Publicado Por: Alessandro Douglas

A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) abre seu ano letivo de 2021 dando um importante passo para a evolução do ensino superior no Brasil, na esteira das mudanças iniciadas ano passado em função da pandemia. Com a proposta de consolidar ainda mais a presença da universidade em polos de educação pelo Nordeste, a Unicap acelerou a reestruturação de sua administração superior e agora passa a contar com uma vice-reitoria, que será exercida pelo padre Lúcio Flávio Ribeiro Cirne.

"A dinâmica querida pelo Plano Estratégico 2016-2021 já previa desdobramentos como este, fortalecendo, no âmbito da administração superior, a identidade da Unicap enquanto universidade comunitária e jesuítica. Isso vai se refletir em uma melhor qualidade e desempenho da nossa missão educativa", assinala padre Lúcio Flávio.

 
Novo vice-reitor da Unicap, padre Lucio Flavio Cirne dará suporte à consolidação da universidade pelo Nordeste - Jailton Jr/JC360

A partir deste ano, além do retorno da vice-reitoria, a estrutura organizacional da Unicap também passará por mudanças. Visando acompanhar as novas tendências da sociedade e buscando uma maior integração e comunicação entre os cursos, os antigos centros universitários passam a ser oficialmente Escolas Acadêmicas - confira o infográfico abaixo.

Para o pró-reitor de graduação da Unicap, Degislando Nóbrega, esta iniciativa valoriza ainda mais o ensino da universidade. "O lançamento das escolas surgiu da leitura não apenas do mundo profissional, mas também dos impactos na própria aprendizagem, que aqui, na Unicap, coloca o estudante como o protagonista desse processo. Além disso, a implantação da interdisciplinaridade já é uma realidade na Católica porque temos a necessidade de cultivar uma nova relação entre teoria e prática e o conhecimento e a realidade externa ao mundo acadêmico", elenca. "Por isso, integração é a palavra-chave que melhor descreve esta nova perspectiva, porque ela vai fortalecer a aproximação entre o ensino, a pesquisa e a extensão", define Nóbrega.

 
Degislando Nóbrega, pró-reitor de graduação da Unicap, destaca a importância das mudanças inovadoras na reestruturação da universidade para os estudantes - Jailton Jr/JC360

O pró-reitor ressalta ainda que este é um longo processo e que os frutos dessas mudanças devem ser colhidos a curto e a longo prazo. "Na medida em que os currículos dos cursos e os projetos pedagógicos vão sendo atualizados, os alunos vão percebendo essas transformações. Engenharia da Complexidade, por exemplo, é um curso já concebido dentro dessa nova realidade. Lá, é possível perceber mais de perto esse protagonismo dos alunos na aprendizagem, a integração entre teoria e prática, a relação entre estudo e mercado de trabalho e ainda o próprio fator de internacionalização, que permite ao estudante cursar, no mínimo por um ano, disciplinas fora do Brasil", evidencia.

A expectativa é que esta nova estrutura organizacional também traga benefícios para a sociedade como um todo. Para isso, a Unicap reorganizou também a atuação da Pró-reitoria de Extensão Acadêmica e da Pró-reitoria Comunitária - esta última, com o padre Delmar Araújo Cardoso como titular. Dentro dessa perspectiva, a Católica pretende lançar, nos próximos meses, um novo campus integral, no bairro de Beberibe, Zona Norte do Recife. "Este é um projeto ousado que vai beneficiar, através das atividades de extensão da Unicap, as cidades de Recife e de Olinda, já que esta última tem o bairro de Passarinho na vizinhança. Os impactos serão positivos tanto para os nossos estudantes e professores como para as comunidades em torno do campus Beberibe", finaliza Delmar Cardoso.

Pró-reitor Comunitário e de Extensão da Unicap, padre Delmar Cardoso acredita em uma integração maior entre a universidade e a sociedade com a inauguração do novo Campus Beberibe - Jailton Jr/JC360

 

 

Gostei.
Compartilhar