Publicado Por: Alessandro Douglas

Em uma sociedade democrática os direitos à memória e à verdade devem ser garantidos, uma vez que a compreensão do passado nos ajuda a interpretar o presente. No caso do regime ditatorial militar (1964-1985), cujo apagamento da História era uma política de Estado, esse resgate é urgente para, entre outras coisas, assegurar que os atos institucionais e a repressão política praticada pelos agentes da ditadura não fiquem impunes.

No artigo “As Comissões da Verdade e a Democracia”, escrito por Manoel Moraes - Advogado, Coordenador do Grupo de Trabalho “Memorial da Democracia de Pernambuco” e Titular da Cátedra UNESCO/UNICAP de Direitos Humanos Dom Helder Câmara -, podemos entender a função das Comissões da Verdade para a defesa e promoção dos Direitos Humanos.

Em tempos em que o governo federal desmonta as políticas de memória, a criação do Grupo de Trabalho para o Memorial da Democracia em Pernambuco surge para “a consolidação de políticas públicas, e a defesa e preservação da democracia e da cidadania”.

Leia o artigo completo em nosso site,http://cclf.org.br/as-comissoes-da-verdade-e-a-democracia/, ou acesse o link na nossa bio!

#DireitosHumanos #Democracia #Memória
https://www.instagram.com/p/CXCTOKpL8u7/?utm_medium=share_sheet

 

Gostei.
Compartilhar