Psicologia Clínica (PPGPSI)

ícone professor

Corpo Docente

ícone grupo de pesquisa

Linhas de Pesquisa

ícone serviço a comunidade

Serviço à Comunidade

ícone galeria de fotos

O Programa


 

 

Objetivos

O Programa de Pós-graduação em Psicologia (PPGPSI) da Universidade Católica de Pernambuco define-se como um espaço de produção e aprofundamento de conhecimento e formação científica, prática e ética para as atividades do ensino e pesquisa em Psicologia Clínica, particularmente no âmbito de suas específicas preocupações quanto às questões de família, gênero e interação social; psicopatologia fundamental e psicanalise e práticas psicológicas clinicas em instituições. O Curso de Mestrado, iniciado em 1999, concebe como seu objeto de estudo preparar profissionais de áreas afins para se tornarem pesquisadores, incentivando o desenvolvimento da pesquisa, na região Nordeste, além da capacitação para o exercício das atividades em clínica, com ênfase nas práticas psicológicas desenvolvidas em instituições de saúde pública e educação. O Curso de Doutorado, iniciado em 2009, tem como objetivo aprofundar os conhecimentos teóricos e metodológicos já obtidos no mestrado e possibilitar o desenvolvimento das habilidades necessárias para se tornar um pesquisador autônomo, além de voltar-se para favorecer uma reflexão críticas às práticas psicológicas desenvolvidas na interface com as ênfases que caracterizam suas diversas linhas de pesquisa. O PPGPSI organiza-se numa perspectiva que trabalha a Psicologia Clínica em suas dimensões social, política, ética e cultural, visando qualificar profissionais da área e áreas afins para pesquisa e produção do conhecimento psicológico com o intuito de tornarem-se pesquisadores reflexivos, formadores e disseminadores de conhecimento, incentivando o desenvolvimento da pesquisa na Região Norte e Nordeste do Brasil, bem como preparar os profissionais para atuarem como docentes do ensino superior. O Programa apresenta uma identidade própria e dinâmica, com objetivos bem definidos, formando profissionais na área da Psicologia Clínica, atuantes no cenário científico nacional e internacional. Pontuando estas questões, enumeramos os seguintes objetivos específicos do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica:

  1. desenvolver e preparar pesquisadores, docentes e profissionais através da reflexão crítica, científica e metodologicamente orientadas no campo da pesquisa na área da psicologia clínica;
  2. oferecer um espaço plural para a geração e troca de conhecimento acadêmico e científico em Psicologia Clínica na Região Norte e Nordeste, estimulando a interdisciplinaridade, o intercâmbio e a transferência de conhecimento com outras instituições e com a sociedade;
  3. criar condições para a intervenção na realidade regional, estadual e nacional, por meio de estudos e pesquisas que possam subsidiar a análise e a proposição de estratégias que permitam a qualificação dos sistemas e das práticas psicológicas no contexto das instituições de saúde e educação.

Área de Concentração

Tratamento e prevenção em Psicologia Clínica.

Linhas de Pesquisa

  • Família, Interação Social e Saúde
  • Práticas Psicológicas Clínicas e Demandas Sociais Contemporâneas
  • Psicopatologia Fundamental e Psicanálise

Metodologia

As aulas são presenciais e são exigidos trabalhos dos alunos em forma de seminários, redação de trabalhos científicos e atividades relacionadas à elaboração da dissertação ou da tese.

A história da Psicologia no Nordeste se confunde, inicialmente, com a história do Curso de Psicologia da UNICAP. Criado em 1962, o Curso de Psicologia funcionou, primeiramente, no antigo Instituto de Psicologia, que logo se transformou no Departamento de Psicologia da UNICAP. Ao longo desses anos, novos cursos de Psicologia foram surgindo na Região, cada um se caracterizando pela tendência para uma linha teórica e/ou uma área da Psicologia, dirigindo a atenção à demanda da Região em que está inserido. A tradição do Curso de Psicologia da UNICAP tem sido a de formar psicólogos clínicos, embora também ofereça formação em outras áreas. Em geral, dois terços do nosso alunado escolhe a área de clínica para estágio obrigatório e de igual proporção é o cadastramento de psicólogos clínicos no Conselho Regional de Psicologia – 2ª. Região.

O Programa de Pós-graduação em Psicologia surgiu do interesse em desenvolver pesquisas e formar pesquisadores em clínica psicológica, consolidando esta tradição. Começou com cursos lato sensu como os de Especialização em Psicologia Clínica (na Abordagem Fenomenológica-Existencial e na Abordagem Psicanalítica) que, pela qualidade técnica e acadêmica, abriram caminho para a criação e implantação de um programa de pós-graduação stricto sensu, subsidiando as linhas de pesquisa de Práticas Psicológicas Clinicas em Instituições e Psicopatologia Fundamental e Psicanálise. Paralelamente, foi realizado um Seminário de Estudos sobre a Família, do qual participaram docentes da casa e professores convidados de outras IES, acarretando a criação da disciplina denominada “Família e Saúde” para o curso de graduação, abrindo uma área de estudos com esta especificidade.

Em 1998 foi apresentada a proposta para o Curso de Mestrado em Psicologia, aprovada pela CAPES, tendo a primeira turma iniciado em 1999, com 20 vagas na seleção. O Programa se insere na região Nordeste e Norte, recebendo alunos de diversas cidades e universidades, o que repercute na formação de uma massa crítica preparada para atender às necessidades do ensino e da pesquisa, trazendo contribuições significativas para o exercício da clínica em instituições privadas e públicas, com ênfase na prevenção e tratamento, pesquisando as diversas modalidades de práticas psicológicas em instituições.

Para atender aos objetivos do programa e contemplar as linhas de pesquisa propostas, o elenco de disciplinas está estruturado da seguinte forma:

Módulo Fundamental

Constituído de duas disciplinas (02) obrigatórias de dois (02) créditos, que são cursadas por todos os alunos do curso, contemplando o núcleo exigido pelos objetivos gerais visados pelo curso e necessários para imprimir-lhes unidade. São elas:

  1. Epistemologia e Psicologia (Discussão dos processos de constituição, transformação e superação do projeto epistemológico da modernidade e de como se abre hoje o campo para uma cultura pós-epistemológica na qual as questões éticas passam a ocupar uma posição decisiva).
  2. Pesquisa em Psicologia Clínica (Discussão das bases formais e procedimentos da pesquisa qualitativa e quantitativa em psicologia clínica).

Módulo Específico

Constituído de duas (02) disciplinas obrigatórias de dois (02) créditos, distintas para cada linha de pesquisa. Visam à construção do trabalho de pesquisa e formação do pesquisador na linha de pesquisa na qual o aluno está engajado, levando em conta as especificidades dos questionamentos, dos temas e das orientações técnicas. Elas poderão ser cursadas por alunos oriundos de outras linhas de pesquisa e, neste caso, elas serão computadas nos créditos das disciplinas optativas.  São elas:

  1. Fundamentos Filosóficos da Clínica Fenomenológica e Existencial (Discussão a respeito dos conceitos filosóficos que embasam a Clínica Fenomenológica-Existencial).
  2. Pesquisa em Clínica Fenomenológica (Problematização das relações entre teoria e prática em Psicologia Clínica, enfocando a leitura fenomenológica da linguagem científica).
  3. Metapsicologia Freudiana (Discussão do estatuto metapsicológico dos conceitos psicanalíticos freudianos).
  4. Pesquisa em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise (Discussão das singularidades da pesquisa em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise).
  5. Dinâmica do Grupo Familiar e Intervenções Clínicas (Discussão dos fundamentos psicanalíticos que circunscrevem a família como locus de constituição da vida psíquica do indivíduo).
  6. Pesquisa em Clínica com Família (Discussão de modelos de pesquisa nos quais a família se apresenta como foco ou como fundo).

Módulo Complementar

Constituído por nove (09) disciplinas de dois (02) créditos cada, por Leituras Dirigidas e Seminários de um (01) crédito cada. Nosso estatuto prevê a alternativa de cursar disciplinas em outros programas, com aproveitamento de créditos, desde que em programas reconhecidos pela CAPES. Oferecemos as seguintes disciplinas eletivas:

  1. Clínica Psicanalítica I
  2. Clínica Psicanalítica II
  3. Práticas Psicológicas em Instituições I
  4. Práticas Psicológicas em Instituições II
  5. Paradigmas em Psicologia da Família
  6. Intervenção na Clínica da Família
  7. Tópicos Especiais em Psicologia Clínica (contemplando temáticas direcionadas para as três linhas de pesquisa)
  8. Cultura e Subjetividade
  9. Tópicos Especiais em Linguagem
  10. Visão Histórico-Social da Família
  11. Seminário de Pesquisa em Família, Gênero e Interação Social,
  12. Seminário de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise
  13. Seminário de Pesquisa em Práticas Psicológicas Clínicas em Instituições.
  14. Leitura Dirigida (contemplando temáticas direcionadas para as três linhas de pesquisa)
  15. Estágio em Docência

Outras orientações

Os alunos são orientados a cursar semestralmente quatro ou cinco disciplinas (cumprindo assim, 8 a 10 créditos no semestre). Desse modo, durante o primeiro ano eles poderão cumprir, no mínimo, os 18 créditos de disciplinas que necessitam, deixando o segundo ano livre para a pesquisa e escrita da dissertação (6 créditos).  As leituras dirigidas e os seminários são programados pelas linhas de pesquisa em consonância com os projetos de pesquisa em andamento. Desde 2005, em meados do segundo semestre do Mestrado em Psicologia Clínica, é programada uma jornada da qual participam os membros do colegiado e um examinador externo ao programa, com os novos discentes para apresentação e discussão dos projetos de pesquisa. Após tal procedimento, os projetos são avaliados por um professor do programa, sendo depois encaminhados para o Comitê de Ética, via Plataforma Brasil, caso envolvam pesquisas com seres humanos. Para acessar as Ementas, clique no link: Ementas vigentes.

Para atender aos objetivos do Doutorado e contemplar as linhas de pesquisa propostas, o elenco de disciplinas está estruturado da seguinte forma:

Módulo Específico

Constituído de (03) disciplinas obrigatórias de (03) créditos cada, perfazendo um total de 09 créditos, que são cursadas por todos os alunos do curso, contemplando os objetivos gerais visados pelo curso. São elas:

  1. Estudos e Pesquisa de Tese I
  2. Estudos e Pesquisa de Tese II
  3. Estudos e Pesquisa de Tese III

Módulo Complementar

Constituído por:

  1. 10 (dez) créditos assim distribuídos: Disciplinas que compõem o modulo complementar do Curso de Mestrado, consideradas como optativas e escolhidas pelo aluno em conjunto com o professor orientador, dentre aquelas que melhor se adaptarem a seu plano de curso e de tese. No entanto, será exigido um aprofundamento das temáticas estudadas e um processo avaliativo diferenciado. Quanto ao Estágio em Docência será exigida uma carga horaria de 60 horas, enquanto a carga horaria exigida para o mestrado é de 30 horas.
  2. 10 (dez) créditos em produção cientifica assim distribuídos: 06 créditos referentes a apresentação de trabalhos científicos em eventos nacionais e ou internacionais e 04 créditos referentes a publicações em periódicos avaliados pelo Qualis. No caso de capítulos de livro ou livro autoral, tais produtos serão avaliados, obedecendo aos critérios CAPES/ livro, por uma comissão, já constituída, por professores das diferentes linhas, sendo a avaliação final submetida para aprovação pelo colegiado do curso.

a - Artigos publicados em revistas A1 e A2 conferem 4 créditos cada;
b - Artigos publicados em revistas B1 e B2 conferem 03 créditos cada;
c - Artigos publicados em revistas B3, B4 e B5 conferem 02 créditos cada.
d - Artigos completos publicados em Anais de eventos nacionais ou internacionais, com ISBN, confere 02 créditos cada.

Para acessar as Ementas, clique no link: Ementas 2016.

Docentes Permanentes

Docentes colaboradores

Processo de Seleção do Mestrado

As vagas são destinadas a portadores de diplomas de Psicólogo, de Bacharel ou Licenciado em Psicologia, assim como portadores de outros diplomas de cursos superiores de duração plena, de áreas afins, outorgados por Instituições de Ensino Superior e reconhecidos pelo Conselho Federal de Educação, submetidos todos os candidatos a processo seletivo único. O número de vagas anual é fixado pelo colegiado do curso e divulgado no Edital de Seleção. A inscrição é feita na secretaria acadêmica da PRAC, no térreo do bloco G4 do campus da UNICAP, Rua Almeida Cunha, n°. 245, sala 003, Boa Vista, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h e das 14h30min às 17h, durante o período definido pelo Edital de Seleção, mediante preenchimento de formulário de pré-inscrição (Formulário de Inscrição) e entrega dos seguintes documentos:

  • cópia RG;
  • cópia do CPF;
  • cópia de certidão de nascimento/casamento/divórcio;
  • cópia do comprovante de serviço militar;
  • cópia do histórico escolar da graduação;
  • cópia do certificado de conclusão da graduação ou cópia do diploma;
  • duas fotos 3×4 recentes;
  • pré-projeto de pesquisa – proposta preliminar indicando na capa a linha de pesquisa pretendida;
  • currículo Lattes (modelo do CNPq site www.cnpq.br – Plataforma Lattes), devendo o candidato anexar a documentação comprobatória;
  • comprovante do pagamento da taxa de inscrição.

A seleção é constituída dos seguintes itens:

  • Prova escrita sobre conhecimentos em Psicologia Clínica
  • Análise do pré-projeto de pesquisa
  • Avaliação do currículo Lattes
  • Entrevista com os candidatos que obtiverem nota 7,0 (sete) na prova de conhecimento.
  • Prova de língua estrangeira (francês, espanhol ou inglês) na qual será pedida uma interpretação e/ou tradução de texto. Ao candidato que não conseguir obter nota 7,0 (sete) será dada uma nova oportunidade 6 meses após o período de seleção. Caso o resultado seja negativo, o aluno não terá direito a prosseguir no Curso. Poderá submeter-se novamente à seleção com aproveitamento dos créditos obtidos.

Processo de Seleção do Doutorado

As vagas são destinadas a portadores de diploma (ou de certificado de conclusão) de Mestrado de Psicologia reconhecido pela CAPES, de graduação em Psicologia, assim como portadores de outros diplomas de cursos superiores de duração plena, de áreas afins, outorgados por Instituições de Ensino Superior e reconhecidos pelo Conselho Federal de Educação, submetidos todos os candidatos a processo seletivo único. O número de vagas anual é fixado pelo colegiado do curso e divulgado no Edital de Seleção. A inscrição é feita na secretaria acadêmica da PRAC, no térreo do bloco G4 do campus da UNICAP, Rua Almeida Cunha, n°. 245, sala 003, Boa Vista, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h e das 14h30min às 17h, durante o período definido pelo Edital de Seleção, mediante preenchimento de formulário de pré-inscrição (Formulário de Inscrição) e entrega dos seguintes documentos:

  • cópia RG;
  • cópia do CPF;
  • cópia de certidão de nascimento/casamento/divórcio;
  • cópia do comprovante de serviço militar;
  • cópia do histórico escolar da graduação e do mestrado;
  • cópia do certificado de conclusão da graduação ou cópia do diploma;
  • cópia do diploma ou certificado de conclusão de Mestrado reconhecido pela CAPES, ou certificado de conclusão do Mestrado, ou ainda, uma declaração de que o aluno é concluinte de Mestrado, de curso reconhecido pela Capes;
  • duas fotos 3×4 recentes;
  • anteprojeto de pesquisa – proposta preliminar, indicando a linha de pesquisa desejada;
  • currículo Lattes (modelo do CNPq site www.cnpq.br – Plataforma Lattes), devendo o candidato anexar a documentação comprobatória;
  • comprovante do pagamento da taxa de inscrição;
  • declaração do exame de proficiência ou curso completo em línguas estrangeiras, para dispensa de uma das duas línguas estrangeiras exigidas, a ser analisada pela Comissão. 

A seleção é constituída dos seguintes itens:

  • Exame de duas línguas estrangeiras escolhidas entre: francês, inglês e espanhol, com a utilização de dicionário trazido pelo próprio candidato.
  • Análise do pré-projeto de tese: na análise, serão valorizadas a relevância da investigação proposta, assim como a sua pertinência à Linha de Pesquisa, às pesquisa desenvolvidas pelo orientador proposto e às exigências acadêmicas do doutorado.
  • Análise do Currículo Lattes e do Histórico Escolar do Mestrado ou equivalente. Só serão pontuados os itens do currículo que apresentarem documentação comprobatória.
  • Entrevista sobre o pré-projeto de tese e Currículo Lattes, na qual o candidato deverá discutir e defender o pré-projeto apresentado com a banca examinadora.

Inscrições e Critérios de Seleção

O PPGPSI vem contribuindo para a formação e a qualificação de pesquisadores na área de Psicologia Clínica, recebendo doutores, advindos diversas instituições para realizar seu estágio pós-doutoral.

Inscrições

As inscrições para o pós-doutorado são feitas em formulário próprio. Para se inscrever, o candidato precisa apresentar:

  • Cópia do diploma de doutorado em Psicologia ou áreas afins.
  • Currículo Lattes atualizado (para candidatos brasileiros).
  • Plano de Atividades a ser desenvolvido de acordo com a área de concentração do PPGPSI e com vínculo a uma das linhas de pesquisa do Programa. O Plano deve conter atividades de pesquisa e integração entre graduação e pós-graduação.

As linhas de pesquisa do PPGPSI e os professores orientadores podem ser conferidos na página:

Critérios de Seleção

Serão considerados, na seleção, a critério do supervisor e com a anuência do Colegiado, os seguintes critérios:

  • Trajetória acadêmico-científica do pleiteante.
  • Produção intelectual acumulada nos últimos cinco anos.
  • Vínculo do Plano de Atividades à Área de Concentração do Programa.

Consonância da investigação proposta às linhas de pesquisa do PPGPSI.

Formulário para cadastro

> Presidente/Chanceler

Pe. Mieczyslaw Smyda, S.J.
Provincial dos Jesuítas do Brasil

> Reitor

Prof. Dr. Pe. Pedro Rubens Ferreira Oliveira, S.J.

> Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação

Profa. Dra. Valdenice José Raimundo

> Coordenadora de Pós-graduação
Profa. Dra. Roberta Varginha Ramos Caiado

> Coordenador Geral de Pesquisa
Prof. Dr. Dario Brito Rocha Júnior

 

>> Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica (Mestrado e Doutorado)
Profa. Dra. Veronique Donard Telefone: 2119-4407 | E-mail: veronique.donard@unicap.br

>> Vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica (Mestrado e Doutorado)
Profa. Dra. Cirlene Francisca Sales da Silva Telefone: 2119-4407 | E-mail: cirlene.silva@unicap.br

Devido a Pandemia o funcionamento da Secretaria está ocorrendo por via remota, por e-mail.

 

Atendimento 

Segunda-feira a sexta-feira das 8h às 11h e das 13h às 17h. 

Local 

Rua Almeida Cunha, 245. bloco G4, térreo. Boa Vista, Recife, PE. CEP: 50.050-480. 

Informações 

(81) 99146-6993 

Email: secretariastrictosensu@unicap.br.  

A UNICAP dispõe de recursos próprios para o Programa de Estudos e Pesquisas de Pós-Graduação e conta com o apoio das agências de fomento de Pesquisa - CNPq, CAPES, FACEPE, através de recursos destinados aos Programas Stricto Sensu.

O Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições Comunitárias de Ensino Superior - PROSUC - Vinculado à CAPES, garante a concessão de bolsas de estudo concedidas em formato de isenção das taxas e mensalidades a serem pagas à Instituição para os acadêmicos mais bem classificados no processo de seleção dos programas, com taxas e bolsas distribuídas de forma equitativa entre os Programas de Pós-graduação da UNICAP.

Processo seletivo para Bolsas e Auxílios

Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições Comunitárias de Ensino Superior (PROSUC)

A cada ano é lançado edital com as informações e procedimentos para o processo de seleção para novos(as) bolsistas da CAPES/PROSUC. (Apenas para os(as) Discentes devidamente Matriculados(as) podem concorrer).

Os(as) candidatos(as) devem fazer suas inscrições, buscando o formulário, na Secretaria da Coordenação Geral de Pós-graduação.

Ao preencher o formulário, devem anexar os seguintes documentos:

  1. Xérox da declaração de imposto de renda ou declaração de imposto de renda da pessoa de quem é dependente ou redigir declaração informando que não declara imposto de renda e não é dependente de pessoa declarante (assinatura autenticada em Cartório);
  2. Declaração de regularização com a Receita Federal (regularização do CPF);
  3. Xérox da carteira de trabalho (capa com os dados pessoais e área dos contratos) (apresentar original);
  4. Redigir declaração informando se possui ou não vínculos empregatícios (informar quais são os vínculos e renda mensal)(assinatura  autenticada em Cartório) .

Inscrições: Secretaria da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação – térreo do bloco G4.

Fone: (81) 2119-4015.

Estão abertas as inscrições para a seleção de candidatos para preenchimento de vagas no Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica, Mestrado e Doutorado, com área de concentração em Tratamento e prevenção em Psicologia Clínica, para 2021.
Veja os editais para o mestrado e doutorado  no link abaixo:


Área de Concentração

O PPGPSI tem como Área de Concentração a Psicologia Clínica, que compreende estudos relacionados à complexidade dos aspectos psíquicos e socioculturais na experiência subjetiva.

 

Linhas de pesquisa e docentes

1. Família, Interação Social e Saúde

A linha de pesquisa “Família, Interação Social e Saúde” reúne pesquisadores que se preocupam com o universo familiar e social em um contexto de transformações. Aborda temas que se vinculam às modalidades teóricas e práticas clínicas baseadas nas perspectivas fenomenológica-existencial, sistêmica, psicanalítica e cognitivo-comportamental. Propõe-se a investigar as novas formas de parentalidade, conjugalidade e filiação, e suas relações com os demais sistemas sociais, assim como os eventos estressores que dificultam o funcionamento humano (álcool/drogas, violência intrafamiliar, doença e perda).

Desenvolve pesquisas que privilegiam: 1) o sujeito e sua interação na família, desde os seus primórdios ao envelhecimento, considerando-se esta como locus especial na constituição da subjetividade; 2) o funcionamento humano em vários contextos de interação, com ênfase nos processos sociocognitivos implicados nos comportamentos aditivos, no desenvolvimento de habilidades e competências sociais; 3) a experiência, os sentidos e valores, em interface com a família, saúde e trabalho.

 

Sublinhas temáticas

a) Processos sociocognitivos e clínica cognitivo-comportamental 

Tem por objetivo investigar os processos humanos implicados nas interações interpessoais no âmbito familiar, profissional e social, a partir do referencial da Teoria Social Cognitiva (A. Bandura). Adota essa perspectiva para analisar o desenvolvimento humano e as formas de adoecimento na contemporaneidade, tais como comportamentos aditivos, depressão, entre outros. Focaliza as práticas preventivas e de tratamento cognitivo-comportamentais que contemplam a interação entre cognição, emoção e comportamento. Responsável: Profa. Suely de Melo Santana.

b) Envelhecimento e intergeracionalidade

Devido ao aumento da longevidade humana, é comum observarmos hoje diversas gerações convivendo juntas na mesma família. Ao mesmo tempo em que esse relacionamento pode ser pautado pelo apoio, cuidado e aprendizagens mútuos, pode também ser fonte de conflitos e tensões. Dessa forma, pesquisar sobre as peculiaridades que caracterizam os relacionamentos entre as gerações propicia a construção de intervenções que possam fortalecer esses vínculos e a solidariedade intergeracional. Responsável: Profa. Cristina Maria de Souza Brito Dias e

c) A família, o bebê e suas relações

Estuda a família em seus primórdios, na transição para a parentalidade e a filiação, considerando as relações intersubjetivas envolvidas nessas construções, em interlocução com as situações de trabalho em contextos de saúde e educação. Responsável: Profa. Marisa Amorim Sampaio

 

Docentes

1. Cristina Maria de Souza Brito Dias – Doutorado UnB – BR (1995), Pesquisadora do CNPq – Nível PQ II.

 

2. Marisa Amorim Sampaio Cunha – IMIP – BR – (2013). Pós-Doutorado UNICAP (2016). 3. Suely de Melo Santana – Doutorado na Universidade do Porto- Portugal (2009).

 

3. Cirlene Francisca Sales da Silva – Doutorado na UNICAP (2019)

 

Prof. colaborador: Marcus Túlio Caldas – Doutorado na Universidade de Deusto - Espanha.

 

2. Práticas Psicológicas Clínicas e Demandas Sociais Contemporâneas

Esta linha de pesquisa, ligada ao Laboratório de Fenomenologia Existencial e Psicossocial – LACLIFEP – vem, desde sua constituição, se consolidando e se expandindo pelo desenvolvimento de estudos e pesquisas acerca da ação clínica e das práticas psicológicas clínicas em contextos públicos e privados, tendo a atenção psicológica e as perspectivas ética, estética e política como seus eixos norteadores. Caracteriza-se como uma linha de pesquisa que acolhe investigações que elegem como campos-temas a prática psicológica no campo da saúde pública, da assistência social, nas instituições hospitalares, nas organizações de trabalho e educacionais, entre outros, discutindo temáticas que contemplam o sofrimento humano em sua diversidade de gênero, raça, credo ou posição social. As práticas psicológicas desenvolvidas nesses contextos adotam, em sua grade de leitura e para a compreensão dos fenômenos, diferentes perspectivas, a partir das sublinhas temáticas a que estão vinculadas.

 

Sublinhas temáticas

a) Fenomenologia hermenêutica: sofrimento existencial e modos de existir na atualidade

Tem como objetivo refletir sobre as ressonâncias da fenomenologia hermenêutica, ao modo de Heidegger, para pensar a angústia e a emergência da singularidade; o sofrimento existencial e os modos de existir diante das demandas contemporâneas. Busca dialogar, via atividades de extensão, com a ação clínica presente nas diversas modalidades de prática psicológica em instituições de saúde. Responsável: Profa. Carmem Barreto e Profa. Danielle Siqueira Leite

b) Formação em psicologia e diversidade

Tem como objetivo problematizar a formação e a ação clínica do psicólogo no acolhimento aos diversos modos de subjetivação contemporâneos, numa perspectiva pós-estruturalista. Responsável: Profa. Cristina Amazonas.

c) Desigualdade social e sofrimento: as relações entre o poder e a vontade

Tem como objetivo compreender o sofrimento humano imbricado na desigualdade social, e tem como pano de fundo a questão da vontade arendtiana. Desenvolve projetos de extensão voltados para acolher a população em situação de risco. Responsável: Profa. Cristina Amazonas.

d) Prática psicológica e atenção psicossocial

Tem como objetivo cartografar as diferentes possibilidades de ação clínica na perspectiva das abordagens psicossociais e da psicossociologia clínica. Toma como campo-tema de pesquisa contextos institucionais de saúde, de educação e do trabalho, intervindo, apresentando e discutindo o alcance e os limites da prática clínica nesses contextos. Responsável: Profa. Ana Lúcia Francisco.

 

Docentes

1. Ana Lucia Francisco – Doutorado na PUC/SP- BR (2000).

 

2. Carmem Lúcia Barreto - Doutorado na USP - BR (2006).

 

3. Maria Cristina Lopes de Almeida Amazonas – Doutorado em Deusto – ES (2000).

 

4. Danielle Siqueira Leite - Doutorado UNICAP (2019)

 

 

Profa. colaboradora 

Simone Dalla Barba Walckoff – Doutorado PUC/SP – BR (2009).

 

3. Psicopatologia Fundamental e Psicanálise

A linha de pesquisa “Psicopatologia Fundamental e Psicanálise” estuda o psicopatológico através de um discurso intercientífico e transdisciplinar. A necessidade de resgatar os sentidos presentes no pathos (sofrimento e paixão), relativiza a noção classificatória de doenças psicopatológicas e as insere na condição do humano. A preocupação com o sofrimento psíquico e o desejo de investigar sobre novas alternativas de intervenção na clínica do psicopatológico fizeram com que a aproximação com a Psicanálise fosse inevitável, pela maneira como ela aborda o funcionamento do aparelho psíquico, pela forma como acolhe o sujeito que sofre. Assim, em vez de ter como objeto a doença, é o doente, ou seja, o sujeito da doença, que se torna o foco. Os trabalhos produzidos nesta linha de pesquisa refletem três tendências: pesquisas de cunho metapsicológico, pesquisas sustentadas na clínica psicanalítica e pesquisas psicanalíticas voltadas para o campo da cultura e da arte. Há uma preocupação em manter projetos interdisciplinares que integrem a graduação e a oferta de assistência à comunidade com vistas à prevenção e promoção da saúde mental.

 

Sublinhas temáticas

a) Cultura e arte

Estudos que abordem a psicogênese e a natureza de fenômenos culturais e artísticos. Responsáveis: Profas. Edilene Freire de Queiroz e Véronique Donard.

b) Psicopatologias do corpo 

Estudos que exploram as novas formas de sintomas e as manifestações psicossomáticas e seus manejos clínicos. Responsável: Profa. Edilene Freire de Queiroz.

c) Criminologia e psicopatologia: Violência e sublimação 

Responsável: Profa. Véronique Donard.

d) Configurações vinculares em diferentes formações grupais

Estudos com abordagem clínica dessas formações com enfoque nas experiências intersubjetivas e contextos socioambientais. Responsáveis: Profas. Maria Consuêlo Passos e Paula Cristina Monteiro de Barros.

e) Subjetividades e novas tecnologias de informação e comunicação 

Considera o ciberespaço e suas expressões como campo de investigação. Responsável: Profas. Véronique Donard e Paula Cristina Monteiro de Barros.

 

Docentes

1. Edilene Freire de Queiroz – Doutorado na PUC-/SP - BR (2000), Pós-doutorado Marseille I – FR (2005). Pesquisadora do CNPq – Nível PQ II.

 

2. Maria Consuêlo Passos - Doutorado em Psicologia Social PUC/SP - BR (1991).

 

3. Véronique Donard – Doutorado Universidade Paris-Diderot – Paris 7 (2008). Pós-doutorado UNICAP (2014).

4. Paula Cristina Monteiro de Barros - Doutorado UNICAP-Université Paris Diderot - Paris 7 (2015).

 

Professores colaboradores

Maria de Fátima Vilar de Melo – Universidade Paris V – René Descartes – Sorbonne - FR (1999).

Christian Hoffmann – Universidade Paris Diderot-Paris 7.
Patrick Martin-Mattera – Université Catholique de l’Ouest (UCO-Angers).

 

4. Ciberpsicologia e Humanidades Digitais

A linha de pesquisa em CIBERPSICOLOGIA E HUMANIDADES DIGITAIS tem como apoio as atividades do LABORATÓRIO DE CIBERPSICOLOGIA, e concentra pesquisas sobre os impactos psíquicos e comportamentais da utilização das tecnologias digitais da informação e da comunicação (TDICs) no cotidiano. Os referenciais teóricos seguem o modelo integrativo, articulando entre si as diferentes orientações teóricas da psicologia, e interdisciplinar, dialogando com outras ciências. Nesse sentido, de modo plural, abre espaço para numerosas possibilidades no fazer acadêmico que se alicerça no tripé ensino, pesquisa e extensão. A Teoria Social Cognitiva contribui nesse cenário com sua reflexão sobre a importância da mediação cognitiva que lastreia todo funcionamento humano e, mais especificamente, agencia as mudanças comportamentais num processo de determinismo recíproco entre pessoa-ambiente-comportamento. Também, a Teoria Sistêmica, que entende ser o todo maior que a soma de suas partes, esclarece o olhar para os distintos estratos das comunicações digitais, tais como o uso das redes sociais, ou ainda os impactos do uso das TDICs nas interações interpessoais e familiares, permitindo estudar seus agenciamentos e suas repercussões nos diferentes níveis do viver humano. Por fim, são inúmeras as possibilidades de pesquisa sustentadas por um entendimento psicanalítico, a começar pela constatação de que os humanos digitalizados também sonham, fantasiam, desejam, odeiam e amam, expressando nas telas seus conflitos inconscientes. A psicanálise tem, na realidade acarretada pelo uso das novas tecnologias, um vasto campo de pesquisa, que abre para a criatividade, tanto do ponto de vista da prática quanto da teoria. Será possível, igualmente, integrar outras perspectivas teóricas que permitam uma compreensão diferente da realidade digital, como a teoria bioecológica, dentre outras. De forma abrangente, sempre dentro de sua especificidade, a linha de pesquisa contempla estudos que contribuam para melhorar a qualidade de vida das pessoas, seja qual for sua idade e condição, e visa produzir pesquisas que tenham impactos a curto, médio e longo prazo, no campo da saúde, da educação e da segurança pública.

 

Sublinhas temáticas

a) Ciberespaço, socialização e subjetivação

Esta sublinha se dedicará às pesquisas que contemplem, de forma mais abrangente, o ciberespaço como um topos, e os diferentes modos de socialização e de subjetivação perpassados e sustentados pelo uso da internet. Responsável: Véronique Donard e Cirlene Francisca Sales da Silva

b) Ferramentas digitais como mediação de processos clínicos e/ou educativos

Propõe-se a conceber ferramentas digitais que sirvam como mediação de processos clínicos e/ou educativos, assim como a estudar seus impactos, verificando sua utilidade em diferentes contextos. À exemplo de aplicativos que possam estimular a cognição, facilitar a aprendizagem, favorecer as mudanças comportamentais, dentre outros. Responsáveis: Véronique Donard, Suely de Melo Santana e Cirlene Francisca Sales da Silva

c) Impactos neurológicos e/ou cognitivo-comportamentais do uso das TDICs

Pretende inclinar-se ao estudo dos impactos neurológicos e/ou cognitivo-comportamentais do uso das TDICs. Como exemplo, transtornos ocasionados pelo uso excessivo, adições, processos de (des) regulação emocional que se estabelece na interação homem-tecnologia. Suely de Melo Santana e Véronique Donard

d) Violência digital 

Interessa-se pelas utilizações do ambiente virtual para disseminar, facilitar ou incrementar agressões misóginas, homofóbicas, racistas, exposições íntimas, pornografia infantil e predação sexual, estelionatos, ciberbullying ou qualquer outra forma de agressão, de discriminação ou de incitação à violência. Véronique Donard.

 

Docentes

1. Cirlene Francisca Sales da Silva – Doutorado na UNICAP (2019)

2. Suely de Melo Santana– Doutorado na Universidade do Porto- Portugal (2009).

3. Véronique Donard – Doutorado Universidade Paris-Diderot – Paris 7 (2008). Pós-doutorado UNICAP (2014).

 

Linha I: Família, interação social e saúde

  1. Cristina Maria de Souza Brito Dias | Doutorado UNB –BR (1995) | E-mail: cristina.msbd@gmail.com | Lattes [+]
  2. Marisa Amorim Sampaio Cunha | Doutorado no IMIP (2013) | Pós-doutorado na UNICAP (2016) | E-mail: marisasampaio@hotmail.com Lattes [+]
  3. Suely de Melo Santana | Doutorado na Universidade do Porto (2009) | E-mail: suely.santana09@gmail.com | Lattes [+]
  4. Marcus Túlio Caldas | Doutorado em Deusto – ES (1999) | E-mail: marcus_tulio@uol.com.br | Lattes [+]

Professor colaborador

Linha II: Práticas psicológicas clínicas e demandas sociais contemporâneas

  1. Ana Lucia Francisco | Doutorado na PUC-SP (2000) | E-mail: ana.francisco@terra.com.br | Lattes [+]
  2. Carmem Lúcia Barreto  | Doutorado USP (2006) | E-mail: carmemluciabarreto@hotmail.com | Lattes [+]
  3. Simone Dalla Barba Walckoff  | Doutorado na PUC-SP (2009) | E-mail:  simonewal@ig.com.br | Lattes [+]
  4. Maria Cristina Lopes de Almeida Amazonas | Doutorado em Deusto – ES (2000) | E-mail: crisamaz@gmail.com | Lattes [+]

Professor colaborador

Linha III: Psicopatologia fundamental e psicanálise

  1. Edilene Freire de Queiroz – Pesquisadora do CNPq – Nível PQ II | Doutorado na PUC-SP (2000) | Pós-doutorado Marseille I – FR (2005) | E-mail: equeiroz@unicap.br | Lattes [+]
  2. Maria Consuêlo Passos | Doutorado na PUC-SP (1991) | Pós-Doutorado Université de Paris V (2002) | E-mail: mariaconsuelopassos@gmail.com | Lattes [+]
  3. Veronique Donard | Doutorado na Université de Paris VII (2008) | Pós-doutorado na UNICAP (2014) | E-mail: veronique.donard@gmail.com | Lattes [+]
  4. Paula Cristina Monteiro de Barros | Doutorado Universidade Católica de Pernambuco | Doctorat de Recherche en Psychopathologie et Psychanalyse da Université Paris Diderot / Paris 7 (2015) E-mail: paulabarrospsi@gmail.com | Lattes [+]

Professores colaboradores

  • Maria de Fátima Vilar de Melo | Doutorado na Université René Descartes – Paris V – Sorbonne (1998) | E-mail: mfvmelo@uol.com.br Lattes [+]
  • Patrick Martin-Mattera | Professor de psicologia clínica, diretor do Laboratório EA 4050 "Recherches en psychopathologie: nouveaux symptômes et lien social", Reitor da Faculdade de Ciências Humanas, Université Catholique d'Angers - UCO, França | E-mail: pmartin@uco.fr
  • Benoît Virole | Hôpital Robert Debré, França.

 

Linha IV: Ciberpsicologia e Humanidades Digitais

1. Cirlene Francisca Sales da Silva – Doutorado na UNICAP (2019)

2. Suely de Melo Santana– Doutorado na Universidade do Porto- Portugal (2009).

3. Véronique Donard – Doutorado Universidade Paris-Diderot – Paris 7 (2008). Pós-doutorado UNICAP (2014).

Os laboratórios realizam reuniões quinzenais, abertas a alunos graduandos, mestrandos, doutorandos e demais pesquisadores que se reúnem para apresentarem e debaterem o desenvolvimento de suas teses, dissertações, pesquisas e experiências clínicas.

Laboratório de Fenomenologia Existencial e Psicossocial – LACLIFEP

Coordenação: Profª. Drª. Carmem Lucia Brito Tavares Barreto

O Laboratório de Fenomenologia Existencial e Psicossocial (LACLIFEP) originou-se do antigo Laboratório de Orientação Humanística da UNICAP, criado em 1998, quando do projeto para criação do Mestrado em Psicologia Clínica, implantado em 1999. O Laboratório surgiu da necessidade de criar, na Universidade Católica de Pernambuco, um espaço voltado para o desenvolvimento de estudos e pesquisas em Psicologia Clínica numa perspectiva Fenomenológica Existencial, vinculado à linha de pesquisa de “Práticas Psicológicas Clínicas e Demandas Sociais Contemporâneas”.

O LACLIFEP visa ampliar a contribuição da Psicologia Fenomenológica Existencial na constituição de modalidades de prática psicológica, bem como refletir a contribuição da Fenomenologia Social e da Psicossociologia Clínica para a compreensão do sofrimento humano na contemporaneidade com propostas de intervenção. Tal ação é efetivada através da oferta de disciplinas e estagio supervisionado nos cursos de Graduação de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, além do desenvolvimento de Iniciação Científica, produção de pesquisa em cursos (lato sensu e stricto sensu) com publicações de trabalhos e pesquisas na área e organização de eventos científicos. Pretende, ainda, estimular estudos e buscar recursos que possibilitem contribuições para as atividades de pesquisa e projetos de extensão com a participação de psicólogos e alunos da graduação e da pós-graduação. Está vinculado ao GT-35/ANPEPP – Práticas Psicológicas em Instituições: Atenção, Desconstrução e Invenção e mantém interlocução com diversas instituições: Laboratório de Estudos em Fenomenologia Existencial e Prática em Psicologia da USP-LEFE; Programa de Pós-Graduação da PUC-SP e UERJ; Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro- IFEN; e Daseinsanalyse de São Paulo.

Vinculado a esta linha de pesquisa, o Laboratório de Psicologia Clinica Fenomenológica Existencial – LACLIFE – por sua expansão e amplitude de temáticas estudadas, também foi renomeado e, em consonância com seu processo de consolidação, passa a ser designado, a partir de 2018 como Laboratório de Clínica Fenomenológica Existencial e Psicossocial – LACLIFEP.

Objetivos

  • Possibilitar, através de discussões sistemáticas, a reflexão crítica, teórica e metodológica, da prática psicológica e o intercambio de experiências.
  • Estudar e desenvolver possibilidades de intervenção clínica em diferentes contextos institucionais e situacionais, a partir de uma perspectiva fenomenológica-existencial e de uma abordagem psicossocial.
  • Investigar possibilidades de compreensão do que se denomina de crise e sofrimento no contexto da contemporaneidade.

Laboratório de Família, Interação Social e Saúde - LAFAM

Coordenação: Profª. Drª. Marisa Amorim Sampaio Cunha

O LAFAM reúne pesquisadores que se preocupam com o universo familiar em um contexto de transformações e suas relações com os demais sistemas sociais e filosóficos. Promove eventos diversos (seminários, jornadas, palestras) e dá suporte às pesquisas em desenvolvimento. Contribui para firmar a linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica, profícua em temas que atendem aos desafios enfrentados pela família e a sociedade atual.

Laboratório de Psicopatologia Fundamental e Psicanálise

Coordenadora: Profª. Drª. Edilene Freire de Queiroz

O Laboratório de Psicopatologia Fundamental e Psicanálise, criado em 1998, se propõe a ser um locus para reunir pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, tendo como objetivo desenvolver pesquisas no âmbito da Psicopatologia Fundamental e da Psicanálise. Como espaço vivo de labor e de interlocuções abriga pesquisadores e alunos.

O Laboratório de Psicopatologia Fundamental e Psicanálise trabalha com as seguintes temáticas: 1) Cultura e Arte, com estudos que abordem a psicogênese e natureza de fenômenos culturais e artísticos; 2) Criminologia e Psicopatologia, com investigações que explorem as questões da crueldade, da violência e da possibilidade de sublimação destas tendências; 3) Psicopatologias do Corpo, com estudos que considerem as novas formas de sintomas e as manifestações psicossomáticas e seus manejos clínicos; 4) Configurações Vinculares em diferentes formações grupais, abordagem clínica dessas formações, com ênfase em famílias adotivas, enfoque de experiências intersubjetivas em contextos socioambientais que expressam o mal-estar contemporâneo; 5) Subjetividade e Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação, considerando o ciberespaço e suas expressões como campo de investigação.

Está ligado ao Departamento de Psicologia e em especial à Clínica de Psicologia e ao Programa de Pós Graduação em Psicologia Clínica através da linha de pesquisa Psicopatologia Fundamental e Psicanálise.

Mantém intercâmbios com: Espaço Psicanalítico-PB; Programas de Pós-Graduação-UFPE; Centre D’étude des Processus Psychiques de L’Université Denis Diderot-Paris 7; Lab. multi-site Recherche en Psychopathologie, noveaux symptôme et lieu social- Univ. Catholique de l’Ouest – Anger. Lab de Psicopatologia Fundamental: PUC-SP, UNICAMP e UNIFOR. Ele dá suporte à linha de pesquisa com o mesmo nome.


Teses e Dissertações

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações

[+] Clique e acesse as Teses e Dissertações em Psicologia Clínica

Biblioteca Digital da Produção Docente

[+] Busca de Produção Docente

Biblioteca Digital de Dissertações de outros Programas

[+] Clique e acesse as Dissertações de outros Programas

Biblioteca Central da Unicap

[+] Clique e acesse a página da Biblioteca


Serviço de Atenção ao Idoso(a) - SAI 

O Serviço de Atenção ao Idoso (a) (SAI) se caracteriza como um Projeto de extensão do Curso de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica, que visa a inserção social.  É um serviço prestado à comunidade, mais especificamente, às pessoas que tem a partir de sessenta anos de idade, objetivando contribuir para saúde psicoemocional dessa população. Ele é realizado na Clínica de Psicologia Manoel de Freitas Limeira (UNICAP) por psicólogos voluntários. Foi implantado em 2018 e oferece as seguintes modalidades de atendimento:

  1. Psicoterapia individual
  2. Psicoterapia Grupal
  3. Estimulação Cognitiva

Serviço de Intervenção Cognitivo-Comportamental (SICC)

O Serviço de Intervenção Cognitivo-Comportamental (SICC) se caracteriza como um Projeto de Extensão do Curso de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), implantado em 2019, e tem por finalidade oferecer às Comunidades acadêmica e externa vários serviços de apoio psicoemocional, distribuídos em 7 (sete) subprojetos: relaxamento para a comunidade; atendimento individual para estudantes de psicologia; grupo de apoio estudantil de psi para psi; pré-natal psicológico; roda de conversa e encontro com especialistas.

O Serviço de Intervenção Cognitivo-Comportamental (SICC) oferece:
• Atenção individual e/ou coletiva às pessoas que se encontram em sofrimento psicoemocional
• Atividades de prevenção e promoção em saúde mental, pautadas nos princípios da Terapia Cognitivo-Comportamental
• Capacitação dos profissionais e alunos internos e externos ao SICC.

Clínica-Escola de Psicologia da UNICAP

Primeira do Nordeste, foi criada em 1962, atendendo a determinação contida no art. 16, da lei nº 4.119 de 27/08/62, do Conselho Federal de Educação, para possibilitar a formação profissional dos alunos do Curso de Psicologia que iniciavam sua prática clínica. Desenvolve atendimentos psicológicos e psiquiátricos para a comunidade em geral. Nesse mesmo espaço são desenvolvidas pesquisas da graduação e da pós-graduação, conforme as necessidades do próprio serviço e os projetos delineados nas linhas de pesquisa. Atividades/Serviços e Projetos Desenvolvidos: Plantão Psicológico, Psicodiagnóstico Interventivo, Clínica da Infância, Clínica da adolescência, Clínica para Adultos e Idosos, Atenção ao Estudante Universitário e aos encaminhados pelo Núcleo de Apoio ao Discente, Serviço de Psiquiatria, e Sofia – O Serviço de Orientação à Filiação Adotiva.

Serviço de Orientação à Filiação Adotiva – SOFIA

Este Serviço se propõe a prestar assistência à comunidade, desenvolvendo um trabalho permanente de Acompanhamento Psicológico a pais adotivos e candidatos a adoção, visando refletir sobre o desejo de ter filhos. Tal serviço caracteriza-se como campo de estágio para alunos do Curso de Graduação em Psicologia e de pesquisas para alunos de pós-graduação. Conta com um site para ampliar e facilitar as consultas e divulgações de serviços e eventos: www.unicap.br/sofia. As atividades do ano de 2017 contaram com a participação  de onze alunos, entre graduação e pós-graduação. Outro fruto desse projeto , é o trabalho de pós-doutorado da aluna Amanda Marques Duque, “Crianças também falam sobre adoção. Um estudo interventivo sobre a circulação de palavras sobre adoção nas casas de acolhimento”. Coordenação: Profa. Edilene Freire Queiroz.

Prevenção contra a violência digital (entre pares e no namoro) e contra a ciberpredação sexual no Estado de Pernambuco

Extensão que realiza ações preventivas e intervenções junto a pais/responsáveis, educadores e adolescentes. Tem-se voltado à elaboração de materiais preventivos/informativos relacionados às violências (ciberbullying, ciberpedofilia e demais violências digitais) e realiza ações preventivas em escolas do Recife e Região Metropolitana. Visa fomentar a parceria com a Secretaria de Defesa Social e seus órgãos correspondentes (Polícia Civil e Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de PE). Coordenação: Profa. Véronique Donard.

Oferta de plantão psicológico para pessoas em situação de rua

Serviço que ocorre no Centro da cidade de Recife, voltado à escuta psicológica permanente das pessoas que se encontram na situação de rua. São realizados também encaminhamentos para outros serviços e apoio. Como atividade acadêmica, busca-se compreender as demandas dessa população e elaborar práticas que as atendam. Coordenação: Profª. Simone Walckoff.

Projeto de Extensão PRODECIDA

Programa de capacitação do residente médico para tomada de decisão clínica baseada em evidência. O PRODECIDA envolve três instituições (UFPE, Hospital Miguel Arraes e UNICAP). O público-alvo é composto por Residentes de Clínica Médica do Hospital Miguel Arraes. O projeto foi executado no período de 22/03/2017 a 22/10/2017, havendo sido renovado por mais dois anos. Coordenação geral: Profa. Andréa Lemos Bezerra de Oliveira (UFPE); Responsável na UNICAP: Profa. Marisa Sampaio.

Núcleo de Estudo e Pesquisa sobre Juventudes

O Núcleo tem como proposta abrigar pesquisadores e estudantes da pós-graduação, da graduação e interessados de outras instituições, para o estudo e a pesquisa sobre a juventude e suas vicissitudes. Coordenação: Profa. Albenise de Oliveira Lima.

Cátedra Francisco Brennand de Paradigmas Psicossociais e Culturais

Trata-se de cátedra multidisciplinar de pesquisas Francisco Brennand de paradigmas psicossociais e culturais, uma iniciativa conjunta do Consulado Francês no Recife e da Universidade Católica de Pernambuco. Foi criada em fevereiro de 2014 através de convênio estabelecido entre ambas as partes. Está destinada a favorecer o desenvolvimento da cultura através de pesquisas multidisciplinares sobre a obra do grande artista pernambucano, ao mesmo tempo, em que tal obra servirá de paradigma para o desenvolvimento de pesquisas sobre temas relevantes como a origem, o arcaico, a sexualidade e o sagrado. Coordenação: Profas. Veronique Donard e Edilene Queiroz.


Com o intuito de formar e atualizar, sistematicamente, massa crítica docente e discente, o Programa de Psicologia Clínica conta com a participação de docentes de outras instituições de ensino superior para seminários semestrais, composição de bancas de defesa pública de dissertação e tese, além de promover atividades de ensino, pesquisa e extensão em colaboração com outras instituições nacionais e estrangeiras.

Algumas parcerias com instituições nacionais

  • Universidade Católica de Salvador (UCSal)
  • Espaço de Psicanálise de João Pessoa (EPSI)
  • Círculo Psicanalítico de Pernambuco (CPP)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Hospital Miguel Arraes (Governo de Pernambuco)
  • Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP)
  • Universidade de São Paulo - Campus Ribeirão Preto e São Paulo (Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise)
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS-RS)
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Setor de Adoção da 2a Vara da Infância e da Juventude do Estado de Pernambuco
  • Consulado Francês no Recife
  • Associação de Terapias Cognitivas, em Pernambuco (ATC/PE)
  • Conselho Regional de Psicologia - Pernambuco
  • Instituto Brasileiro de Psicanálise Winnicottiana (IBPW)
  • Faculdade Meridional (IMED, Campus Passo Fundo, RS)
  • CLAVES/ENSP/FIOCRUZ-RJ

 Últimos produtos

  • Como resultado de algumas dessas parcerias, em 2017, o aluno Tiago Iwasawa Neves desenvolveu atividades acadêmicas, como parte do Programa de Doutorado Sanduíche no Brasil na Universidade de São Paulo, sob orientação da Profa. Edilene Queiroz (UNICAP) e co-orientação do Prof. Dr. Christian Ingo Lenz Dunker, do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP.
  • No ano de 2017, duas alunas do mestrado conseguiram junto à FACEPE, bolsa para mobilidade discente:

Aluna: Helga Costa Carvalho Rodrigues. Tema: “Conjugalidade e Dinheiro: Quando um mais um pode não resultar em dois”. Orientadora interna: Profª. Drª Cristina Maria de Souza Brito Dias (UNICAP). Orientadora da mobilidade: Profª. Drª Cláudia Mara Bosatto Cenci (Núcleo de Estudos e Intervenções com Família da Faculdade Meridional – IMED, RS).

Aluna: Thais Afonso Andrade. Tema: “(Des) vinculações afetivas: as relações amorosas do adolescente com histórico de violência intrafamiliar”. Orientadora interna: Profª. Drª Albenise de Oliveira Lima (UNICAP). Orientadoras da mobilidade: Prof.ª Dr.ª Kathie Njaine e Prof.ª Dr.ª Queiti Batista Moreira Oliveira (CLAVES/ENSP/FIOCRUZ-RJ).


Convênios consolidados

  • Universidade Paris Diderot
  • Université Catholique de l’Ouest-Angers
  • Université de Rennes
  • Universidade de Paris 8 - Vincennes- Saint Denis
  • Instituto de Psicologia da Universidade Católica de Paris (École de Psychologues Praticiens – ICP)
  • Universidade de Évora
  • Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto
  • Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa

Doutorado em co-tutlela

Como fruto do Convênio com a Universidade Católica de Ouest-Angers, foi desenvolvido, em 2017, doutorado em co-tutlela de Sheila Speck, sobre “Enfants rendus: l’autre face de l’adoption. Une étude sur le phénomène de dévolution» envolvendo Université Catholique de l’Ouest-Angerws e Université de Rennes. Orientando da Profa. Dra. Edilene Queiroz.

Em decorrência do intercâmbio com a Universidade de Paris 8 - Vincennes- Saint Denis, foi assinada, em dezembro de 2017, uma Co-tutela de Tese do aluno Richardson Diego Paz, orientando da Profa. Dra. Maria Cristina Lopes de Almeida Amazonas, sob a supervisão, naquela instituição, do Dr. Eric Fassin. Este procedimento visa desenvolver a cooperação científica entre as equipes de pesquisa franco-portuguêsa, favorecendo a mobilidade de outros doutorados e futuros projetos de pesquisa em rede.

Outra co-tutela com a Université Paris Diderot / Paris 7 (Doctorat de Recherche en Psychopathologie et Psychanalyse) foi desenvolvida por Paula Cristina Monteiro de Barros, em 2015, que atualmente é docente do Programa.

Professores Associados

  • Patrick Martin-Mattera (Université Catholique d'Angers - UCO, França)
  • Benoît Virole (Hôpital Robert Debré, França)

Docentes Permanentes

Docentes colaboradores

Mestrado

·         Amanda Pereira Cavalcanti ·         Ana Claúdia Oliveira de Lima Souza
·         Alexsandra Marcela Ferreira Lins de Souza ·         Alisson de Meneses Pontes
·         Ana Paula Galdino de Oliveira ·         Ana Priscila da Silva Ferraz
·         Ayanne Priscilla Alves Sobral ·         Bruna Fernandes de Barros Lucena
·         Caio Cesar da Paz Santos ·         Cassia Brito de Oliveira
·         Eder Galiza Cirilo ·         Elaine Aparecida de Lima
·         Érika Gomes dos Anjos Paes Barreto ·         Eva Maria Lins Silva
·         Flávia Cavalcanti Barreto ·         Flávia Lima Barreto de Souza
·         Itamar Souza de Lima Júnior ·         Jéssica Caroline de Moraes Veríssimo
·         Jhérsyka Evelin Mendes Lins ·         Laura Valença Arruda
·         Leonilson Fernandes de Andrade ·         Luísa de Marilak de Souza Terto
·         Maria Cristina Maia de Oliveira Fernandes ·         Maria do Carmo de Farias Andrade
·         Maria Eduarda Portela Ferreira da Costa ·         Marina Cunha Barreto de Oliveira
·         Marina Diniz Luna do Nascimento ·         Marilia Nóbrega da Silva
·         Mateus Souto Maior Barros ·         Milton Bezerra de Lima
·         Paulo José Barroso de Aguiar Pessoa ·         Priscila Brennand de Carvalho Fernandes
·         Quétsia Rosane da Silva Santos ·         Raissa Inojosa Rego Barros Correia
·         Rafaela dos Santos Silva ·         Raqueline Lacortt Carvalho
·         Rhayssa Cavalcanti de Barros Felipe ·         Rosana Rodrigues da Silva
·         Silvia Maria Emerenciano de Melo ·         Simone Matos Lacerda Leite
·         Thayse Késsya Oliveira de Almeida ·         Virginia Lucia Costa Neves

Doutorado

·         Adelaide Suely de Oliveira ·         Andrea Almeida Campos
·         Adriano de Souza Barros ·         Andréa Cristina Tavelin Biselli
·         Bruno Gilberto de Melo e Silva ·         Bruno Robson de Carvalho
·         Catarina Irene Rodrigues Dias ·         Cecilio Argolo
·         Cirlene Francisca S. da Silva ·         Claudia Danielle Barros Leite
·         Claudia Fonseca Lima ·         Cynthia Marden Torres
·         Dorcas Luisa Barreto Gominho ·         Edgley Duarte de Lima
·         Everton Fabrício Calado ·         Denise Boff
·         Diego da Silva Paz ·         Francisco Francinete Leite Junior
·         Ítala Daniele da Silva ·         Janaína Andrade Tenório
·         Júlia Santos Silva ·         Juliana Fonsêca de Almeida Gama
·         Karine Andrade Torres ·         Karla Fabiana Menezes
·         Lilia Simões Barbosa Figueiredo ·         Luciene de Melo Paz
·         Luiz Felipe Oliveira de Andrade ·         Maria Augusta Soares de Oliveira Ferreira
·         Maria Conceição Costa ·         Maria das Graças Diniz
·         Maria de Lourdes Cordeiro de Araújo Bezerra ·         Marcelino Jorge da Silva Lira
·         Margarida Maria Florêncio Dantas ·         Martha Lúcia de Azevedo Pimenteira
·         Nara Cristina Macedo de Figueiredo ·         Noemi Jessica Macêdo Santos Noca
·         Pauleska Asevedo Nóbrega ·         Paulo de Tarso Monteiro A. Melo
·         Rafaela Botelho Cursino ·         Rafaela da Mota Paixão França
·         Renata Lopes Arcoverde ·         Ramon Silva Silveira da Fonseca
·         Raquel Lima Pedrosa ·         Rebeka de Paula Gomes da Silva
·         Sandra Carla Pereira de Lima França ·         Sérgio Gonçalves Ferreira
·         Severino Ramos Lima de Souza ·         Sarah Xavier Peixoto de Vasconcelos
·         Sheila Speeck ·         Silvana Maria de Macedo Uchoa
·         Thaís Afonso ·         Thálita Cavalcanti Menezes da Silva
·         Vládya Tatyane Pereira de Lira ·         Waleska de Carvalho Marroquim Medeiros
·         Ubiracelma Carneiro da Cunha ·         Zirlana Menezes Teixeira

Egressos Mestrado

18ª Turma – 2016

  •  Denise Boff
  • Emily Schuler
  • Helga Costa Carvalho Rodrigues
  • Janusy Mara de Alencar Almeida
  • Jéssica Caroline de Moraes Verissimo
  • Juliana de Castro Teixeira
  • Karlise Maranhão Lucena de Albuquerque
  • Luciene de Melo Paz
  • Maria de Lourdes C. de Araújo Bezerra
  • Rhayssa Cavalcanti de Barros Felipe
  • Thais Afonso Andrade
  • Ubiracelma Carneiro da Cunha
  • Vanessa Nazário Cordeiro
  • Rennan Paranhos Baroni Lima
  • Glaudya Ariclênia B. Lindolfo de Oliveira
  • Larissa de Araújo Batista Suarez
17ª Turma – 2015 

 

  • Alexsandra Marcela Lins de Souza Ferreira
  • Catarina Irene Rodrigues Dias
  • Deysiane Ribeiro Pessoa Simões
  • Eglailza Sobral Rodrigues Alves
  • Eleide Rosane Borba Lira
  • Guaíra Moreira Camilo de Melo
  • Itala Daniela da Silva
  • Jonatas Tiburtino dos Santos
  • Jorge Roberto Fragoso Lins
  • Maria Mirtes Magalhães Viturino
  • Mariana Soares da Paz
  • Marília Rufino de Menezes
  • Mario Cysneiros de Oliveira Neto
  • Raíssa Maria Bittencourt de Morais
  • Roseane Farias da Silva
  • Sandra Mônica de Siqueira Rocha
  • Sarah Barbosa de Oliveira
  • Terezinha Rosália de A. Barbosa da Silva
  • Viviane R. de F. A. Amaral Dolomieu
16ª Turma – 2014 

 

  • Ana Cláudia Zuanella
  • Carolina Mendonça Muniz de Albuquerque
  • Charlyston Ferreira de Noronha
  • Flávia de Moura Rocha Parente Muniz
  • Jailton Bezerra Melo
  • Jeanne Beatriz de Brito Gouveia
  • Kelly Florêncio Trigueiro
  • Luciana Campos Marques de Souza
  • Maria do Rosário Cavalcanti da Silveira
  • Maria Goretti Veras de Lima
  • Michelle Maria Campos Carvalho
  • Renata Guarana de Sousa
  • Silvana Maria dDe Santana
15ª Turma – 2013 

 

  • Aline Agustinho da Silva
  • Ana Flavia da Cunha Santos Rego
  • Ana Patricia de Souza Amaral
  • Gilberto Lucio da Silva
  • Gilzacarla Alcantara dos Santos
  • Guilherme Pereira de Oliveira Chaves
  • Ingrid Coêlho Sales de Mello
  • Janaina da Mota Martins
  • José Josivan Bezerra de Sales
  • Laura Livramento da Silva de Oliveira
  • Lívia de Moura Grizzi
  • Margarida Maria Florêncio Dantas
  • Maria José Heráclio de Aquino Oliveira
  • Mércia Gomes da Silva
  • Michelle Calheiros Lima
  • Natália Laporte Correia
  • Raquel de Souza Gomes Silva
  • Roberta Caldas Domingues de Meneses
  • Sacha Lima Pinheiro
  • Tatiana Lima Brasil
  • Teresa Cristina da Costa Vieira
14ª Turma – 2012

 

  • Allyde Amorim Penalva
  • Armida Portela D’Albuquerque Lima
  • Cirlene Francisca Sales da Silva
  • Diana Pereira Nunes
  • Ellen Fernanda Gomes da Silva
  • Erica Maria Tenório Wanderley
  • Fabiola Barbosa Ramos da Silva
  • Gabriela Nunes Catarino
  • Janaina Andrade Tenório Araújo
  • Marciana da Silva Souza
  • Marciana Gomes Falcão Alves
  • Maria do Socorro Furtado Bastos
  • Maria Herminia Martins
  • Mariane Candida Lira Borba
  • Noberto Fernandes da Silva
  • Otaviano Bezerra Santana Filho
  • Pauleska Azevedo Nobrega
  • Rafaela Mota Paixão França
  • Raquel Carvalho de Queiroz
  • Rosana Andrade de Barros
13ª Turma – 2011

 

  • Ana Katarina Leimig Saraiva de Melo
  • Ana Maria Sá Barreto Maciel
  • Ana Paula Noriko Cimino
  • Ananda Kenney da Cunha Nascimento
  • Andrea Cristina Tavelin Biselli
  • Bruno Gilberto de Melo e Silva
  • Cicero Jose Barbosa da Fonseca
  • Cinthia Jaqueline da Silva Cavalcanti
  • Debora Daniele da Rocha Albuquerque
  • Jackeline Martini de Carvalho Souto
  • Julianne Gomes Correia de Oliveira
  • Leilane Almeida Paixao
  • Luiz Felipe Oliveira de Andrade
  • Michelle da Silva de Araujo
  • Naianna Ribeiro Mocelin dos Santos
  • Paulo de Tarso M. de Albuquerque Melo
  • Pedro Henrique de Oliveira Efken
  • Rafaela Mota Paixao França
  • Rebeka de Paula Gomes da Silva
  • Renata Lopes Arcoverde
  • Ronilson Correa
  • Vivian Batista de Carvalho
  • Sheila Speck
  • Gilclécia Oliveira Lourenço
  • Silvana Maria de Barros Santos
12ª Turma – 2010

 

  • Augusto de Souza Crisóstomo
  • Carolina Cavalcanti Henriques
  • Carolina Parente de Andrade
  • Clecia Lorena do Amaral Shibuya
  • Edivan Ferreira dos Santos
  • Ertz Clarck Melindre dos Santos
  • Fabiano Barros Vasconcelos Leirias
  • Josemary Karlla Chaves da Costa
  • Josenildo Jose da Silva
  • Maria Eugenia Calheiros de Lima
  • Maria Helena Peixoto de Oliveira
  • Pacifer Maia Sabia
  • Patricia Cristina de Veras Souza Maia
  • Pedro Xavier de Morais Neto
  • Rafaela Viana de Moura
  • Regina Marcia Manicardi Vaz
  • Renato Marin Crespo
  • Rennata Silva Carvalho
  • Tarciana Elias Cavalcante
  • Waleska de Carvalho Marroquim Medeiros
11ª Turma – 2009

 

  • Ana Karolina Pontes de Lima
  • Danielle de Fátima da C. C. de Siqueira
  • Dorcas Luisa da Cunha Paiva Barretto
  • Fernanda de Azevedo Lima
  • Flávia de Maria Gomes Schuler
  • Gabriela de Almeida Cavalcanti
  • Georgia Alencar Dantas
  • Hugo Vasconcelos Veríssimo
  • Jacinta de Fatima Cavalcante Chaves
  • Jackeline Villarim Vidal
  • Joana Caldas Pinheiro Malta Pereira
  • Jorge Gomes da Silva Sobrinho
  • Marilia Rique de Souza Brito Dias
  • Miguel Pinheiro Gomes
  • Pedro Alison Cruz
  • Priscilla Machado Moraes
  • Renata Barreto Fernandes de Almeida
  • Vanessa Carneiro Bandeira de Carvalho
  • Wellington Martins de Lira
10ª Turma – 2008

 

  • Alzeny Maria Ribeiro Ferrari
  • Ana Lúcia Gonçalves Bezerra Alves
  • Ana Paula Leal de Aguiar
  • Cristiane Maria Prysthon Moraes
  • Daniela Heitzmann Amaral
  • Diogivânia Maria da Silva
  • Elizabete Regina Almeida de Siqueira
  • Esperidião Barbosa Neto
  • Everton Fabrício Calado
  • Francisco Dias da Silva Filho
  • Josinete Muniz da Silva
  • Letícia Rezende de Araújo
  • Licélia Martins Siqueira Pinto
  • Luciana Enilde de M. Lyra Macêdo
  • Marcelo Ferreira Leite
  • Marcia Candelaria da Rocha Ramos
  • Maria do Socorro Gonçalves Formiga
  • Rafael Auler de Almeida Prado
  • Regina Coeli Araujo da Silva
  • Sarah Camello Vasconcelos
  • Simonie Wanderley de Freitas
  • Solange Maria Freire Neumann
  • Sthéphane Figueiredo de Sousa
9ª Turma – 2007

 

  • Alexandre Andrade Campos Pedrosa
  • Andréa Januário Rapela Moreira
  • Berthane Gleide Feitosa Pinheiro Rocha
  • Cynthia Marden Torres
  • Edvânia dos Santos Alves
  • Eleine Silva Oliveira
  • Ilcélia Alves Soares
  • Lélis Terezinha Marino Duarte
  • Luciana da Costa Leal
  • Maria Danielly da Silva Cabral
  • Maria Lúcia Cavalcanti de Mello e Silva
  • Patrícia Cristina de Véras Souza Maia
  • Patricia Sena Leitão
  • Paula Cristina Monteiro de Barros
  • Renata Soraya Coutinho da Costa Silvestre
  • Rita de Cássia Albuquerque Araújo
  • Rosália Andrade Cavalcanti
  • Socorro Alves Silva
  • Talita Raquel Araújo Creder
  • Thalita Ágata Moura de Aquino
8ª Turma – 2006

 

  • Ana Amália Torres Souza
  • Camila Neiva de Gouvêa Ribeiro
  • Célia Regina Medeiros
  • Elizabeth da Costa Carvalho
  • Georgiana Furtado Franca
  • Inês Demetrio de Barros
  • Isabela Lemos Arteiro
  • Jaqueline Vilar Ramalho
  • João Ricardo Pereira da Silva
  • Juliana Monteiro Costa
  • Leopoldo Nelson Fernandes Barbosa
  • Liana Ribemboim Feldman
  • Liliane Maria Martins de B. Melo
  • Maria Sandra Montenegro S. Leão
  • Marinalva Oliveira de Andrade
  • Renata Dias Henrique de Araújo
  • Renata Raimundo da Silva
  • Talitha Lúcia Macedo da Silva Arruda
  • Vanessa Gerosa da Silva Rangel
  • Vinicius Gomes Galvão
7ª Turma – 2005

 

  • Alessandra Navaes Turton
  • Bibiana da Gama Poggi
  • Erika Maria Gallindo Rego
  • Fabiana Borges Macedo
  • Fernanda Valéria Gomes dos Santos
  • Glauce Barreto Pereira
  • Jacy Cristina Cerqueira Araújo
  • Karla Daniele de Sá Araújo Maciel
  • Karla Fabiana Figueiredo Luna de Macêdo
  • Karina Carvalho Veras de Souza
  • Laura Cândido Pedrosa Caldas
  • Marcos Antonio de Andrade Nunes
  • Moacyr Ferreira Pires Filho
  • Paula Barbosa de Oliveira
  • Raitza Araújo dos Santos Lima
  • Rafaela Barbosa Wanderley
  • Silvana de Fátima Lima Molina
  • Suzana Sofia Moeller Schettini
  • Tatiana de Carvalho Socorro
  • Thálita Cavalcanti Menezes da Silva
6ª Turma – 2004

 

  • Clarissa Maria Dubeux Lopes Barros
  • Danielle de Andrade Pitanga
  • Edson Flávio Barbosa e Silva
  • Eliana Maria Cunha de Castro
  • Eugênia Chaves
  • Ivanilza Etelvina dos Santos
  • Janne Freitas de Carvalho
  • José Antônio Spencer Hartmann
  • Juliana de Barros Guimarães
  • Luciana Jungmann de Castro
  • Lucyanna de Farias Fagundes Pereira
  • Maria da Conceição Pereira Sergey
  • Marina Assis Pinheiro
  • Maura Lima Bezerra e Silva
  • Paulo Emílio Macedo Pinto
  • Rafael Carvalho da Nóbrega
  • Raíla Soares Ferreira
  • Sandra Regina da Silveira Arraes
  • Tatiana Rosas Ribeiro
  • Virgínia Teles Carneiro
5ª Turma – 2003

 

  • Antonieta Lira e Silva
  • Carlos Frederico de Oliveira Alves
  • Celina Maria Aragão Ximenes Ribeiro
  • Claudine Alcoforado Quirino
  • Cleide Pereira Monteiro
  • Elizabeth Regina Carneiro Barbosa
  • Giselle César Vieira Diniz
  • Gustavo Kihl Kniest
  • Juliana Fonseca de Queiroz
  • Karynna Magalhães Barros da Nóbrega
  • Klaylian Marcela Santos Lima
  • Lindair Ferreira de Araújo
  • Manuel Queiroz Oliveira
  • Maria da Graça Reis Braga
  • Patrícia Oliveira Lira
  • Renata Torres da Costa Pereira
  • Suely Emilia de Barros Santos
  • Sylvio José Barreto da Rocha Fereira
  • Veridiana Alves de Souza Costa
  • Virgínia Cavalcanti Pinto
4ª Turma – 2002

 

  • Adalmeide Vasconcelos do Nascimento
  • Ana Lúcia Omena Linhares
  • Bárbara Eleonora Bezerra Cabral
  • Diana Maria Hollanda Belém
  • Eliane José dos P. Figueiredo dos Santos
  • Fernando Antônio de Barros Goes
  • Helenita Meyer de Macedo Coelho
  • Kátia Cristina de Oliveira
  • Kátia Maria Carvalho de Freitas
  • Leda Guimarães Viena
  • Lúcia de Fátima Carvalho Salvari
  • Luísa Manjorani Cardoso
  • Maria Cláudia Pontual Peres
  • Maria de Fátima Mendonça Canedo
  • Maria Neuma Carvalho de Barros
  • Selme Lisboa da Costa Vasconcellos
3ª Turma – 2001

 

  • Adriana Martins Tinoco
  • Afonso Justino de Oliveira Jr.
  • Anna Barreto Campello Carvalheira
  • Clênia Maria T. de Santana Gonçalves
  • Dimitri Carlo Gabriel da Silva
  • Geovana Maria de Assis Rodrigues Santos
  • Gertrudes Pastl Montarroyos
  • Ivana Magaly Lima Alencar Carvalheira
  • Ivo de Andrade Lima Filho
  • Josélia Quintas Silva de Souza
  • Josivalter Soares de Barros
  • Luciana Brandão Carreira Del Nero
  • Maria da Conceição Araújo Valença
  • Maria de Fátima Souza de Paiva
  • Maria Ivone Marchi Costa
  • Rejane Pires Ferreira
2ª Turma – 2000

 

  • Arlindo Ferreira de Lima
  • Célia Maria Souto Maior de Souza Fonseca
  • Ivana Suely Paiva Bezerra de Mello
  • Jacqueline Nunes de Menezes
  • Joelma de Souza Correia
  • Marcos Creder Souza Leão
  • Maria José Maciel Vilhena
  • Nara Maria Dantas
  • Olga Matilde Borges Correia de Albuquerque
  • Rosângela Maia Magalhães da Silva
  • Tereza Maria Baptista Dubeux
  • Tereza Maria Meirelles Batista
1ª Turma – 1999

 

  • Ana Maria de Santana
  • Andréa Cristina Valença Gomes Botelho
  • Carmem Lúcia Brito Tavares
  • Guiomar Marques Gouveia de Melo
  • Iaraci Fernandes Advíncula
  • Inalda Maria Dubeux Andrade de Oliveira
  • Josiane Golin de Oliveira
  • Maria da Conceição de Oliveira Teixeira
  • Maria das Graças Diniz
  • Maria Emília de Carvalho Lapa
  • Maria Helena C. de A. de Barros e Silva
  • Maria Stella Dunshee de Abranches
  • Maria Teresa de Melo Padilha
  • Patrícia Wallerstein Gomes
  • Rute Bacelar de Araújo Ramos
  • Severino Ramos Lima de Souza
  • Wallace José Medeiros Ribeiro

</tbody>

Egressos Doutorado

6ª Turma – 2014

 

  • Cynthia Marden Torres
  • Danielle de Andrade Pitanga
  • Ellen Fernanda Gomes da Silva
  • Fernanda de Azevedo Lima
  • Flávio Romero Pedrosa de Almeida Júnior
  • Gilclecia Oliveira Lourenço
  • Isabela Lemos Arteiro Ribeiro Lins
  • Karynna Magalhães Barros da Nóbrega
  • Maria Teresa Barros Falcão Coelho
  • Mírian Tenório Maranhão Leão
  • Tiago Iwasawa Neves
  • Zirlana Menezes Teixeira Freire
5ª Turma – 2013

 

  • Ana Maria de Santana
  • Ananda Kenney da Cunha Nascimento
  • Andressa Pereira Lopes
  • Anna Barreto C. Carvalheira Chaves
  • Cláudia da Silva Santos
  • Cláudia Daniele Barros Leite Salgueiro
  • Cristiana Maria Macedo de Brito
  • Daniela Heitzmann A. Valentim de Sousa
  • Erica Patrícia Borba Lira Uchôa
  • Everton Fabricio Calado
  • Martha Lúcia de Azevedo Pimenteira
  • Mirian Leite Gomes de Oliveira
  • Sandra Carla Pereira de Lima França
  • Suely Emília de Barros Santos
4ª Turma – 2012

 

  • Adriana Rodrigues Antunes
  • Celina Maria Aragão Ximenes
  • Danielle de Fatima da C. C. de Siqueira
  • Jorge Gomes da Silva Sobrinho
  • Marcos Antônio de Lira Berenguer
  • Maria Eugenia Calheiros de Lima
  • Maria Jeane dos Santos Alves
  • Mariana Peres Stucchi
  • Moema Luzia Barros de Moura
  • Rodrigo Pontes de Mello
  • Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa
  • Rosilda Maria Sá Gonçalves de Medeiros
  • Wellington Martins de Lira
3ª Turma – 2011

 

  • Celia Maria Souto M. de Souza Fonseca
  • Erica Veronica de Vasconcelos Lyra
  • Esperidiao Barbosa Neto
  • Flavia de Maria Gomes Schuler
  • Jose Orlando Carneiro Campello Rabelo
  • Myrna Agra Maracajá
  • Paula Cristina Monteiro de Barros
  • Priscilla Machado Moraes
  • Sarah Camello Vasconcellos
  • Virginia Cavalcanti Pinto
  • Josenildo José Da Silva
2ª Turma – 2010

 

  • Ana Elizabeth Lisboa Nogueira Cavalcanti
  • Ana Paula Leal de Aguiar
  • Andrea Almeida Campos
  • Edineide Maria da Silva
  • Elizabete Regina Almeida de Siqueira
  • Jose de Lira Santana
  • Laura Candida Pedrosa Caldas
  • Maria Betânia Melo de Araujo
  • Maria de Fátima dos Santos Neves
  • Maria de Fátima F. Castelo Branco Chaves
  • Maria Helena C. de Araujo de Barros e Silva
  • Rafael Auler de Almeida Prado
  • Ricardo Delgado Marques de Lima
  • Solange Maria Freire Neumann
  • Taciano Valerio Alves da Silva
  • Valeria Maria Cavalcanti Lins
  • Veridiana Alves de Sousa Ferreira Costa
1ª turma – 2009

 

  • Jader Carneiro Júnior
  • Juliana Monteiro Costa
  • Maria Neuma Carvalho de Barros
  • Rosália Andrade Cavalcanti
  • Shirley Macedo Vieira de Melo
  • Wedna Cristina Marinho Galindo

Secretaria

Danielle Mendes de Oliveira França
Eliene Fabrício de Moraes Sarmento
Nélia Barbosa de Queiroz Lemos
Nicéas Izabel Alves
Sérgio de Araújo Wanderley

Editor Portal de Periódicos

Mariano Vicente da Silva Filho


Alunos Especiais e Alunos Ouvintes
 

Admissão extrasseleção, para aluno especial ou aluno ouvinte e aluno vinculado a outro Programa de Pós-graduação

A Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, no uso de suas atribuições, e de acordo com o Regimento da Pós-graduação Stricto Sensu, no que concerne à Regulamentação de matrícula de alunos da Pós-graduação, estabelece:

Aluno vinculado a outro Programa de Pós-graduação

Aluno Vinculado é aquele efetivamente matriculado em Curso de Mestrado/Doutorado em Instituição de Ensino Superior, aprovado pela CAPES, que deseje cursar disciplina em um Programa de Mestrado/Doutorado da UNICAP, observando:

  • o nº de Alunos Vinculados por disciplina é decisão da Coordenação da Pós-graduação Stricto Sensu, ouvido o Coordenador do Programa em questão,
  • o aluno deverá apresentar no ato da inscrição, cópia autenticada da RG, CPF, Certificado de Conclusão da Graduação ou Diploma, do Histórico da Graduação e Currículo comprovado, sem necessidade de autenticação;
  • o aluno deverá preencher o requerimento padrão oferecido na secretaria da Pós-graduação;
  • o aluno deverá pagar por cada disciplina, a ser cursada, a taxa no valor definido pela Pró-reitoria.

Aluno especial e Aluno ouvinte

Aluno Especial ou Aluno Ouvinte é aquele aluno que não está vinculado a nenhum Programa de Mestrado/Doutorado e deseja cursar disciplinas em um Programa de Mestrado/Doutorado da UNICAP, observando:

  • o n° de Alunos Especiais é decisão da Coordenação Geral de Pós-graduação, ouvido o Coordenador do Programa em questão;
  • o aluno deverá apresentar, no ato da inscrição, cópia autenticada da RG, CPF. Certificado de Conclusão da Graduação ou Diploma, do Histórico da Graduação e Currículo comprovado, sem necessidade de autenticação;
  • o aluno deverá preencher o requerimento padrão oferecido na secretaria da Pós-graduação:
  • o aluno deverá pagar, por cada disciplina a ser cursada, a taxa no valor definido pela Pró-reitoria.

Obs.:  O  Aluno Especial  poderá aproveitar, nos Programas de Pós-graduação da UNICAP, os créditos cursados na disciplina, desde que até o prazo de 5 anos, levando em conta a quantidade de créditos que o Programa aceita dentro desta modalidade (geralmente são 8 créditos). O Aluno Ouvinte não poderá aproveitar a disciplina cursada para compor créditos nos Programas de Pós-graduação.

 

Inscrições:

Devido o momento da Pandemia da COVID-19, todo o processo de inscrição estará sendo através do envio da documentação solicitada e do requerimento para o e-mail: secretariastrictosensu@unicap.br, no período de 18/01/2021 a 19/02/2021.

 

Requerimentos:

- Aluno Especial (Clicar aqui)

- Aluno Ouvinte (Clicar aqui)

 

Valor por disciplina:

- Valor por disciplina (Clicar aqui


Fale Conosco

Segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h

Local
Rua Almeida Cunha, 245. bloco G4, térreo
Boa Vista, Recife/PE.
CEP: 50.050-480

> Fone (também Whatsapp)

(81) 99146-6993

Email
secretariastrictosensu@unicap.br

 


Processo seletivo Mestrado 2021

  1. Edital Mestrado (atualizado em 28/12/2020)
  2. Click aqui para fazer sua pré-inscrição
  3. Ficha de Inscrição – Mestrado
  4. Requerimento
  5. Formulário para Projeto de Pesquisa (atualizado em 12/01/2021)

Processo seletivo Doutorado 2021

  1. Edital Doutorado (atualizado em 28/12/2020)
  2. Click aqui para fazer sua pré-inscrição
  3. Ficha de Inscrição – Doutorado
  4. Requerimento
  5. Formulário para Projeto de Pesquisa (atualizado em 12/01/2021)

Obs.:  A Secretaria da Stricto Sensu informa que os documentos solicitados, nos Editais de Seleção 2021, com o reconhecimento de firma/autenticação, serão necessários, apenas, no ato da entrega presencial, na Secretaria, devido a Era Pandêmica. Para o momento atual, os documentos apenas precisam ser digitalizados e encaminhados para o e-mail indicado nos Editais.

As vagas são destinadas a portadores de diplomas de Psicólogo, de Bacharel ou Licenciado em Psicologia, assim como portadores de outros diplomas de cursos superiores de duração plena, de áreas afins, outorgados por Instituições de Ensino Superior e reconhecidos pelo Conselho Federal de Educação, submetidos todos os candidatos a processo seletivo único. O número de vagas anual é fixado pelo colegiado do curso e divulgado no Edital de Seleção. A inscrição é feita na secretaria acadêmica da PRAC, no térreo do bloco G4 do campus da UNICAP, Rua Almeida Cunha, n°. 245, sala 003, Boa Vista, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h e das 14h30min às 17h, durante o período definido pelo Edital de Seleção, mediante preenchimento de formulário de pré-inscrição (Formulário de Inscrição) e entrega dos seguintes documentos:

  • cópia RG;
  • cópia do CPF;
  • cópia de certidão de nascimento/casamento/divórcio;
  • cópia do comprovante de serviço militar;
  • cópia do histórico escolar da graduação;
  • cópia do certificado de conclusão da graduação ou cópia do diploma;
  • duas fotos 3×4 recentes;
  • pré-projeto de pesquisa – proposta preliminar indicando na capa a linha de pesquisa pretendida;
  • currículo Lattes (modelo do CNPq site www.cnpq.br – Plataforma Lattes), devendo o candidato anexar a documentação comprobatória;
  • comprovante do pagamento da taxa de inscrição.

A seleção é constituída dos seguintes itens:

  • Prova escrita sobre conhecimentos em Psicologia Clínica
  • Análise do pré-projeto de pesquisa
  • Avaliação do currículo Lattes
  • Entrevista com os candidatos que obtiverem nota 7,0 (sete) na prova de conhecimento.
  • Prova de língua estrangeira (francês, espanhol ou inglês) na qual será pedida uma interpretação e/ou tradução de texto. Ao candidato que não conseguir obter nota 7,0 (sete) será dada uma nova oportunidade 6 meses após o período de seleção. Caso o resultado seja negativo, o aluno não terá direito a prosseguir no Curso. Poderá submeter-se novamente à seleção com aproveitamento dos créditos obtidos.

As vagas são destinadas a portadores de diploma (ou de certificado de conclusão) de Mestrado de Psicologia reconhecido pela CAPES, de graduação em Psicologia, assim como portadores de outros diplomas de cursos superiores de duração plena, de áreas afins, outorgados por Instituições de Ensino Superior e reconhecidos pelo Conselho Federal de Educação, submetidos todos os candidatos a processo seletivo único. O número de vagas anual é fixado pelo colegiado do curso e divulgado no Edital de Seleção. A inscrição é feita na secretaria acadêmica da PRAC, no térreo do bloco G4 do campus da UNICAP, Rua Almeida Cunha, n°. 245, sala 003, Boa Vista, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h e das 14h30min às 17h, durante o período definido pelo Edital de Seleção, mediante preenchimento de formulário de pré-inscrição (Formulário de Inscrição) e entrega dos seguintes documentos:

  • cópia RG;
  • cópia do CPF;
  • cópia de certidão de nascimento/casamento/divórcio;
  • cópia do comprovante de serviço militar;
  • cópia do histórico escolar da graduação e do mestrado;
  • cópia do certificado de conclusão da graduação ou cópia do diploma;
  • cópia do diploma ou certificado de conclusão de Mestrado reconhecido pela CAPES, ou certificado de conclusão do Mestrado, ou ainda, uma declaração de que o aluno é concluinte de Mestrado, de curso reconhecido pela Capes;
  • duas fotos 3×4 recentes;
  • anteprojeto de pesquisa – proposta preliminar, indicando a linha de pesquisa desejada;
  • currículo Lattes (modelo do CNPq site www.cnpq.br – Plataforma Lattes), devendo o candidato anexar a documentação comprobatória;
  • comprovante do pagamento da taxa de inscrição;
  • declaração do exame de proficiência ou curso completo em línguas estrangeiras, para dispensa de uma das duas línguas estrangeiras exigidas, a ser analisada pela Comissão.

A seleção é constituída dos seguintes itens:

  • Exame de duas línguas estrangeiras escolhidas entre: francês, inglês e espanhol, com a utilização de dicionário trazido pelo próprio candidato.
  • Análise do pré-projeto de tese: na análise, serão valorizadas a relevância da investigação proposta, assim como a sua pertinência à Linha de Pesquisa, às pesquisas desenvolvidas pelo orientador proposto e às exigências acadêmicas do doutorado.
  • Análise do Currículo Lattes e do Histórico Escolar do Mestrado ou equivalente. Só serão pontuados os itens do currículo que apresentarem documentação comprobatória.
  • Entrevista sobre o pré-projeto de tese e Currículo Lattes, na qual o candidato deverá discutir e defender o pré-projeto apresentado com a banca examinadora.

Os resultados serão divulgados seguindo as datas estipuladas no cronograma do Edital de Seleção.

MESTRADO

  1. Homologação das Inscrições (Clique aqui) - 22/01/2021
  2. Resultado da Análise de Projeto
  3. Resultado da Prova de Língua Estrangeira
  4. Horários das Entrevistas
  5. Resultado Final da Seleção 2021

DOUTORADO

  1. Homologação das Inscrições (Clique aqui) - 22/01/2021
  2. Resultado da Análise de Projeto
  3. Resultado da Prova da Primeira Língua Estrangeira
  4. Resultado da Prova da Segunda Língua Estrangeira
  5. Horários das Entrevistas
  6. Resultado Final da Seleção 2021
WhatsApp-Image-2020-10-07-at-10.10.19-e1602614189301.jpeg

Livro aborda o papel do Psicólogo Escolar

A discussão em torno das formas de atuação do profissional de Psicologia nas escolas é o tema do livro Era uma vez o patinho feio que virou cisne:...

A discussão em torno das formas de atuação do profissional de Psicologia nas escolas é o tema do livro Era uma...

Carlos-Brito-Livro.jpg

Professor de Psicologia Carlos Brito lança livro sobre dores do existir e das escolhas difíceis...

Inspirado pela máxima da solidão essencial à capacidade de estar só na vida adulta, trajetória humana na difícil tarefa do existir, do pediatra e...

Inspirado pela máxima da solidão essencial à capacidade de estar só na vida adulta, trajetória humana na difícil...

app-de-habilidades-socioemocionais.jpg

Aluna de Psicologia ajuda a desenvolver app de habilidades socioemocionais durante a pandemia

Não há dúvidas de que a tecnologia vem se mostrando uma aliada fundamental para enfrentar esses tempos de pandemia. Aulas remotas, compras on-line,...

Não há dúvidas de que a tecnologia vem se mostrando uma aliada fundamental para enfrentar esses tempos de pandemia....

banner-psi-co-vida-unicap-GERAL-divulgação.png

Plantão Psi Co-Vida Unicap presta apoio psicológico voluntário para a população

O Instituto Humanitas, CO-VIDA e Curso de Psicologia da Universidade Católica de Pernambuco ampliam o atendimento voluntário do Plantão Psi Co-vida UNICAP...

O Instituto Humanitas, CO-VIDA e Curso de Psicologia da Universidade Católica de Pernambuco ampliam o atendimento...