Programas e Projetos

null CLÍNICA ESCOLA DE PSICOLOGIA MANOEL DE FREITAS LIMEIRA

Publicado Por: Karine Rizzardi

A Clínica-Escola de Psicologia da UNICAP, primeira do Nordeste, foi criada em 1962, atendendo a determinação contida no art.16, da lei nº 4.119 de 27/08/62, do Conselho Federal de Educação, para possibilitar a formação profissional dos alunos do Curso de Psicologia que, neste espaço, iniciavam sua prática clínica. A Clínica-Escola, ao longo de mais de cinco décadas, desenvolveu uma prática clínica consonante com as referências teóricas e exigências sociais de cada momento histórico, que atravessa o fazer clínico de forma múltipla e conjuntural. Como resultado deste percurso histórico, iniciaram-se mudanças significativas direcionadas para um fazer clínico que privilegiasse novas formas de intervenção e a inserção do aluno desde o início do estágio, nas diversas atividades existentes na Clínica e fora dela. O aluno, nesta perspectiva, atua na clínica e em outras instituições que demandam ações específicas na área da prevenção e promoção à saúde, abrindo espaços para uma clínica do social. O projeto tem como finalidade atender à necessidade de formação no Curso de Psicologia, aplicando na prática os conhecimentos e técnicas psicológicas aprendidas em sala de aula, oferecendo assistência psicológica individual e grupal (Infância, Adolescência, Adulto e Idoso). Desempenha um papel social importante, visto que possibilita atendimento psicológico à população carente. Este atendimento propicia aos alunos pensarem a respeito das teorias que aprenderam sobre a Psicologia, tentando aplicá-las para aqueles pacientes que trazem toda uma gama de sofrimentos: conflitos, dificuldades, dores, tristezas, angústias, ansiedades e doenças. O público que procura a Clínica normalmente caracteriza-se por pacientes de baixa renda ou que no momento estão passando por dificuldades financeiras, encontrando na Clínica a possibilidade de realizar tratamento psicológico por um preço acessível. Segue abaixo a descrição das atividades desenvolvidas na Clínica-Escola:

1. RECEPÇÃO DA CLÍNICA / ADMINISTRAÇÃO Tem a função de captação de pacientes oriundos da comunidade universitária (professores, funcionários e acadêmicos) e comunidade em geral. Atualmente temos duas assistentes administrativas que desempenham as seguintes funções: Atendimento presencial e por telefone aos pacientes, Cadastro dos pacientes na plataforma digital Ti.Saúde e marcação de consultas, Emissão dos boletos, distribuição das salas de atendimento junto aos estagiários, e arquivamento de prontuários. Também são emitidas

declarações de comparecimento para os pacientes que têm necessidade de comprovação do atendimento. Além das atividades de recepção, todo funcionamento da clínica gera providências de ordem administrativa que precisam ser planejadas, executadas, acompanhadas e avaliadas. Assim, as assistentes administrativas também dão suporte na elaboração de relatórios, orçamentos, plano de trabalho, eventos, etc. Ainda, auxiliam na orientação e apoio aos alunos, voluntários e supervisores, bem como o suporte necessário aos gestores. 2.ATENDIMENTO CLÍNICO ACADÊMICO a) Oferece campos de Estágio para os alunos da graduação em Psicologia Os atendimentos clínicos aos pacientes são realizados pelos estagiários e supervisionados pelos professores, nas suas respectivas abordagens teóricas (Psicanálise, Terapia Cognitivo-Comportamental e Fenomenologia), a fim de contemplar a prática da Psicologia na modalidade clínica. Para tal, o processo é realizado da seguinte forma: ligação e marcação da consulta e no primeiro dia que o paciente chega à clínica, após a ligação, é encaminhado para a triagem e recepção interventiva. Neste momento é realizada a anamnese (entrevista inicial que tem como propósito realizar uma avaliação, traçar hipóteses diagnósticas e estabelecer possíveis encaminhamentos) e abertura do prontuário. Após a avaliação inicial, o paciente segue seu acompanhamento através de atendimento clínico individual e/ou grupal pelos acadêmicos, sob orientação do professor supervisor. No entanto, devido a situação pandêmica, os atendimentos grupais estão suspensos. Ao final do acompanhamento psicológico, quando de alta ou por desistência voluntária do paciente, o prontuário do paciente é arquivado por um período de 5 anos (conforme recomendações do Conselho Federal de Psicologia), em armários que ficam na sala de arquivo, com segurança, fechada com chave. Após isso, os prontuários são picotados e encaminhados para incineração na própria instituição. b) Oferece campos de Estágio (Internato) para os alunos da graduação em Medicina Os atendimentos clínicos aos pacientes psiquiátricos são realizados pelos estagiários do Internato em Psiquiatria e supervisionados pelos professores supervisores do curso de Medicina. Para tal, o processo é realizado da seguinte forma: ligação e marcação da consulta e no primeiro dia que o paciente chega à clínica, após a ligação, é encaminhado para a avaliação. Neste momento é realizada a anamnese (entrevista inicial que tem como propósito realizar uma avaliação, traçar hipóteses diagnósticas e estabelecer possíveis encaminhamentos) e abertura do prontuário. Para os pacientes que permanecem em acompanhamento, as consultas acontecem, na sua maioria, mensalmente. No entanto, para pacientes mais graves, que demandam de um maior acompanhamento, as consultas podem acontecer quinzenalmente. As prescrições médicas e receitas são assinadas pelos professores supervisores, na condição de médicos psiquiatras. No que se refere aos prontuários, o procedimento é similar ao demandado pelos prontuários psicológicos.

c) Atende à comunidade universitária e ao público em geral, oferecendo os serviços de psicoterapia individual e em grupo, contemplando crianças, adolescentes, adultos e idosos. 3. SERVIÇO DE PLANTÃO PSICOLÓGICO A Clínica também mantém um Serviço de Plantão Psicológico, modalidade de atendimento psicológico que oferece pronto atendimento a situações emergenciais ou não. É um espaço de acolhimento, que não demanda, necessariamente, um atendimento psicoterápico. Além de ser um espaço de intervenção clínica, oferece, ainda, orientações psicopedagógicas ou outras pertinentes a cada caso. Os atendimentos podem ocorrer fora das dependências da Clínica, a saber: comunidades, clínica de Fisioterapia e outros espaços. Os atendimentos também são feitos a grupos de idosos e de crianças. No entanto, no período de pandemia, os atendimentos a idosos, adolescentes e crianças foram suspensos, mas já estão sendo retomados gradativamente. Para atendimento no Plantão Psicológico, pequenos grupos de estagiários ficam disponíveis, aguardando para realizar atendimento, quando se fizer necessário. Os pacientes chegam à clínica por demanda espontânea e são atendidos pelo estagiário que estiver disponível, cumprindo o horário de plantão. O atendimento de plantão se configura em atendimento único em que, caso seja identificada a necessidade, o paciente é orientado a procurar outros serviços. Durante este período de pandemia, estão sendo observados os protocolos de biossegurança. O serviço é gratuito. 4. ATIVIDADES DE EXTENSÃO E PESQUISA Na clínica escola são desenvolvidos os projetos de Extensão. Os participantes das atividades de extensão são selecionados por critérios estabelecidos no projeto. Os processos seletivos são supervisionados pelos respectivos coordenadores. Após a seleção, os que foram classificados assinam o Termo de Adesão ao Serviço Voluntário e apresentam a documentação requerida. Toda a documentação é encaminhada à unidade de extensão da Universidade. Segue abaixo descrição dos projetos de extensão desenvolvidos na clínica: a) SERVIÇO DE ATENÇÃO AO IDOSO – SAI O Serviço de Atenção ao Idoso, projeto de extensão, oferece nesta Clínica, atendimento psicológico individual e em grupo aos idosos. Foi incluída a reabilitação cognitiva. O Serviço é coordenado pela professora Cirlene da Silva. Atualmente, devido a pandemia, os atendimentos estão sendo ofertados na modalidade on-line, mas os atendimentos na modalidade presencial já estão sendo retomados gradativamente. O serviço é gratuito.

b) SERVIÇO DE INTERVENÇÃO COGNITIVO-COMPORTAMENTAL – SICC

O Serviço de Intervenção Cognitivo-Comportamental, projeto de extensão, oferece nesta Clínica, atendimento individual, em grupo para estudantes da área de saúde, atendimento em grupo para gestantes e relaxamento para toda a comunidade acadêmica ou não. O Serviço é coordenado pela professora Suely Santana. O serviço é gratuito e as atividades presenciais estão sendo retomadas gradativamente.

c) SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO À FILIAÇÃO ADOTIVA - SOFIA O SOFIA tem o propósito de acolher pais adotivos que necessitam de apoio e orientação psicológica para questões e dúvidas quanto à adoção. Os atendimentos se dão de modo individual por encaminhamento da Vara de Família. O projeto é coordenado pela professora Edilene Queiroz. O serviço é gratuito.

A clínica de psicologia funciona no 5º andar do Bloco C.

Telefone: 2119-4115.

Visualizações:
8
Compartilhar

Conheça outros Programas e Projetos