992, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1984), mestre em Artes (USP, 1990), doutor em Études Cinématographiques et Audiovisuels (Université de Paris III-Sorbonne-Nouvelle, 1999), com pós-doutoramento (Department of Film, Theatre & Television – University of Reading, 2015- 2016). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de crítica cultural transmidiática e produção cinematográfica. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual. É o líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea.

 

ALINE MARIA GREGO LINS

Docente da UNICAP desde 1988, graduada em Jornalismo (UNICAP, 1981) e em Pedagogia (UFPE, 1985), mestra em Educação (FGV-RJ, 1993) e doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 2000). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em telejornalismo. Como pesquisadora, tem se dedicado à investigação nos campos da televisão e da história da imprensa. É vice-líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea. Atualmente, é a diretora regional da INTERCOM no Nordeste e Pró-Reitora Acadêmica da UNICAP.

 

CLÁUDIO ROBERTO DE ARAÚJO BEZERRA

Docente da UNICAP desde 2001, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1997), mestre em Comunicação (UFPE, 2001) e doutor em Multimeios (UNICAMP, 2009). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de produção audiovisual, em TV e em produtoras independentes. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual, com ênfase no cinema documentário.

 

 

BRENO JOSÉ ANDRADE DE CARVALHO

Docente da UNICAP desde 2006, graduado em Relações Públicas (UNICAP, 1999), mestrado em Design (UFPE, 2014) e doutorando em Design (UFPE, 2015-2018). Atua nos cursos de Jogos Digitais, Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de Comunicação Visual, Web Design e desenvolvimento de games, com ênfase em processos de criação e edição em multiplataformas. Como pesquisador, atua principalmente nos seguintes temas: identidade visual, marca mutante, marca mutante jogável, interface, doodle, cultura, games, UX e tecnologias 3D.

 

DARIO BRITO ROCHA JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2009, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2001), mestre em Linguística (UFPE, 2005) e doutorando em Design (UFPE, 2012-2016). Atua nos cursos de Jornalismo, Jogos Digitais e Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em crítica cultural e reportagem em jornalismo impresso e online. Como pesquisador, atua principalmente no estudo de linguagens, narrativas digitais, design da informação, produção de moda e indumentária de personagens.

 

Linha 2: Gestão, Mercado e Sociedade

 

CHRISTIANNE SOARES FALCÃO E VASCONCELOS

Docente da UNICAP desde 2014, graduada em Arquitetura e Urbanismo (UFPE, 2000), mestre e doutora em Design (UFPE, 2009 e 2014), este último em convênio com a University Central Florida (UCF). Atua no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICAP e participa do grupo de pesquisa Estudos da Arquitetura da Cidade. Possui experiência nas áreas de Arquitetura, Design e Ergonomia, atuando principalmente em Projeto Arquitetônico; Ergonomia do Ambiente Construído (percepção, avaliação e adequação de espaços e produtos) e Projeto do Produto (usabilidade e experiência do usuário (UX)).

 

CLARICE MARINHO

Docente da UNICAP desde 1996, graduada em Direito (UFPE, 1985), mestra em Master of Laws – LLM pela London School of Economics and Political Science (LSE, 1989), doutora em Ciência da Computação (UFPE, 2014), com período sanduíche em Queen Mary – University of London (Orientador: Chris Reed). Atua no curso de Direito da UNICAP. Como profissional e pesquisadora, atua nas áreas de direito eletrônico, informática jurídica, direito civil, propriedade intelectual e computação em nuvem.

 

JOÃO GUILHERME DE MELO PEIXOTO

Docente da UNICAP desde 2013, graduado em Jornalismo (UFPE, 2009), mestre em Comunicação (UFPE, 2012), doutor em Comunicação (UFPE, 2016), com período sanduíche em Universidad de Navarra (Orientador: Ramón Salaverría). Atua no curso de Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em assessoria de comunicação, com ênfase em gestão estratégica da informação. Como pesquisador, investiga o impacto das mudanças tecnológicas nas esferas de produção, edição e circulação/consumo da fotografia em tempos de convergência digital.

 

JOSÉ ALEXANDRE FERREIRA FILHO

Docente da UNICAP desde 1999, graduado em Engenharia Elétrica (UFPE, 1989), mestre em Economia (UFPE, 1993), doutor em Ciência Política (UFPE, 2006) e pós-doutorado pela Columbia University in the City of New York, onde foi Visiting Scholar do Institute of Latin American Studies (Ilas, 2009). Atua nos cursos de Economia e Direito da UNICAP. Como profissional, atual como auditor Fiscal do Tesouro Estadual da Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco. Como pesquisador, dedica-se à investigação nas áreas de Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.

 

JULIANO MENDONÇA DOMINGUES DA SILVA

Docente da UNICAP desde 2010, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2004) e em Ciências Sociais (UFPE, 2006), mestre em Ciência Política (UFPE, 2010), doutor em Ciência Política (UFPE, 2015), com pós-doutoramento em andamento (UFBA, 2016-2017). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de telejornalismo, radiojornalismo, jornalismo opinativo impresso e produção audiovisual. Como pesquisador, estuda a relação entre mídia e democracia, com ênfase em políticas públicas de comunicação e cultura. É coordenador do Grupo de Pesquisa Políticas e Estratégias de Comunicação da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM).

 

LUIZ CARLOS PINTO JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2014, graduado em Jornalismo (UFPE, 1999), mestre em Sociologia (UFPE, 2005), doutor em Sociologia (UFPE, 2010). Atua nos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação repórter e editor em jornais impressos e assessorias de imprensa, além de atuar na área de webjornalismo. Como pesquisador, dedica-se à investigação de fenômenos frutos da intersecção entre cultura, tecnologia e política, com ênfase em web ativismo, tecnologias da informação e tecnologias livres.

Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea

 

Cadastrado no CNPq, o Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea apresenta duas linhas de pesquisa: (i) Linguagens audiovisuais; e (ii) Mídia, comercialização e transformação de produtos culturais. Ele é coordenado pelo professor doutor Alexandre Figueiroa e vice-coordenado pela professora doutora Aline Maria Grego Lins – ambos membros do corpo docente da presente proposta de Mestrado Profissional. Todos os 12 professores do Mestrado integram o Grupo de Pesquisa.

Seu histórico inclui pesquisas relevantes, a exemplo do projeto “Os limites entre o cinematográfico e o televisivo na obra de Guel Arraes”. A produção de Guel Arraes foi analisada sob o ponto de vista da interdisciplinaridade, em que dialogam os estudos audiovisuais, a cultura popular, a semiótica, a sociologia da comunicação e as teorias do cinema. Essa pesquisa também deu origem a artigos, ao livro "Guel Arraes, um inventor no audiovisual brasileiro", além de participações em congressos.

Entre 2007 e 2010, o grupo desenvolveu a pesquisa “As reinvenções do discurso religioso nas mídias audiovisuais em programas televisivos pernambucanos”. O projeto se propôs a realizar uma análise das estratégias e operações utilizadas com a imagem nos programas televisivos neopentecostais pernambucanos para demonstrar como elas reproduzem e validam este discurso.

O projeto seguinte, intitulado “Cenário de convergência midiática na produção de conteúdos em sistemas de comunicação regionais” aprofundou ainda mais essa tendência de análise interdisciplinar. Dele, originou-se a publicação em livro "Processos de Convergência Midiática - um estudo do Sistema JC".

O Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea deu início ao projeto “Cinema documentário em Pernambuco no século XX”. Seu principal objetivo foi levantar o histórico da produção dos documentários em película e em vídeo realizados em Pernambuco no século XX.

O grupo também passou a se dedicar ao projeto de pesquisa “A produção jornalística e cinematográfica de Fernando Spencer e sua contribuição à cultura pernambucana”. O seu objetivo principal é levantar, catalogar e sistematizar a crítica cinematográfica jornalística e sua produção audiovisual. O projeto se encontra em andamento.

Uma das metas do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea é ampliar a cooperação com pesquisadores de diferentes campos do conhecimento. O atual projeto de pesquisa, intitulado “Estudo exploratório da indústria criativa em Pernambuco”, já é parte desse processo. Sua proposta principal é empreender um estudo exploratório essencialmente interdisciplinar acerca das indústrias criativas no Estado, tendo como objeto o caso do Porto Digital. Ao todo, 13 pesquisadores integram esse projeto de pesquisa, dos quais sete doutores, cinco doutorandos e um mestre. Alunos de graduação também estão envolvidos na proposta. Um total de 25 estudantes compõe o quadro de bolsistas do Programa de Iniciação Científica (Pibic).

 

 

Createch 

 

          Fundado no ano de 2019, o Createch - Tecnologias Aplicadas ao Desenvolvimento de Soluções e Produtos em Indústrias Criativas tem duas linhas principais de atuação: a) Práticas tecnológicas disruptivas adaptadas a diferentes contextos e b) Reconfigurações nos processos de criação, gestão, circulação e consumo. O grupo tem como líderes os professores Dario Brito Rocha Júnior (dario.brito@unicap.br) e João Guilherme de Melo Peixoto (joao.peixoto@unicap.br)

Alexandre Figueiroa Ferreira 

- Produção, circulação e recepção do audiovisual contemporâneo.

 

Aline Maria Grego Lins

- Laboratórios Climáticos: fortalecendo a capacidade de investigação e inovação na América Latina, através de laboratórios de co-criação para mitigação e adaptação a ligações/mudanças climáticas.

- Produção, Circulação e recepção de produtos audiovisuais contemporâneos.

 

Anthony Jose Da Cunha Carneiro Lins

- Previsão de falhas para manutenção em sistemas elétricos usando deep learning em big data.

- Novos processos nas Indústrias Criativas: os impactos da inovação e da criatividade na concepção e utilização das tecnologias.

- Práticas tecnológicas disruptivas adaptadas a diferentes contextos.

- Climate Labs: Strengthening applied research and innovation capacities in Latin-America through co-creation labs for mitigation and adaptation to Climate Change (UNICAP, Ucaldas, UQ, UTP, UM, UDG, TEC, PUCRS, PUCPR, UL, UDG, UV)

 

Christianne Soares Falcao

- As tecnologias emergentes no processo criativo

 

Clarice Marinho Martins

- Inteligência artificial: intersecção entre a ciência jurídica e a tecnologia.

- Diagnóstico empírico sobre a produtividade e a funcionalidade do PJE em comparação com o sistema de processo físico tradicional.

- Contrato de computação em nuvem: estudo comparado entre Brasil e União Europeia

 

Claudio Roberto de Araujo Bezerra

- Indústrias Criativas audiovisuais luso-brasileiras. estudo comparado das políticas públicas federais para o fomento do audiovisual no Brasil e em Portugal

 

Dario Brito da Rocha Júnior

- Novos processos nas Indústrias Criativas: os impactos da inovação e da criatividade na concepção e utilização das tecnologias.

- Práticas tecnológicas disruptivas adaptadas a diferentes contextos.

- Laboratórios climáticos: fortalecendo a capacidade de investigação e inovação na América Latina através de laboratórios de co-criação para mitigação e adaptação a ligações climáticas/mudanças climáticas.

- Produção, Circulação e Recepção do Audiovisual Contemporâneo.

- Climate Labs: Strengthening applied research and innovation capacities in Latin-America through co-creation labs for mitigation and adaptation to Climate Change (UNICAP, Ucaldas, UQ, UTP, UM, UDG, TEC, PUCRS, PUCPR, UL, UDG, UV)

 

Joao Guilherme de Melo Peixoto 

- Mapeamento de experiências inovadoras no fotojornalismo pernambucano.

- Desafios e perspectivas no processo de formação docente de agentes públicos em espaços educacionais denominados.

- Práticas tecnológicas disruptivas adaptadas a diferentes contextos.

- Novos processos nas Indústrias Criativas: os impactos da inovação e da criatividade na concepção e utilização das tecnologias.

- Entre a teoria e a prática: manuais de fotojornalismo e os novos conceitos para a atividade

 

José Alexandre Ferreira

- Abordagem estatística para a modelagem de dados reais em diversas áreas de conhecimento: ênfase concepção de indicadores de impacto e na aplicação de modelos incondicionais e de regressão.

 

Juliano Domingues

- Índice Chapultepec de Libertad de Expresión y de Prensa en las Américas de la Sociedad Interamericana de Prensa.

- What do the numbers say about Media and Democracy? Measuring and mapping TV market concentration in Latin America

 

Luiz Carlos Pinto da Costa Junior

- Mapeamento de inovação em metodologias, práticas de aprendizagem e narrativas em grupos periféricos

- Agência-laboratório de práticas inovadoras em Comunicação da UNICAP (UNILAB)

- Trabalho imaterial no Porto Digital

Para a realização das pesquisas, experimentos e atividades práticas tanto das disciplinas como dos trabalhos de conclusão do Mestrado, a UNICAP oferece a seguinte infraestrutura aos alunos:

  • Laboratórios de Desenho e Multimídia Computadores com acesso à internet e tablets Wacom, além de scanner, projetores e filmadora de última geração para a criação de maquetes, sites, jogos digitais e ambientes 3D para realidade virtual e também de trabalhos de editoração de peças publicitárias e ebooks. Os espaços contam, ainda, com softwares usados no mercado, a exemplo do Pacote Adobe CC, Autodesc 3D MAX e Unity 3D Pro.
  • Laboratório de Vídeo O laboratório é constituído por um estúdio de gravação, estrutura de chroma-key, DV-CAM, kits de iluminação externa, ilhas profissionais Apple para edição e pós-produção de vídeos, documentários e animações para ambiente digital. No ambiente são usados os softwares da Adobe After Efect e Final Cut Pro.
  • Laboratório de Áudio Ambiente possui estrutura para captação simultânea de até cinco pontos de áudio em estúdio, mesa com 16 canais para edição e finalização de efeitos de som e mixagem. Conta com computadores Apple e plataforma Pro Tool.
  • Laboratórios de Fotografia e de Edição de Imagem Laboratórios equipados com estúdio profissional fotográfico para captação de imagens digitais em altíssima resolução em formatos estáticos e dinâmicos para fins publicitários, jornalísticos e de entretenimento entre outros. Também contam com câmeras profissionais digitais, computadores e monitores para edição e manipulação de imagem através de softwares Adobe Photoshop e Light room. Além disso, possuem impressoras térmicas e de grande formato (plotter) para a impressão de imagens de alta definição.

PAVILHÃO MAKER UNICAP | ICAM

O Pavilhão Maker Unicap-ICAM constitui um laboratório produto do convênio entre a UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco) e ICAM (Institut catholique d'arts et qaétiers), com a finalidade de fomentar o desenvolvimento de competências necessárias à educação, inovação e criatividade. O projeto foi concebido a partir de uma intervenção no casarão mais antigo do campus da UNICAP, com 485,67m². 

 Espaço para eventos/lounge 100m²1

Espaço para coworking 169m²

Laboratório de prototipagem 68,40m²

Sala técnica 10,08m²

Sala de reuniões 12,68m²

Os espaços são articulados e atendem às normas de acessibilidade, proporcionando o desenvolvimento das metodologias ativas de aprendizagem, com mobiliário contemporâneo e detalhado especificamente para o empreendimento, sistema de refrigeração inteligente e controlado remotamente, sistema de controle de entrada e saída por meio de digital e câmeras de segurança,  sistema de som embutido no forro acústico além de projeto paisagístico que integra o equipamento ao campus UNICAP.

A seguir a relação de equipamentos já adquiridos para o laboratório, além de consumíveis e materiais de apoio para funcionamento:

MAQUINÁRIO FABRICAÇÃO DIGITAL

1 UN

Cortadora a laser

DuploTech 9060 - 1,60x1,25,1,20

1 UN

CNC Router

Compact Pro - 1600x1500x120mm

1 UN

Cortadora de vinil

Cameo

3 UN

Impressora 3D

IMPRESSORA 3D H5

1 UN

COLETOR DE PÓ    

1 A 2 CV

EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

5 UN

Câmera Fotográfica

Câmera Digital Nikon Coolpix P530 16.1MP

20 UN

Cartão de Memória

Cartão de Memória SD 8GB

2 UN

Impressora multifuncional

Multifuncional Officejet Pro 8610 A7F64A HP CX 1 UNMultifuncional Epson L365 EcoTank - Tanque de Tinta - Colorida Wi-Fi USB 2.0

18 UN

Notebooks  - sistema Windows

Notebook Samsung Essentials E21 Intel Celeron - 4GB 500GB WIN - VGA

6 UN

FURADEIRA DE IMPACTO BOSCH GSB 13

650W COM 23 ACESSORIOS

6 UN

PARAFUSADEIRA A BASE 12V GSR100

 

12 UN

DRONE

MODELO MAVIC 2 PRO FLY

12 UN

PAR DE RECEPTORES

GNSS RTK

2 UN

PROJETOR MULTIMIDIA

WIFI

1 UN

TV SMART

 

4 UN

VIDEO WALL

 

1 UN

NOBREAK EATON 9130 3K VA 120V PADRÃO RACK 19 2U

 

Recursos de informática

O Mestrado em Indústrias Criativas tem à sua disposição a estrutura de informática do Bloco G4, o qual conta com Internet por fibra ótica em todo o prédio, acessível por cabo ou wifi. Em termos de equipamento, destacam-se:

  • 17 Notebooks Acer Aspire 3 A315-41 12GB 1TB 15,6” Windows 10
  • 2 Projetor Epson Powerlite S31cd Svga Hdmi 2700 Lumens Wireless Ready
  • 4 Projetores interativos BrightLink 695Wi+ Epson - 6000 ANSI Lumens
  • Todas as salas com paredes com revestimento de quadro branco para escrever com caneta digital
  • 2 Sistemas de som (mesa de som, amplificadores, caixas, microfones)
  • 21 Computadores Desktop  Com Monitor 19.5" Hdmi Easypc Slim Intel Core I5 6gb Hd 500gb Hdmi Full Hdcom caixas de som
  • 21 Projetores Epson Powerlite S31cd Svga Hdmi 2700 Lumens

Auditório equipado com:

  • 1 Notebook Acer Aspire 3 A315-41 12GB 1TB 15,6” Windows 10
  • Tela de projeção 4m x 4m
  • Projetor Benq Px9230 Xga 6.000 Lúmens 1024X768
  • Sistema de som com cabine (mesa de som, amplificadores, Nobreaks, 3 microfones shure s/fio)

Há também na Biblioteca Central da UNICAP um laboratório de informática destinado aos discentes do Stricto Sensu para consulta às bases eletrônicas de dados.

A UNICAP possui, ainda, mais 4 grandes laboratórios de informática equipados, em média, com 40 computadores. Em todo o campus, ainda é disponibilizado acesso à internet sem fio à comunidade universitária. Eles também estão disponíveis para uso dos mestrandos em Indústrias Criativas.


Biblioteca Digital de Teses e Dissertações

[+] Página Inicial

Biblioteca Digital de Dissertações

[+] Clique e acesse as Dissertações do PPGIC

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações de outros PPGs da Unicap

[+] Clique e acesse aqui

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações por Áreas do CNPq

[+] Clique e acesse Teses e Dissertações por áreas

Biblioteca Central da Unicap

[+] Clique e acesse a página da Biblioteca


Indicadores de Integração

  • #SEMANA1 & HAPPENINGS

O que melhor ilustra iniciativas de interação com a sociedade e com o mercado de trabalho são as #Semana1 (evento de abertura das atividades do Programa) e os Happenings (seminários temáticos realizados ao longo do ano). Em suas edições, esses eventos promoveram o diálogo entre o meio artístico/cultural, gestores e pesquisadores da área, com o objetivo de integrar academia e mercado/sociedade. Esse esforço se reflete na lista de convidados/instituições abaixo:

 

  • Eduardo Bemfica, do Instituto Nacional de Propriedade Industrial,;

  • Erik Albuquerque, do fundo privado de capital Semente Inova Nordeste;

  • Francisco Saboya, então diretor-presidente do Parque Tecnológico Porto Digital;

  • Benjamim Sicsú, diretor de inovação da Samsung para a América Latina;

  • Roberto Fabri, da Comic Con Brasil;

  • Jorge Jatobá, ex-secretário de Políticas de Emprego e Salário do Ministério do Trabalho;

  • Christian Guellerin, diretor da escola de Design de Nates, França;

  • Mário Carlón, da Universidade de Buenos Aires, Argentina;

  • João Palmeiro, presidente do Digital News Initiative Innovation Fund da Google;

  • H.D. Mabuse, do centro de inovação C.E.S.A.R. (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife);

  • Caio Lucena e Cida Barros, da empresa de realidade virtual VR4BI;

  • José Brito, do Canal Futura;

  • Fábio Silva, do Porto Social;

  • Daniel Stewart, cônsul dos EUA no Recife;

  • Gustavo Almeida, gestor da Empresa Pernambuco de Comunicação;

  • Cláudio Nascimento, representante da ASC Open Agile Smart Cities;

  • Felipe Almeida, sócio do empreendimento Mundo Bita;

  • André Domingues, do Projeto Musique; Aline Feitosa, do Trago Boa Notícia;

  • Gutie, do festival de música alternativa Rec Beat;

  • Marcus Araújo, pesquisador da área de experiência do usuário;

  • Flaira Ferro, multiartista;

  • Thiago Oliveira, da Jeep;

  • Alcides Pires, da Softex;

  • Rafaela Borges, da Accenture;

  • Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura do Governo do Estado de Pernambuco;

  • Guilherme Calheiros, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação da Prefeitura do Recife;

  • Elayne Bione, da Escola de Empreendimento Criativo (Chile).

 

Em 2019, o Programa realizou, ainda, um Happening (seminário) especial, resultado de uma parceria entre o Mestrado em Indústrias Criativas da Unicap, o Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife (IP.Rec), o Comitê Gestor da Internet no Brasil e o Porto Digital. O evento ocorreu no Porto Digital, no dia 8 de maio, às 19h. Discutiu-se as origens da Internet no Brasil, bem como seu processo de governança e formulação de políticas públicas, a partir da palestra de Carlos Alberto Afonso, um dos pioneiros na implementação da Internet no Brasil. O evento precedeu o Minicurso da Escola de Governança da Internet - EGI Recife, que aconteceu nos dias 9 e 10 de maio na Universidade Católica de Pernambuco, com apoio do Programa em Indústrias Criativas. Link: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/a.241985969588632/679580955829129/?type=3&theater

 

  • SEMINÁRIOS DIÁLOGOS COM O MERCADO

 

A integração com o mercado/sociedade é reforçada, ainda, por meio dos seminários. São atividades de 15 horas (1 crédito) facultativa aos estudantes do Programa e aberta ao público externo. Nessas atividades, procura-se contar com professores que possuam sólida formação acadêmica e larga experiência de mercado. Em 2019, foram promovidos três seminários com foco no diálogo entre academia e mercado:

  1. Marketing e Branding para Indústrias Criativas, ministrado pela Profa. Dra. Izabela Domingues (UFPE), a qual abordou os seguintes pontos: A vida em rede e as Indústrias Criativas; Comportamentos de consumo na era digital; Branding aplicado às Indústrias Criativas; Marketing aplicado às Indústrias Criativas. A quarta revolução industrial: inovação e negócios.
  2. Gestão da Experiência do Consumidor, ministrado pelo Prof. Dr. Marcus Araújo (UPE), o qual abordou os seguintes tópicos: Introdução ao Customer Experience; A formação do conhecimento em Customer Experience; A jornada do consumidor; Medidas de Customer Experience; Tendências de Pesquisa em Customer Experience.
  3.  A ciência da criatividade, ministrado pela Profa. Mestra Allynne Fraeman, a qual abordou os seguintes tópicos: o ser criativo, a criatividade e  pensamento criativo; fundamentos da criatividade para resoluções de problemas, cps (creative problem solving); aplicação do cps, criatividade para resolução de problemas; método sawyer para desenvolvimento criativo pessoal.   

Esses seminários representam a oferta regular dessa iniciativa de integração com o mercado, iniciada em 2018, com o seminário “Economia Criativa: mercados, cultura e inovação”, ministrado pela responsável, à época, pelo setor de Articulação e Institucional e Projetos em Economia Criativa do Porto Digital, Simone Jubert.

  • SEBRAE PERNAMBUCO

Destaque-se, também, a parceria entre o Sebrae e o Programa de Pós-graduação em Indústrias Criativas firmado em 2019. O Sebrae Pernambuco solicitou ao Programa de Pós-graduação em Indústrias Criativas uma proposta de curso de Curso de Aperfeiçoamento em Economia Criativa. A proposta pedagógica elaborada pela coordenação do Mestrado e aprovada pelo Sebrae consiste num treinamento para os gestores da área de economia criativa de cada um dos nove estados da região Nordeste. O curso está previsto para ocorrer em 2020.

  • SOCIAL GOOD BRASIL

 

O Mestrado em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco recebeu a diretora executiva do Social Good Brasil, Ana Addobbati. Ela abordou as iniciativas do "Movimento Data for Good - Dados para o Bem". A ideia foi apresentar esse debate à comunidade acadêmica da Unicap, incluindo professores e alunos do mestrado em Indústrias Criativas. 

Link: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/a.241985969588632/702738060180085/?type=3&theater

  • ATLAS DA NOTÍCIA

Ainda na linha de integração academia-mercado, o Programa em Indústrias Criativas também estabeleceu em 2019 uma parceria com a inciativa Atlas da Notícia, iniciativa para mapear veículos produtores de notícias – especialmente de jornalismo local – no território brasileiro, bem como desertos de notícia. O projeto é resultado de uma ação conjunta entre o Observatório da Imprensa, Facebook e Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). A aproximação com o Mestrado em Indústrias Criativas permitiu o diálogo com a Intercom, instituição que passou a integrar o grupo de parceiros da iniciativa. A partir dessa aproximação, alunos da turma 2019 participaram do processo de coleta e sistematização de dados realizado pelo Atlas da Notícia e, com isso, colaboraram para o banco de dados da pesquisa. Essa atividade foi inserida como parte das atividades acadêmicas da disciplina Metodologia de Pesquisa Aplicada, ministrada no segundo semestre de 2019. A referência à participação da Unicap no Atlas da Notícia está neste link: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/atlas-da-noticia/projetos-independentes-plataformas-digitais-e-acoes-em-rede-redefinem-o-jornalismo-no-nordeste/ 

  • GOOGLE NEWS INITIATIVE (GNI)

Em novembro de 2019, os professores Dario Brito, Anthony Lins e a egressa do mestrado de Industrias Criativas da Unicap Alice Souza foram notificados da aprovação do projeto na seleção do Digital Media Latam 2019, evento organizado pelo WAN-IFRA, no Rio de janeiro. A participação dos pesquisadores da Católica no certame se deu através do Desafio Google que reúne empreendimentos criados em toda América Latina. Foram mais de 300 inscrições e o projeto da Unicap, em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, ficou entre os 30 vencedores do Desafio de Inovação da Google News Initiative (GNI) na América Latina. O grupo criou o aplicativo “Verifica.AÍ” com a ideia de facilitar a checagem da vericidade de notícias sobre as eleições presidenciais brasileiras de 2018, as chamadas, “fake news”. O aplicativo está disponível para os sistemas android e ios no Play Store, loja de aplicativos da Google.

  • RÁDIO FREI CANECA

Em 2019, o Programa em Indústrias Criativas da Unicap disputou o Edital de Apoio à Ocupação da Grade de Programação da Frei Caneca FM 2019-2020, da Prefeitura da Cidade do Recife. O edital teve como objetivo distribuir R$ 250 mil reais para apoiar a programação produzida pela sociedade civil que vai ocupar a grade da Rádio Pública do Recife, com repasse máximo de R$ 25 mil por projeto. O processo seletivo previu até 45 horas semanais da programação da emissora, com programas com 30 ou 60 minutos de duração, que deverão ser veiculados uma vez por semana, durante seis meses. Foi elaborada, então, a proposta do programa Conexão Criativa, uma produção inédita em radiojornalismo, concebida pelo Grupo de Pesquisa em Mídia e Cultura Contemporânea do Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). O conteúdo é baseado em entrevistas em estúdio conduzidas pelos jornalistas e professores do Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Unicap Aline Grego, Alexandre Figueirôa e Juliano Domingues. O programa será transmitido uma vez por semana durante seis meses, o que totaliza 24 edições. Cada edição terá 60 minutos divididos em três blocos de 20 minutos. A divulgação dos contemplados e a realização será em 2020.

  • AGÊNCIA-LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INOVADORAS EM COMUNICAÇÃO (UNILAB)

A interação do Programa com o mercado e com a sociedade também ocorre através da participação de docentes permanentes do mestrado e estudantes na elaboração de projetos da Agência-Laboratório de Práticas Inovadoras em Comunicação, a Unilab. Ela oferece serviços de comunicação a instituições externas e instâncias internas da Unicap (o principal cliente parceiro é o curso de Jornalismo). Os clientes-parceiros externos são o Instituto de Pesquisas em Direito e Informática do Recife (IP.Rec); o Centro Cultural Coco da Umbigada, além do curso de Jornalismo. Embora a atividade esteja vinculada ao curso de Jornalismo, a pesquisa desenvolvida no âmbito do mestrado contribui com o desenvolvimento do trabalho e com o processo de orientação de 5 estagiárias voluntárias da Agência-Laboratório.

  • O GRITO SUBURBIA – FUNCULTURA

Destaque-se, ainda, o projeto O Grito Suburbia - Projeto de criação de uma rede de comunicação para comunidades periféricas do Recife, premiado no edital do Fundo de Cultura de Pernambuco - Funcultura. Ele envolve professores e alunos do mestrado em Indústrias Criativas. As comunidades periféricas do Grande Recife são carentes de canais de comunicação para suas realizações culturais seja da cultura pop ou manifestações populares. Acreditamos no potencial dos jovens da periferia para serem os protagonistas na difusão do que acontece na sua própria comunidade. Por conhecerem de perto os artistas e as atividades culturais do seu bairro, ninguém melhor do que eles para serem os porta-vozes dessa produção. Uma rede multimídia de divulgação dessa produção será um instrumento importante para valorização dos seus artistas. A atuação de jovens comunicadores, em rede, colaborando de forma consciente, ética e crítica com suas comunidades irá expandir para outras áreas esse conhecimento e fortalecerá os laços culturais entre eles. O projeto se encontra incubado na incubadora de projetos sociais Porto Social. Ver link: http://www.portosocial.com.br/ogritosuburbia/

  • MARCO ZERO CONTEÚDO

O mestrado em Indústrias Criativas também participa, por meio do seu docente permanente Luiz Carlos Pinto Júnior, desde de 2014, do Conselho de Administração da Marco Zero Conteúdo, Organização Não-Governamental de jornalismo independente em ambiente Web, radicada no Recife. O docente participa como diretor financeiro da MZ, da qual é sócio-fundador. Ele mantém ainda produção de reportagens e artigos publicados pelo site e nas redes sociais da Marco Zero Conteúdo, entidade que tem como púbico alvo a população em geral. Luiz Carlos contribui, ainda, com a elaboração de projetos e estratégias de cobertura jornalística. Sua participação como conteudista é alimentada pelos interesses de pesquisa que coloca em prática no âmbito do Mestrado em Indústria Criativa.

  • PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

Por fim, ressalte-se a realização, em 2019, do documentário Piu-Piu, prêmio de Melhor Montagem e 2º Melhor Documentário no Festival de Curtas de Pernambuco 2019 (Festcine) e Melhor Montagem no Festival de Cinema do Paranoá/Brasília. A equipe, liederada pelo professor do mestrado Alexandre Figueirôa, conta com um aluno do curso de graduação em Jornalismo da Unicap. Link: http://www.unicap.br/assecom1/professor-da-unicap-lanca-filme-sobre-um-dos-mais-antigos-transformistas-do-recife/

A integração com a sociedade ocorre por meio de parcerias que representem um trabalho colaborativo continuado. Em função do seu perfil profissional, as ações desenvolvidas pelo Mestrado em Indústrias Criativas da Unicap procuram levar sempre em conta esse viés. Abaixo, estão listadas iniciativas nesse sentido em andamento, cujas ações foram iniciadas no presente quadriênio:

  • PROJETO CONEXÕES / PORTO DIGITAL

O Programa de Pós-graduação em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco (PPGCriativas) é parceiro do Projeto Conexões. Realizado através de esforços e apoio institucional conjuntos da UFPE (Campus Agreste), Porto Digital, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco (Sinjope) e Programa de Pós-Graduação em Indústrias Criativas da Unicap, o Projeto Conexões é direcionado a profissionais, professores, pesquisadores e estudantes do campo da comunicação, design e cultura. O objetivo é preparar esses profissionais para enfrentar as dificuldades de um mercado que se reconfigura com a velocidade de um ambiente onde as novas tecnologias, a convergência midiática e as redes sociais redefinem os papéis de consumidores e produtores da informação.

A principal iniciativa no sentido de integração com o mercado de trabalho promovida pelo Mestrado em Indústrias Criativas em 2017, fruto do Projeto Conexões, foi, sem dúvida, a atividade "Negócios na comunicação: ganhar dinheiro não é pecado" (goo.gl/qLxLvU), realizada no dia 09 de outubro. Na ocasião, a fundadora da empresa Consumix Branding, Izabela Domingues, o CEO da empresa Paradox Zero, Paulo Rebêlo, e o empreendedor social e sócio da Bio Fair Trade, Márcio Waked, apresentaram seus casos em termos de empreendedorismo e, com isso, promoveram um importante momento de troca de experiências entre mercado e academia com mestrandos e docentes.

O Projeto Conexões rendeu, ainda, produções bibliográficas conjuntas (três livros) e a formação de uma rede de relacionamentos que se mantém ativa até o presente momento, em fase de fortalecimento e de consolidação. Certamente, outros frutos serão colhidos desse processo de integração entre academia e mercado.

  • SAMSUNG

A palestra proferida pelo diretor de inovação da Samsung para a America Latina, Benjamim Sicsú (https://goo.gl/YJpi3E), no dia 18 de março de 2017, propiciou o início de uma aproximação que, espera-se, resulte em uma assinatura, em breve, de um acordo de cooperação. Essa possibilidade foi colocada pelo próprio diretor em reunião com a pró-reitora acadêmica da Unicap à época, a professora Aline Grego. Os termos dessa cooperação ainda estão sendo analisados, uma vez que os mesmos dependem da manifestação de demanda por parte da Samsung no Brasil. Espera-se que em breve haja a indicação de uma formalização de integração e de parceria entre a Samsung e a Unicap, por meio do nosso Programa.

  • CONSULADO DA FRANÇA

A relação iniciada em 2017 com o Consulado da França no Recife permitiu a realização de duas atividades ao longo do ano. A primeira foi a palestra do professor do departamento de Comunicação da Université Paris 13 (Sorbonne Paris Cité) Phillipe Bouquillion (https://goo.gl/6jjKmg). A segunda foi a palestra do o diretor da escola de Design de Nates, França, Christian Guellerin (https://bit.ly/2JJ77c3). Ele falou sobre design, inovação e empreendedorismo. A partir desse contato, em 2017, iniciou-se uma negociação entre a Universidade Católica de Pernambuco e a Université Paris 13 para a assinatura de um Memorando de Entendimento para realização de atividades regulares de pesquisa. A formalização da parceria ainda está em análise. O termo de compromisso proposto pela instituição francesa já foi analisado pelo departamento jurídico da Unicap, o qual propôs mudanças no texto. Estas, por sua vez, ainda serão analisadas pelo colegiado do curso. Espera-se que esse processo seja concluído em 2020.

  • CESAR - CENTRO DE ESTUDOS E SISTEMAS AVANÇADOS DO RECIFE

A relação com o CESAR permitiu a presença do profissional HD Mabuse em atividade promovida pelo Mestrado em Indústrias Criativas. O CESAR é um dos principais centros de inovação em tecnologia do Brasil, com destaque para a parceria entre a instituição e a Samsung. A partir desse primeiro contato, tem-se procurado consolidar a relação por meio da assinatura de convênio de cooperação técnica. 

  • GOOGLE / ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMPRENSA / ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE IMPRENSA

A presença do Presidente do Digital News Initiative Innovation Fund da Google e da Associação Portuguesa de Imprensa, João Palmeiro, no Mestrado em Indústrias Criativas abriu caminho para a possibilidade de entendimento para futuras atividades entre essas instituições (goo.gl/XLvVez). Em sua fala, Palmeiro abordou a relação entre o campo da comunicação e iniciativas inovação voltadas ao mercado. Caso concretos foram apresentados, bem como a estratégia de financiamento da Google para a área. O evento foi resultado justamente da busca pela integração entre o Mestrado em Indústrias Criativas e o mercado, uma vez que se tratou de resultado da uma parceria entre o Mestrado em Indústrias Criativas, a Associação de Imprensa de Pernambuco (AIP), a Associação Portuguesa de Imprensa (API), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco (Sinjope).

  • FÓRUM DOS MESTRADOS PROFISSIONAIS EM COMUNICAÇÃO

Em 2017, o Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco iniciou um processo para estabelecer uma parceria em rede com os demais mestrados profissionais na área da comunicação. Como principal resultado até o momento destaca-se a inserção da mesa abaixo na programação oficial do 40º Congresso Nacional de Ciências da Comunicação (INTERCOM), ocorrido na cidade de Curitiba, entre os dias 4 e 9 de setembro. A mesa teve como principal objetivo proporcionar um espaço para compartilhamento de experiências e reforço de laços que redundem em produção técnicas e científica em rede. A partir desse evento, deu-se prosseguimento a tratativas no sentido de formalização institucional desses vínculos. A primeira providência foi contar com o compromisso da Intercom em inserir essa reunião como programação regular nos próximos eventos nacionais, além da criação, por parte do grupo, de um Fórum dos Mestrados Profissionais em Comunicação.

  • SINJORP

A conexão estabelecida no Congresso Nacional da Intercom em setembro foi reforçada dois meses depois, quando da realização do I Simpósio O Jornalismo Profissional e o Ensino Universitário na Era da Convergência: Práticas, Processos e Produtos (SINJORP). O evento foi realizado pela Pós-Graduação em Jornalismo Profissional da Universidade Federal da Paraíba, na cidade de João Pessoa, no período de 20 a 21 de novembro de 2017. A atividade Mesa 2 – Mestrados profissionais: pesquisa aplicada, produtos e dissertações, ocorrida no dia 21 de novembro de 2017 às 10h, contou com os seguintes integrantes abaixo relacionados, todos integrantes de mestrados profissionais:

Compõem a (FIAM-FAAM/SP); Afonso Claudio (PPGTLCOM-ECO/UFRJ); Juliano Domingues (UNICAP/PPGCRIATIVAS) e Zulmira Nóbrega (PPJ/UFPB).

  • PROJETO CONEXÕES 2 - PORTO DIGITAL/UFPE

No dia 06 de dezembro de 2018, foi lançado o segundo volume do livro fruto do Projeto Conexões, intitulado “Os impactos das Novas Mídias na Comunicação - Volume 2”, publicado pela Editora UFPE. A UNICAP foi parceiro da iniciativa, via Mestrado Profissional em Indústrias Criativas, juntamente com o Campus do Agreste – UFPE, Porto Digital e Sindicato dos Jornalistas Profissionais Pernambuco (Sinjope). O objetivo do projeto do qual resultou o livro é explorar a repercussão das novas mídias e como elas afetam os profissionais, estudantes, professores e pesquisadores de comunicação. O trabalho reúne artigos acadêmicos e relatos profissionais escritos por 32 autores que estão vivendo essas mudanças e buscando se adaptar a elas. Os textos trazem experiências e estudos alinhados com os desafios enfrentados por comunicadores na atualidade, além de suas incursões no ambiente corporativo. O conteúdo completo está disponível na internet e pode ser acessado por meio deste link: https://drive.google.com/file/d/1LKRnyGNl3au-Y3pR6wN7dFC5Z83i3iR-/view?fbclid=IwAR1WjcUnPYwIciL73ZIvTW0ohD5bwxwJMMYDim8dMmz4m8pLP5HWa39AZ7M

Esse livro ganhou uma versão impressa em 2019.

  • SEBRAE - DESIGN SPRINT

Em junho de 2018, os alunos da disciplina Criatividade e Processos Criativos participaram da oficina Ideação e Prototipagem de Negócios Criativos, uma iniciativa do Sebrae-PE com o Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Unicap. O Design Sprint é uma ferramenta desenvolvida pela Google, adaptada pela Universidade de Coventry e aplicada no Brasil numa parceria do Sebrae com o British Council. A disciplina Criatividade e Processos Criativos foi ministrada pelo professor Alexandre Figueirôa. Link: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/pcb.471815716605655/471815633272330/?type=3&theater

  • OAB - FAKE NEWS

Em função da pesquisa desenvolvida como projeto de mestrado, a então aluna Alice de Souza foi convidada para ser palestrante em evento promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil (secção Jaboatão dos Guararapes) sobre fake news, no dia 11 de junho de 2018. Alice desenvolve aplicativo para identificação automatizada de fake news na internet. Link: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10216387621467516&set=a.1932425354720&type=3&theater

  • PORTO SOCIAL - INCUBAÇÃO

O Prof. Dr. Alexandre Figueirôa Ferreira concluiu o período de Incubação de um ano, no Porto Social, do projeto O Grito Suburbia. O projeto visa a criação de uma rede de comunicação multimídia voltada para a difusão cultural das comunidades periféricas do Recife cujos conteúdos serão produzidos por agentes da própria comunidade supervisionados por jornalistas profissionais. O projeto já realizou uma oficina com o coletivo Angu das Artes, da comunidade do Alto Santa Isabel, em Casa Amarela, e para 2019 realizará mais quatro ações semelhantes. A participação do professor no Porto Social trouxe para âmbito do programa do Mestrado em Indústrias Criativas a expertise e dinâmica de atuação no campo do empreendedorismo social.

  • NANTES - SOFILM

O Prof. Dr. Alexandre Figueirôa participou, como convidado, no mês de junho 2018, do Sofilm Summercamp Festival, na cidade de Nantes, França, onde teve a oportunidade de acompanhar palestras e atividades relacionadas ao campo das indústrias criativas voltadas para a produção audiovisual.

  • FESTIVAL DE CINEMA DE BELO JARDIM

Entre os dias 14 e 18 de maio de 2018, o mestrado foi convidado, por meio do professor Breno Carvalho, a ministrar uma oficina de Prototipagem - Criando seu App, no IV Cine Jardim - Festival Latino-americano de Cinema de Belo Jardim, na cidade de Belo Jardim, agreste do Estado de Pernambuco. A oficina foi realizada para 16 participantes, entre crianças e jovens da cidade. A atividade propiciou uma experiência divertida, criativa e gerou a ideação e prototipagem de sete aplicativos de cunho social e empresarial.

  • IHSED 2018 - INTERNATIONAL HUMAN SYSTEMS ENGINEERING AND DESIGN CONFERENCE

A professora Christianne Falcão apresentou o artigo "UNICAP Virtual: user experience for a VR Application in Brazilian University" na IHSED 2018 - International Human Systems Engineering and Design Conference, realizada em outubro na CHU-Université de Reims Champagne-Ardenne, França. O trabalho é uma produção em parceria com a professora Christianne Falcão e fruto dos resultados de pesquisa do aplicativo de realidade virtual Unicap 3D, desenvolvido em 2017, produzido na agência Combogó Unicap. O artigo será publicado como capítulo de livro em 2019.

  • INOVATALK

No dia 6 de dezembro, o mestrado foi representado pelo professor Breno Carvalho no evento InovaTalk, onde realizou-se o lançamento do livro Os impactos das Novas Mídias na Comunicação - Volume 2, lançado pela Editora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O livro é fruto do projeto Conexões, do qual o programa em Indústrias Criativas da Unicap é parceiro. No evento, debateu-se sobre as novas perspectivas para o jornalismo e inovação no campo da comunicação

  • ICE ACADEMIA

O Mestrado em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) marcou presença em um dos principais eventos na área de negócios sociais da América Latina, o ICE Academia, realizado em São Paulo entre 08 e 10 de maio de 2019. Promovido pela organização Inovação em Cidadania Empresarial (ICE), a atividade promove a interação entre empresários, pesquisadores e professores em torno do debate sobre negócios movidos por propósito social. A Unicap foi representada pelo Pró-reitor Administrativo, professor Márcio Waked, que é conselheiro do ICE Academia, e pelos professores do Mestrado em Indústrias Criativas Juliano Domingues e Anthony Lins. A comitiva da Unicap também visitou as instalações do CUBO Itaú e do Civi-co, iniciativas referência no Brasil em termos de negócios de impacto. Ambos funcionam como espaços de co-working, com o oferecimento de serviços de mentoria e consultoria, na linha do que está sendo projetado para o LICEU. Também em 2019, o Mestrado em Indústrias Criativas, por meio do docente Juliano Mendonça Domingues da Silva, passou a integrar o Programa Academia. O Programa tem como objetivo engajar professores e fortalecer a atuação das Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras nas temáticas de Finanças Sociais e Negócios de Impacto, com ênfase nas três dimensões básicas do ensino: pesquisa, docência e extensão. Conforme informado no site a instituição (http://ice.org.br/programa-academia/), o Programa Academia possui recursos do ICE e do Fundo Latino Americano de Inovações em Economia de Impacto, composto por Fundación Avina, Avina Américas, Omidyar Network e Fundação Rockefeller, além de parcerias com o JP Morgan e a partir de 2017 com a parceria com BID/FOMIN. De 2013 até 2015, fizeram parte do grupo instituições de ensino superior localizadas na região Sudeste. A partir de 2015, entretanto, o grupo procurou envolver novos professores de diferentes instituições de ensino superior, visando contribuir com o avanço do campo em todo Brasil. O nosso Mestrado em Indústrias Criativas faz parte desse plano.

  • PLANEAS – ESCOLA DE EMPREENDIMENTOS CRIATIVOS

Em outubro de 2019, a Unicap recebeu Alex Paredes, fundador e diretor da Planeas (Escola de Empreendimento Criativo). O encontro com a instituição chilena rendeu frutos. Em ume reunião que discutiu o estabelecimento de uma parceria entre a Unicap, a Planeas e a empresa de economia Criativa sediada no Porto Mídia Proa Cultural. Link: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/a.241985969588632/783117805475443/?type=3&theater. Paredes é autor do livro Práticas de Empreendedorismo Criativo e Cultural na América Latina e Caribe (2015), co-autor do livro Ruta del Emprendimiento Naranja com o vice-ministro de Economia Criativa da Colômbia Felipe Buitrago e Jenny Beltrans (PNUD, 2018), livro utilizado como o guia para o empreendedorismo criativo e cultural na Colômbia. Além disso, Paredes é criador da metodologia ESTRATÉGIA RADIAL®️. Foi mentor e consultor de mais de 10.000 empreendedores de arte, cultura e criatividade em 8 países da América Latina. Participaram da reunião Juliano Domingues, coordenador do nosso mestrado, Márcio Waked, pró-reitor Administrativo, Camila Bandeira e Roberto Muniz, da Proa, e Elayne Bione, da Planeas. Na pauta, estiveram atividades em parceria para 2020.


As principais iniciativas de internacionalização estão listadas abaixo, a partir das instituições com as quais nossos docentes estabeleceram ou estabelecem algum tipo de atividade regularmente:

  • UNIVERSITY COLLEGE OF SOUTHEAST NORWAY

A professora Christianne Falcão integra o grupo de estudos Training and Assessment Research Group (TARG), organizado pelo professor Salman Nazir da University College of Southeast Norway (HSN) (http://targlab.com/). Em função disso, participa de workshops do e congressos daquela instituição com frequência, a exemplo do 5th Workshop on Training and Assessment realizado na University College of Southeast Norway, e do 6th Workshop on Training and Assessment titled “The Role of Autonomy in Maritime Education, Training and Operations”, realizado no Scandic Ishav Hotel, na cidade de Tromsø, Noruega (http://targlab.com/6th-international-workshop-on-training-and-assessment). A professora Christianne Falcão também participa da comissão organizadora nos congressos internacionais promovidos pelo AHFE - Applied Human Factors and Ergonomics desde 2016, organizado pelos professores da University Central Florida Waldemar Karvowisk e Tareq Ahram.

  • QUEEN MARY UNIVERSITY / UNIVERSITY OF LONDON

Na Queen Mary University of London, a professora Clarice Marinho desenvolve atividades de pesquisa como visiting scholar no Centre for Commercial Law Studies em parceria com o professor Chris Reed, renomado pesquisador da área. Essa relação está estabelecida desde 2017 e se estende até o presente momento. O Queen Mary é referência na Europa, América do Norte e países do Commonweath, como Índia, Austrália e África do Sul, nas áreas inovadoras do Direito e Ciências Sociais junto às novas tecnologias de comunicação digital, propriedade intelectual, privacidade, proteção de dados, segurança e telecomunicações. A professora Clarice Martinho é, ainda, membro do Institute of Advanced Legal Studies-IALS da University of London desde 2011 e tem participado de inúmeros eventos científicos no IALS. Após suas últimas pesquisas na área de contratos de computação em nuvem e conteúdo digital, “migrou” para o campo da inteligência artificial e responsabilidade civil. Atualmente, investiga o impacto causado pela inteligência artificial (IA), com seus sistemas capazes de tomar decisões autônomas, e os potenciais danos ensejados aos indivíduos e à sociedade. Como então o Direito irá enfrentar esses novos riscos e desafios decorrentes dessa tecnologia disruptiva, como é considerada a IA.

  • MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES E DO DESENVOLVIMENTO INTERNACIONAL DA FRANÇA

O professor Alexandre Figueirôa participou no período de 27 de março de 2017 a 07 de abril de 2017 de um programa de visita à França para jornalistas brasileiros a convite do Ministério das Relações Exteriores e do Desenvolvimento Internacional da França. O programa para um grupo de cinco jornalistas se estendeu pelas cidades de Paris e Marselha e, entre outras atividades, teve como um dos eixos principais visitas a empresas de mídia e a empreendimentos no campo das indústrias criativas.

O professor participou das seguintes atividades: reunião com a redação do site web de notícias Mediapart, para conhecer o seu modelo econômico e cultural; entrevista com Nicolas Sadirac, co-fundador e diretor da escola superior de informática École 42; visita e encontro com jornalistas da Radio France e TV France 24; visita e encontro com representantes do hub NUMA, Paris Capital Digital; visita às obras da Station F que será o maior campus de start-ups do mundo; visita à Escola de Imagens Gobelins; visita e encontro com representantes do Deezer, primeiro site de streaming de música personalizado; visita e encontro com especialistas do IPSOS, instituto de pesquisa e empresa internacional de marketing de opinião; e visita e encontro com o diretor La Place, espaço cultural, localizado no Forum des Halles, dedicado ao hip-hop.

Em Marselha, o professor se reuniu com o diretor do projeto Euroméditerranée, Alexandre Sorrentino, onde ocorreu uma visita guiada ao Euromed Center. O docente visitou, ainda, o Labex ICCA - Industries Culturelles & Création Artistisque da Université Paris 13, onde estabeleceu contato com o professor Philippe Bouquillon para a oficialização de convênio entre a Unicap e a Paris 13.

O programa teve uma segunda parte realizada com exclusividade para o professor Alexandre Figueirôa na cidade de Nantes com o objetivo principal de conhecer e trocar experiências na área das indústrias criativas. Ela incluiu uma visita ao Quartier de la Création, onde o professor conheceu as incubadoras Karting e la Centrale, a escola de música Tremplino – La Fabrique, com encontro com seu diretor M. Olivier Tura; encontro com M. Mael Mainguy, produtor de filmes e presidente da Plateforme, associação regional para o cinema e audiovisual; encontro com representantes da Prefeitura de Nantes - M. Francky Trichet, adjunto para inovação; M. Gildas Salaun, conselheiro municipal; e Antoine Longet, encarregado da cooperação internacional -; e encontro com Christian Guellerin, diretor executivo da L’École de Design Nantes Atlantique.

  • INTERNATIONAL CONFERENCE ON APPLIED HUMAN FACTORS AND ERGONOMICS / ENCONTRO PORTUGUÊS DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA E INTERAÇÃO

As iniciativas no campo da internacionalização também incluem publicação de artigo e apresentação em congressos internacionais. Em 2017, o docente Breno Carvalho publicou o artigo intitulado "Game Design Creative Industry: An Overview of the Porto Digital Project in Brazil" como resultado da pesquisa de professores do Mestrado em Indústrias Criativas (professores Breno Carvalho e professora Christianne Falcão) em colaboração com professores da Graduação do Curso de Jogos Digitais (Anthony Lins) e Jornalismo (Carla Patrícia) e com egressos/bolsista de Pibic 2016-2017 da Unicap do curso de Jogos Digitais (Caroline Akemi Souza e Caio Vinicius Monteiro). O artigo foi apresentado no evento internacional AHFE 2017 - 8th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics, e publicado como capítulo no livro Intelligent Systems and Computing. 1ed.Switzerlan: Springer International Publishing, 2017, organizado pelos pesquisadores Tareq Ahram e Christianne Falcão.

Outra ação envolvendo a integração de professores do Mestrado, egressos de graduação da Unicap e pesquisador de instituição internacional foi o Evaluation of immersive user interfaces in virtual reality first person games, realizado em coautoria que uniu o egresso do curso de Jogos Digitais Rennan Raffaele, o professor do Mestrado de Indústrias Criativas Breno Carvalho e o professor e coordenador do Mestrado de Design e Desenvolvimento de Jogos Digitais da Universidade da Beira Interior Frutuoso Silva. O artigo foi apresentado e publicado nos anais do 24º Encontro Português de Computação Gráfica e Interação - EPCGI 2017.

  • ASSOCIAÇÃO DOS INVESTIGADORES DA IMAGEM EM MOVIMENTO (AIM)

O Mestrado em Indústrias Criativas também considera relevante, como parte de um amplo processo de internacionalização, a participação de seus docentes em associações sediadas em outros países. Nesse sentido, vale destacar que o professor Cláudio Bezerra participa da Associação dos Investigadores da Imagem em Movimento (AIM), com sede em Portugal. A entidade reúne pesquisadores portugueses e de outros países que têm em comum temas e objetos de estudos no campo do audiovisual. Entre os objetivos da AIM estão a promoção da investigação em áreas como o cinema, a televisão, a arqueologia do cinema, o vídeo e a Internet, assim como a promoção de encontros científicos regulares para troca de conhecimentos entre os participantes e a edição de uma revista, Aniki.

Essa articulação tem gerado convites para produção e trabalhos em conjunto. Não poor acaso, o professor é avaliador da revista acadêmica da Associação, a Aniki, e da revista luso-brasileira, DOC-Online. Além de participar do Encontro Anual da AIM, contribuiu com artigo para o primeiro volume do livro Teoria dos Cineastas, publicação do Grupo de Trabalho homônimo da AIM em parceria com o LABCOM, da Universidade da Beira Interior (UBI), Portugal.

Cláudio Bezerra também foi convidado para integrar o projeto "O cinema contemporâneo em língua portuguesa a partir dos cineastas – a figura do espectador", uma articulação da Universidade da Beira Interior com a Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR, que envolve a participação de 12 pesquisadores (6 portugueses e 6 brasileiros) para realizar um estudo comparado entre 24 cineastas dos dois países. No momento, o projeto está em negociação de financiamento.

Além disso, o professor Bezerra foi convidado a integrar a Comissão Científica do X Encontro Anual da Associação dos Investigadores da Imagem em Movimento (AIM), entidade com sede em Portugal que reúne pesquisadores de vários países da Europa, dos Estados Unidos e do Brasil.

  • UNIVERSIDADE DO PORTO

O professor Cláudio Bezerra realizou, em 2019, pesquisa de Pós-doutoramento vinculado ao Departamento de Ciências da Comunicação e da Informação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, em Portugal, sob a supervisão do professor Dr. João Paulo de Jesus Faustino, um dos principais pesquisadores do campo das Indústrias Criativas na Europa. O professor Faustino disponibilizou aos professores do nosso programa espaço para publicação em sua editora, a Media XXI, que tem distribuição internacional, e se dispôs a intermediar articulações com outros pesquisadores internacionais do campo das indústrias criativas. Ficou ainda acertada a produção conjunta de um artigo do professor Cláudio Bezerra com o professor Paulo Faustino, em torno da questão da coprodução de filmes entre Portugal e Brasil. A convite do professor Faustino, o professor do nosso programa, Cláudio Bezerra, realizou palestras no Mestrado em Ciências da Comunicação e no Mestrado em Comunicação e Gestão de Indústrias Criativas da Universidade do Porto, sobre políticas públicas federais para o audiovisual no Brasil.

  • UNIVERSIDADE DE NAVARRA

Em 2017, em decorrência das relações firmadas desde 2014 com o professor Dr. Ramón Salaverría, com quem o professor João Guilherme Peixoto trabalhou durante período de sanduíche do doutorado, teve início o planejamento de retornar à Universidade de Navarra, em Pamplona, Espanha, para o pós-doutorado. Esse plano foi firmado em 2017, realizou-se em 2018 com a realização de um pós-doutorado sobre narrativas no fotojornalismo contemporâneo na mesma universidade, mas seus frutos e manutenção da relação se mantêm até o presente momento, em 2019.

Com isso, o professor João Guilherme Peixoto participa diretamente das atividades de pesquisa realizadas pelo Center for Internet Studies and Digital Life, que tem como missão desenvolver estudos sobre as formas, os processos e os impactos da atividade digital no ambiente midiático contemporâneo. Ademais, o centro é referência em pesquisa que envolvem os conceitos de convergência digital, novos formatos de produção e circulação de conteúdo jornalístico, entre outras.

Anualmente, o centro também compõe a equipe responsável por produzir e publicar o Digital News Report, maior estudo sobre tendência de consumo de mídias no mundo. Também fazem parte da equipe: Reuters Institute for the Study of Journalism, University of Oxford (UK), Tow Center, Columbia Journalism School (USA), Hans Bredow Institute (Germany), University of Canberra (Australia), Roskilde University (Denmark), University of Tampere (Finland), Dublin City University (Ireland).

  • TULANE UNIVERSITY

O professor Juliano Mendonça Domingues da Silva iniciou uma aproximação com a Tulane University ainda em 2015, com uma visita à instituição. Em 2017, o docente submeteu proposta e foi aprovado como pesquisador-visitante (visiting scholar) no J.William Fulbright Foreign Scholarship Board (FFSB), órgão supervisor Fulbright Comission em nível global, o mais prestigiado e concorrido programa de fomento à pesquisa acadêmica do mundo. Com isso, ao mesmo foi concedida a bolsa de pesquisa JUNIOR FACULTY MEMBER AWARD, sob patrocínio do Bureau of Educational and Cultural Affairs do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América (EUA), conforme documento em anexo. O projeto de pesquisa foi desenvolvido em 2018, durante período do docente nos EUA, na Tulane University, na cidade de New Orleans, estado da Louisiana. Lá está instalado um dos mais importantes centros de estudos sobre América Latina do mundo, o Roger Thayer Stone Center for Latin American Studies, com acompanhamento do chefe do departamento de Comunicação, professor Mauro Porto. A relação se manteve e, atualmente, o professor Juliano Mendonça Domingues da Silva é pesquisador associado do departamento de comunicação da Tulane University.

  • MIDWEST ASSOCIATION OF POLITICAL SCIENCE – MPSA

O professor José Alexandre Ferreira participa, com regularidade, dos congressos da American Association of Behavior and Social Sciences AABSS, Midwest Association of Political Science – MPSA and International Association of Political Science – IPSA. Em 2018, ele apresentou os trabalhos abaixo listados:

1. The Impact of Political Competition and Governance on Economic Performance and Income Distribution: Evidence from Latin American and East Asian Countries. In: 76 th Annual Midwest Political Science Association Conference, 2018, Chicago. 76 th Annual Midwest Political Science Association Conference, 2018.

2. The Impact of Political Competition and Governance on Economic Growth and Income Distribution: Evidence for Latin American and East Asian Countries. In: 25 th World Congress of Political Science, 2018, Brisbane. 25 th World Congress of Political Science, 2018.

Os trabalhos supramencionados procuraram analisar os impactos de variáveis institucionais, como a competição política e os indicadores de Governança do Banco Mundial, tais como Controle da Corrupção, Estabilidade Política, Qualidade da Regulação, Segurança Jurídica (rule of law), voz e transparência (accountability) e Eficiência Governamental para o crescimento econômico e a desigualdade em países da América do Sul e do Leste Asiático. São temas gerais, de certa forma, mas que podem ser relacionados com aspectos mais específicos do programa, como os impactos econômicos e sobre a melhoria da distribuição de renda provenientes dos avanços na área das indústrias criativas.


 

Linha 1 - Tecnologias, linguagens e produtos

Prof. Dr. Alexandre Figueiroa Ferreira - alexandre.figueiroa@unicap.br

Profa. Dra. Aline Maria Grego Lins - aline.grego@unicap.br

Prof. Dr. Anthony Lins - anthony.lins@unicap.br

Prof. Dr. Breno José Andrade de Carvalho - breno.carvalho@unicap.br

Prof. Dr. Cláudio Roberto de Araújo Bezerra - claudio.bezerra@unicap.br

Prof. Dr. Dario Brito Rocha Júnior - dario.brito@unicap.br

 

Linha 2 - Gestão, Mercado e Sociedade

Profa. Dra. Christianne Falcão - christiannefalcao.arq@gmail.com 

Profa. Dra. Clarice Marinho Martins - clarice.marinho@unicap.br

Prof. Dr. João Guilherme de Melo Peixoto - joao.peixoto@unicap.br

Prof. Dr. José Alexandre Ferreira Filho - jose.ferreira@unicap.br

Prof. Dr. Juliano Mendonça Domingues da Silva - juliano.domingues@unicap.br

Prof. Dr. Luiz Carlos Pinto Júnior - lula.pinto@unicap.br 

Em 2019, o Mestrado em Indústrias Criativas registra um total de 18 egressos. Desses, nove (50%) se dedicam a atividades do mercado profissional e/ou a pesquisas acadêmicas (um dos quais encontra-se na condição de doutorando em instituição estrangeira) na área da comunicação ou suas interfaces. Outros oito (44%) se dedicam ao ensino em instituições de ensino superior e a atividades no mercado de trabalho concomitantemente. Por fim, apenas um dos egressos atua em outro campo profissional distinto daquele em que desenvolveu sua pesquisa no mestrado.

O Programa de Pós-graduação em Indústrias Criativas da Unicap deveria registrar egressos somente a partir de 2019, quando se verifica o fim do prazo de 24 meses daqueles que ingressaram em 2017, ano do primeiro processo seletivo. Entretanto, já no ano de 2018, foram registradas as primeiras bancas de defesa de trabalho de conclusão de curso, um total, naquele momento, de quatro defesas. São eles:

- Bruno Rafael Gueiros Barbosa é doutorando em comunicação na Universidade da Beira Interior, em Portugal. Em 2018, ele apresentou os resultados da sua pesquisa "Robôs nas mídias sociais: uma análise sobre a gênese e o desenvolvimento do fenômeno social bots", a qual deu origem a um e-book disponível para venda na Amazon (https://www.amazon.com.br/Social-bots-análise-desenvolvimento-sociais-ebook/dp/B07KFV3FK6/ref=sr_1_fkmr0_1?__mk_pt_BR=ÅMÅŽÕÑ&keywords=%22Robôs+nas+m%C3%ADdias+sociais%3A+uma+análise+sobre+a+gênese+e+o+desenvolvimento+do+fenômeno+social+bots%22&qid=1587843237&sr=8-1-fkmr0). A antecipação da banca se deu em função da aprovação de Bruno Gueiros em programa de doutorado na Universidade da Beira Interior, em Portugal. Neste momento, o egresso está em desenvolvimento de pesquisa de doutoramento.

- Kety Marinho, ainda em 2018, logo após a defesa do seu produto, foi contratada pela própria Unicap como tutora dos cursos de comunicação e como professora do curso tecnólogo em Fotografia. Ela defendeu como trabalho de conclusão do Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Católica o produto Jornalismo de Bolso - Produção Audiovisual da Notícia. O produto tem como proposta melhorar a qualidade técnica visual dos vídeos produzidos por jornalistas e estudantes.

LINK: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/pcb.600693980384494/600693907051168/?type=3&theater

- Inajara Serpa compatibiliza com seu emprego anterior (numa construtora) a atividade de consultora, com a Serpa Consultoria, e a atividade de professora (Grau Técnico). Ela defendeu a dissertação "Associação dos artesãos profissionais de Ipojuca - Um projeto de revitalização”, na qual apresenta as etapas vivenciadas de um projeto voltado à revitalização da AAPI. O planejamento estratégico desenvolvido abrangeu a criação de uma marca coletiva, o redesenho do layout dos pontos de venda com o uso de ferramentas digitais e a capacitação dos artesãos. O objetivo foi a melhoria da AAPI, mas se trata de um projeto que pode ser replicado em outras instituições do gênero, em um claro exemplo de pesquisa científica aplicada. 

LINK: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/a.241985969588632/605099736610585/?type=3&theater

- Anna Tschá é consultora em marketing digital e professora da pós-graduação da Faculdade Guararapes, Pernambuco. Em 2018, ela defendeu a pesquisa “Craft beer: cultura, identidade e tendências de consumo na cidade do Recife”, por meio da qual investiga a mudança no setor cervejeiro do país com o ingresso de produtos importados, além de insumos e a adesão da técnica de produção de cervejas artesanais. LINK: https://www.facebook.com/industriascriativasunicap/photos/pcb.606349716485587/606349646485594/?type=3&theater

O ano de 2019 registrou 14 defesas de trabalho de conclusão de curso. Obtivemos informações sobre todos eles, conforme apresentado abaixo:

- Alice Cristiny Ferreira de Souza - Repórter do jornal Diario de Pernambuco há dez anos, atualmente licenciada, estou colaborando com a Agência Retruco de Jornalismo Independente e coordenando editorialmente um projeto de automatização de fact checking no Jornal do Commercio de Comunicação. O projeto, cujo nome é Confere.ai, começou a ser desenvolvido dentro do mestrado em indústrias criativas da Unicap e foi um dos vencedores o desafio de inovação do Google News Initiative na América Latina.

- Caroline Barbosa Rangel - Mestre em Indústrias Criativas pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e jornalista (Unicap), é autora do projeto - "Rádio para ouvir e assistir: tendências e estratégias do radiojornalismo na plataforma Facebook". Atualmente é supervisora de conteúdo web, da Rádio CBN Recife, produtora e âncora do CBN Total.

- Danilo Gomes Guerra Soares - Mestre em Indústrias Criativas pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), Especialista em Comunicação e Semiótica da Universidade Estácio de Sá (UNESA) e Bacharel em Cinema pela Universidade Estácio de Sá (UNESA) (2012). Atualmente atua como Sargento da Comunicação Social do Comando Militar do Nordeste (CMNE).

- Denny Anderson Farias Costa - Atualmente, é sócio-fundador da Mr. Jobs, uma agência de marketing digital e mídia de performance. Possui mestrado em Indústrias Criativas pela Universidade Católica de Pernambuco (2019). Tem interesse em linhas de pesquisa que envolvam mídia ubíqua, sistemas de recomendação, curadoria de informação, microposicionamento de conteúdos geoetiquetados e mobilidade informacional na pós-humanidade. Graduado em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco (2012), tornou-se um repórter multipremiado nacionalmente com passagens importantes por redações de Rádio (CBN, Globo e Rádio Jornal) e TV (Rede Globo), onde realizou produções para o Fantástico, Jornal Nacional e Globo News. Como estudante da graduação, desenvolveu pesquisas como bolsista do CNPq por dois anos, nas quais investigou a função pedagógica e o papel de redução da complexidade desempenhados pelo telejornalismo.

- Diego Ramos Medeiros - Advogado no Recife (PE), produtor cultural, produtor executivo de projetos artísticos, consultor e auditor financeiro de projetos audiovisuais e artísticos, atuando em várias frentes da Indústria Criativa, das artes e do entretenimento.

- Gabriela Viana Leão - Graduada em Jornalismo pela Unicap, é  atualmente freelancer como videomaker para influencers e também  trabalha em um projeto de rebranding da loja Amanda Leão, com foco no planejamento de conteúdo. Paralelo a isso dá  continuidade  ao projeto defendido no mestrado para contribuir com o embasamento e profundidade das informações publicadas online, através de seu método de curadoria de conteúdo para plataformas digitais.

- Grinaldo Gadelha Júnior - Advogado graduado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), Aperfeiçoado pela Escola Superior de Magistratura de Pernambuco (ESMAPE) no âmbito da Magistratura Estadual, Pós-Graduado em Docência no Nível Superior, Mestre em Indústrias Criativas, Advogado militante, Síndico de Massas Falidas, Liquidante Judicial e ex-Juiz Leigo Voluntário do TJPE.

- Izaac José Silva Espíndola - professor do Centro Universitário Joaquim Nabuco, professor de Pos-Graduação na faculdade Estácio, professor formador do Instituto Federal de Pernambuco.

- Renata Sanguinêto - Atualmente atua como sócia/administradora em uma Indústria de Construção Civil, no segmento de edificação de galpões pré-fabricados e se prepara para ingressar em um curso de doutorado.

- Ricardo Verçoza Mendes – professor da Uninassau em Fortaleza, Ceará, com mestrado em Indústrias Criativas pela Universidade Católica de Pernambuco, MBA em Gestão de Pessoas e Liderança Coach e Pós-graduado em Docência no Ensino Superior pelo Senac. Formado em Administração pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e em Gestão Recursos Humanos pelo Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing (IBGM).

- Sabrina Medeiros Wanderley de Queiroz - continua a se especializar em comunicação empresarial por meio de cursos rápidos e fóruns realizados na Faculdade Cásper Líbero (SP) e em instituições de classe, a exemplo da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial - Aberje. Na carreira profissional, Sabrina assumiu, no ano passado, a área de comunicação organizacional da empresa PQS/Alpek Polyester, multinacional mexicana do segmento de poliéster, estando atualmente responsável pela comunicação interna e relações institucionais da empresa, que tem sede no Complexo Portuário de Suape, em Pernambuco.

- Silvio Latache de Andrade Lima - Advogado; Sócio do Escritório Couto & Ribeiro Advogados Associados; Professor de Direito Civil da Faculdade Escritor Osman da Costa Lins - FACOL; Professor de Direito Constitucional da Faculdade Nova Roma/FGV; Professor de Direito do Trabalho do Instituto Federal de Pernambuco – IFPE.

- Tatiane Gonçalves de Lima - Professora da Faculdade SOPECE (Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino), ministra aulas de contabilidade nos cursos de Administração e Ciências Contábeis. Atua como profissional de contabilidade na Universidade Católica de Pernambuco. É palestrante e colaboradora da JOB Comunicação & Marketing - Inovação e Treinamentos.

- Tifanny Valente Brasileiro - Atualmente é diretora da Flash Comunicação e Mídias Digitais, empresa de comunicação, especialista em desenvolver o melhor conteúdo em comunicação e imagem. Atua também como fotógrafa, web designer, escritora e é professora nos cursos de Fotografia e de Produção Publicitária da Faculdade de Olinda - FOCCA.


Alunos Especiais e Alunos Ouvintes
 

Admissão extrasseleção, para aluno especial ou aluno ouvinte e aluno vinculado a outro Programa de Pós-graduação

A Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, no uso de suas atribuições, e de acordo com o Regimento da Pós-graduação Stricto Sensu, no que concerne à Regulamentação de matrícula de alunos da Pós-graduação, estabelece:

Aluno vinculado a outro Programa de Pós-graduação

Aluno Vinculado é aquele efetivamente matriculado em Curso de Mestrado/Doutorado em Instituição de Ensino Superior, aprovado pela CAPES, que deseje cursar disciplina em um Programa de Mestrado/Doutorado da UNICAP, observando:

  • o nº de Alunos Vinculados por disciplina é decisão da Coordenação da Pós-graduação Stricto Sensu, ouvido o Coordenador do Programa em questão,
  • o aluno deverá apresentar no ato da inscrição, cópia autenticada da RG, CPF, Certificado de Conclusão da Graduação ou Diploma, do Histórico da Graduação e Currículo comprovado, sem necessidade de autenticação;
  • o aluno deverá preencher o requerimento padrão oferecido na secretaria da Pós-graduação;
  • o aluno deverá pagar por cada disciplina, a ser cursada, a taxa no valor definido pela Pró-reitoria.

Aluno especial e Aluno ouvinte

Aluno Especial ou Aluno Ouvinte é aquele aluno que não está vinculado a nenhum Programa de Mestrado/Doutorado e deseja cursar disciplinas em um Programa de Mestrado/Doutorado da UNICAP, observando:

  • o n° de Alunos Especiais é decisão da Coordenação Geral de Pós-graduação, ouvido o Coordenador do Programa em questão;
  • o aluno deverá apresentar, no ato da inscrição, cópia autenticada da RG, CPF. Certificado de Conclusão da Graduação ou Diploma, do Histórico da Graduação e Currículo comprovado, sem necessidade de autenticação;
  • o aluno deverá preencher o requerimento padrão oferecido na secretaria da Pós-graduação:
  • o aluno deverá pagar, por cada disciplina a ser cursada, a taxa no valor definido pela Pró-reitoria.

Obs.:  O  Aluno Especial  poderá aproveitar, nos Programas de Pós-graduação da UNICAP, os créditos cursados na disciplina, desde que até o prazo de 5 anos, levando em conta a quantidade de créditos que o Programa aceita dentro desta modalidade (geralmente são 8 créditos). O Aluno Ouvinte não poderá aproveitar a disciplina cursada para compor créditos nos Programas de Pós-graduação.

 

Inscrições:

Devido o momento da Pandemia da COVID-19, todo o processo de inscrição estará sendo através do envio da documentação solicitada e do requerimento para o e-mail: secretariastrictosensu@unicap.br, no período de 16/07/2021 a 13/08/2021.

 

Requerimentos:

- Aluno Especial (Clicar aqui)

- Aluno Ouvinte (Clicar aqui)

 

Valor por disciplina:

- Valor por disciplina (Clicar aqui


Fale Conosco

Segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h

Local
Rua Almeida Cunha, 245. bloco G4, térreo
Boa Vista, Recife/PE.
CEP: 50.050-480

Informações
(81) 2119.4369 /secretaria
(81) 2119-4388 /secretaria
(81) 2119-4015 /secretaria

Ramal
2119-4024 (coordenação)
Fax: (081) 2119-4020

Email
secretariastrictosensu@unicap.br

 


SELEÇÃO 2021

Edital 2021 – Mestrado Profissional em Indústrias Criativas (atualizado em 20/01/2021)

[+] FAÇA SUA INSCRIÇÃO NO PORTAL DA PÓS-GRADUAÇÃO

Obs.:  A Secretaria da Stricto Sensu informa que os documentos solicitados, nos Editais de Seleção 2021, com o reconhecimento de firma/autenticação, serão necessários, apenas, no ato da entrega presencial, na Secretaria, devido a Era Pandêmica. Para o momento atual, os documentos apenas precisam ser digitalizados e encaminhados para o e-mail indicado nos Editais.

Admissão no Programa

A admissão ao Programa dá-se por meio de processo seletivo anunciado por Edital.

Poderão candidatar-se aos Cursos de Mestrado e Doutorado em Ciências da Religião portadores de diplomas de graduação, em quaisquer áreas do conhecimento, desde que reconhecidos pelos órgãos federais competentes, uma vez que se trata de uma área interdisciplinar, na qual as pesquisas são congregadas pelo objeto de estudos, e não pelo método. É exigida a apresentação de um projeto de pesquisa pertinente às linhas de pesquisa oferecidas pelo Programa. Para os candidatos ao Curso do Doutorado em Ciências da Religião, é exigido o diploma de Mestre, em quaisquer áreas reconhecidas pela CAPES.

Os candidatos à seleção deverão apresentar cópias legíveis, acompanhadas de originais para conferência:

  • RG e CPF;
  • certidão de nascimento/casamento ou certidão com averbação de divórcio;
  • título de eleitor com comprovante da última eleição;
  • certificado de quitação com o serviço militar (homem);
  • diploma, devidamente registrado em órgão competente, ou certificado de conclusão da graduação;
  • histórico escolar da graduação;

Além disso, deverá apresentar:

  • uma foto 3X4 colorida e recente;
  • requerimento justificando o interesse pelo curso e pela linha de pesquisa;
  • projeto de pesquisa (proposta preliminar);
  • curriculum vitae cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq (cnpq.br), devendo o candidato entregar cópia da documentação comprobatória;
  • cópia do comprovante da inscrição;
  • comprovante do pagamento da taxa de inscrição.

Os candidatos ao Programa de Doutorado também deverão apresentar:

  • Diploma de Mestrado (cópia autenticada), reconhecido pela CAPES, ou certificado de Conclusão do Mestrado, ou ainda uma declaração de que é concluinte de Mestrado, em curso reconhecido pela CAPES.
  • Histórico escolar do Mestrado (cópia autenticada), com inclusão da nota do exame de proficiência de língua estrangeira.

A seleção dos candidatos para o Curso de Mestrado em Ciências da Religião será realizada por uma Comissão de Seleção designada pelo Colegiado e constará de:

  • prova escrita com base na bibliografia indicada no Edital (eliminatória);
  • análise do Projeto de Pesquisa;
  • avaliação do Currículo Lattes;
  • entrevista com os candidatos que obtiverem nota 7,0 (sete) na prova escrita;
  • exame de proficiência de língua estrangeira (inglês, francês, italiano ou espanhol) através de teste de compreensão de textos escritos.

Ao aluno que não tiver obtido nota igual ou superior a 7,0 (sete), no exame de proficiência em língua estrangeira, na seleção, será dada uma nova oportunidade até 12 (doze) meses após o período de seleção, ou o cumprimento de disciplina em Língua Estrangeira Instrumental na UNICAP, por um semestre, sendo aprovado com o mínimo de 7,0 (sete); caso seja reprovado, o aluno não terá direito a prosseguir no Curso.

A seleção dos candidatos para o Curso do Doutorado em Ciências da Religião será realizada por uma Comissão de Seleção designada pelo Colegiado e constará de:

  • prova escrita com base na bibliografia indicada no edital (eliminatória);
  • análise do Projeto de Tese;
  • c) avaliação do Currículo Lattes;
  • d) exame de proficiência de uma segunda língua estrangeira (inglês, francês, italiano ou espanhol) através de teste de compreensão de textos escritos (eliminatória);
  • e) entrevista com os candidatos que obtiverem nota 7,0 (sete) no exame de proficiência de língua estrangeira.

Nos dias 25 e 26/08/2021 o Programa de Pós-graduação Stricto Sensu irá realizar o processo de Matrícula de 2021.2 (Segunda Oportunidade) e Alteração de Matrícula.

Os(As) discentes devem seguir as instruções que estão no Informativo de Matrícula e Alteração de Matrícula.

- Informativo de Matrícula e Alteração de Matrícula (Clicar aqui)

- Calendário 2021 – Atualizado (Clicar aqui)

- Requerimento para Solicitações (Clicar aqui)

Informações: secretariastrictosensu@unicap.br

 


Devido a Pandemia do COVID-19 a Secretaria dos Cursos "Stricto Sensu" está adotando novos critérios para o recebimento da versão final das Dissertações.

- Orientações Gerais (Clicar aqui)

- Atualização de Cadastro (Clicar aqui)

- Termo de Autorização para Biblioteca (Clicar aqui)

- Solicitação de Diploma (Clicar aqui)

- Portaria - Entrega das Dissertações e Teses (Clicar aqui)


Desde o ano de 2020 a Comissão de Autoavaliação do Mestrado em Indústrias Criativa sistematiza uma metodologia, guiada pelas diretrizes de autoavaliação dos programas de pós-graduação da Universidade Católica de Pernambuco e pelas indicações fornecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Atualmente a Comissão de autoavaliação do Mestrado em Indústrias Criativas se desdobra no delineamento avaliativo a adotar. Seguindo as orientações estabelecidas, o Programa passará em seguida a atentar para as questões mais técnicas, elaborando seu Projeto de Autoavaliação.

Dessa elaboração de projeto de autoavaliação constarão as seguintes seções, mínima e obrigatoriamente:

– Objetivos.

– Estratégias.

– Método – técnicas, instrumentos, formas de análise, frequência de coleta de dados.

– Cronograma.

– Recursos.

– Equipe de implementação / responsabilidades.

– Formas de disseminação dos resultados.

– Monitoramento do uso dos resultados.

De acordo com o Documento Norteador, as etapas seguintes serão:

Implementação - que deverá ser monitorada de forma que possam ser propostas e adotadas medidas para assegurar que, mesmo com mudanças, a autoavaliação atinja seus objetivos;

Divulgação dos resultados – etapa que deve seguir dois princípios básicos: a) os resultados deverão ser conhecidos a tempo de informar as tomadas de decisão (perecibilidade) e de serem utilizados; b) a divulgação deverá empregar linguagem clara, objetiva, de forma a se mostrar acessível a todos os seus públicos-alvo;

Uso dos resultados;

Metaavaliação – Reproduzimos os termos do Documento Norteador: “Nesta etapa, é importante que o grupo reserve um momento para avaliar a própria sistemática de avaliação adotada pelo Programa durante um determinado ciclo, ajustando-a, caso necessário”.

 

- Comissão de Autoavaliação (Clicar aqui)

- Manual de Autoavaliação da PROPESPI (Clicar aqui)