Publicado Por: Alessandro Douglas

No dia 10 de agosto de 2020 ficamos sabendo que uma placa foi fixada em uma cerca da terra indígena Pankararu. Nela liam-se os nomes das lideranças deste povo que estavam “marcadas para morrer”.

 

Alarmados com essa situação, a Rede de Monitoramento dos Direitos Indígenas de Pernambuco (REMDIPE) e outras organizações elaboram uma nota pública de repúdio a esse ato de violência contra os Pankararu. A nota foi assinada por mais de 80 organizações que atuam na defesa dos direitos humanos. Entre elas há entidades do próprio movimento indígena, organizações da sociedade civil – locais, regionais, nacionais e internacionais - como sindicatos, redes, movimentos, pastorais. Além disso, grupos de universidades. Somando apoios de instituições de 11 estados brasileiros.

Lei mais: https://www.indigenascontracovidpe.com/post/vidas-pankararu-amea%C3%A7adas

 

Gostei.
Compartilhar