Publicado Por: Redação

A partir desta quinta-feira (18), o estado de Pernambuco inicia um novo período de quarentena, decretado pelo governador Paulo Câmara no início da semana, como uma medida de combate ao aumento dos casos de Covid-19 no estado.

O novo decreto, que vai até o dia 28 de março, é um reforço às medidas restritivas iniciadas no início do mês, que regulavam o funcionamento dos serviços não essenciais – que continuaram funcionando com apenas alguns obstáculos. As novas medidas, no entanto, são mais rígidas, e determinam o fechamento dos estabelecimentos não essenciais durante 10 dias.

A nova fase da quarentena define como “não essencial” lugares como bares, restaurantes, shoppings, óticas, galerias, escolas, universidades, clubes sociais, esportivos, praias, parques, praças, ciclofaixas, eventos culturais e de lazer, cinemas, teatros, academias, salões de beleza e o comércio de varejo. Restaurantes ainda podem funcionar por retirada e também por delivery, assim como o comércio em geral.

O decreto vê como “essencial”, ou seja, que continuam funcionando livremente, serviços como supermercados, padarias, farmácias, postos de combustíveis, pet shops, clínicas, ambulatórios, bancos, lotéricas, transportes públicos, indústrias, atacados, termelétricas, construção civil, oficinas, assistências técnicas, e lojas de material de construção, informática, equipamentos agrícolas e veículos.

Desde o início do ano, especialistas da área de saúde já alertavam para a necessidade de novas medidas para impedir a circulação do vírus, e desde o início do mês já se falava da necessidade de um novo lockdown.

Uma matéria da Cátedra publicada no início do mês trouxe declarações de profissionais da Rede Solidária em Defesa da Vida Pernambuco (Redesol), grupo de especialistas da área de saúde, que afirmaram que as medidas restritivas eram pouco efetivas e chegavam tardiamente, e que o ideal seria um Lockdown de, no mínimo, 15 dias — o que não aconteceu, visto que as medidas do Governo são apenas novas fases da quarentena.

Gostei.
Compartilhar