Publicado Por: Alessandro Douglas

Depois de verificar que o país está passando por uma grave crise no campo dos direitos humanos, além de concluir em um relatório preliminar 20 recomendações para enfrentar o que aconteceu desde 18 de outubro passado, o panamenho, em entrevista ao El Desconcierto, reconheceu que o A justiça é aplicada de maneira diferente nesta parte do continente. Além disso, ele aproveitou a avaliação do papel do secundário na sociedade.

Leia mais: https://www.eldesconcierto.cl/2020/01/31/esmeralda-arosemena-presidenta-de-la-cidh-constato-la-dispar-justicia-en-chile-tenemos-que-garantizar-que-las-leyes-sean-iguales-para-todos/

Visualizações:
138
Compartilhar