Estudo mostra déficit em procedimentos cirúrgicos de crianças com cardiopatias congênitas; Professor de Medicina da Unicap faz alerta aos pais - Unicap

Título Notícias

null Estudo mostra déficit em procedimentos cirúrgicos de crianças com cardiopatias congênitas; Professor de Medicina da Unicap faz alerta aos pais

Publicado Por: André Amorim

As cardiopatias congênitas, malformações que ocorrem no coração ou nos grandes vasos durante o desenvolvimento embrionário e fetal, acometem um em cada 100 nascidos vivos, de acordo com dados do Ministério da Saúde. O problema pode comprometer a qualidade de vida ou até mesmo a vida do paciente. Para reforçar a importância sobre o tema, o dia 12 de junho é lembrado como o Dia de Conscientização da Cardiopatia Congênita. 

Um levantamento realizado em 2018 com 44 serviços de saúde que atendem e operam crianças com cardiopatias congênitas no país mostrou que de cada 100 crianças que precisam de intervenção cirúrgica, apenas 36 conseguem atendimento. O estudo foi solicitado pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proard), e realizado pelo Hospital do Coração de São Paulo (HCor) em associação com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV). 

O professor do curso de Medicina da Unicap, Pedro Rafael Salerno, que também é vice-presidente do Departamento de Cirurgia Cardíaca Pediátrica da SBCCV e membro do conselho deliberativo da SBCCV, destaca que, entre os casos diagnosticados de cardiopatias congênitas, 80% precisam de intervenção cirúrgica. "Daquelas crianças que chegam a fazer o diagnóstico, 64% não conseguem operar. Esse é um déficit alto, um número expressivo", diz. 

O médico alerta os pais sobre alguns sinais que podem indicar que a criança tem uma cardiopatia. "Muitas vezes a família não percebe que a criança cansa na hora de mamar, fica com extremidades roxas quando brincam, cansa mais que os colegas nas brincadeiras, não ganha peso e faz infecções pulmonares de repetição. Esses são fatores que levam a essa suspeita e devem indicar que esses pais procurem atendimento", explica. Em 2018, foram registrados quase 30 mil casos de nascidos com algum tipo de cardiopatia, de acordo com o estudo.

Em Pernambuco, os serviços de referência com atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) funcionam no Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (Procape), no bairro de Santo Amaro, e no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro da Boa Vista.

Liga de Cirurgia Cardiovascular da Unicap realiza ação nas redes sociais para conscientizar a população

Para marcar o Dia de Conscientização da Cardiopatia Congênita, durante toda a semana, o perfil da Liga de Cirurgia Cardiovascular da Unicap (LCCV Unicap) irá publicar nas redes sociais do grupo no Instagram (@lccvunicap) informações sobre as principais cardiopatias congênitas. 

"A liga elaborou uma série de posts informativos que estão sendo publicados diariamente nesta semana do dia 7 a 12 de junho. No decorrer desta semana repleta de conhecimentos, esperamos que essas informações cheguem de forma mais compreensível a quem precisa para que estejam cientes dos sinais de alerta que podem ser manifestados pelas crianças portadoras de cardiopatias congênitas", explica Maria Eduarda Sales, presidente da liga e estudante do 7º período do curso de Medicina.

Durante todo o ano, o tema é trabalhado pelos membros da LCCV em seminários, discussões de artigos e em outras atividades da liga. "Acreditamos que, devido a incidência e relevância, o tema cardiopatias congênitas deve ser discutido pelos estudantes, profissionais de saúde e principalmente esclarecido para população em geral", finaliza Maria Eduarda Sales. 

Confira aqui o conteúdo publicado no Instagram da LCCV.

Visualizações:
303
Compartilhar

Aplicações Aninhadas

Expediente - Coluna 1

EXPEDIENTE

EDIÇÃO:
Paula Losada (1.652 DRT/PE)
Daniel França (3.1120 DRT/PE)
Dell Souza (6.869 DRT/PE)
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

SECRETARIA:
Dora Santana

PRODUÇÃO DE VÍDEO:
Luca Pacheco

Expediente - Coluna 2

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO:
Nildo Ferreira (2.052 DRT/PE)

DESIGNER:
Java Araújo

WEB DESIGNER E REDES SOCIAIS:
Kiko Secchim, SJ
Elano Lorenzato (2.781 DRT/PE)

Expediente - Coluna 3

REDAÇÃO E FOTOGRAFIA:
Carla Siqueira,
Júlia Farias,
Luíz Antonio Cardoso.
(estagiários)

CONTATO:
Rua do Príncipe, 526,
Bloco R, sala 117,
Boa Vista, Recife-PE.
Cep: 50050-900.
Telefone: (81) 2119.4010.
E-mail: assecom@unicap.br

Título Notícias Acontece na Unicap

Publicador de Conteúdos e Mídias

latim_iniciacao_2023.1.jpg

Curso de extensão Iniciação à língua latina

O Instituto Humanitas Unicap, em parceria com a Escola de Educação e Humanidades, oferta o Curso de extensão Iniciação ao Latim: língua latina para...

O Instituto Humanitas Unicap, em parceria com a Escola de Educação e Humanidades, oferta o Curso de extensão...

DAS-INFORMA.jpg

Aditamento FIES referente a 2023.1

Para acessar os aditamentos de renovação do FIES referentes ao primeiro semestre de 2023 clique no  link: https://forms.gle/NYJYNYk34pfHZV6G8

Para acessar os aditamentos de renovação do FIES referentes ao primeiro semestre de 2023 clique no ...

WhatsApp Image 2023-02-07 at 19.43.03.jpeg

Respeito e equilíbrio na pauta da Jornada Comunitária

As aulas só voltam na segunda-feira (13), mas os professores e funcionários já entraram no clima do ano letivo ao participarem da Jornada Comunitária 2023. O...

As aulas só voltam na segunda-feira (13), mas os professores e funcionários já entraram no clima do ano letivo ao...

WhatsApp-Image-2023-02-02-at-13.38.12.jpg

Cátedra Luiz Beltrão de Comunicação teve projeto aprovado pelo Consulado Geral dos EUA no Recife

O projeto se chama “Escolas contra a desinformação: alfabetização midiática para todos” e é voltado a estudantes, professoras e professores do ensino médio...

O projeto se chama “Escolas contra a desinformação: alfabetização midiática para todos” e é voltado a estudantes,...