Publicado Por: Alessandro Douglas

Para a pesquisadora Ana Cláudia Bortolozzi Maia, a sexualidade “é um fenômeno amplo que se expressa de diversos modos: nas práticas sexuais, nos desejos, nos sentimentos, nos pensamentos, nas emoções, nas atitudes, nas representações”. Mas apesar de ser inerente ao ser humano, ela ainda é vista como um tabu para a sociedade e essa problemática se torna ainda maior quando voltada à mulher com deficiência devido aos mitos relacionados às pessoas com deficiência (pcds). No programa TV Direitos Humanos (TVDH), deste sábado, 02, às 20h, na TV Pernambuco (Canal 46 em Recife), vamos falar sobre “A sexualidade da mulher com deficiência”.

Apresentado pela jornalista Andrea Trigueiro, o TVDH  recebe Pâmela Melo, jornalista e autora do website Sexualidade sem barreiras. O programa conta também com a análise da advogada e professora da Unicap, Carol Ferraz. Na reportagem de abertura, Isadora Cavalcanti mostra como as famílias tendem a reprimir os desejos naturais da sexualidade da pessoa com deficiência. No quadro Fala, povo! o repórter Dell Souza foi às ruas saber sobre a presença das mulheres com deficiência na mídia. O repórter Micael Morais, no quadro Educar para os Direitos Humanos, traz uma dúvida do público para as convidadas.

O TVDH é um projeto da Cátedra Unesco/Unicap de Direitos Humanos Dom Helder Camara, produzido pelos estudantes do Projeto de Extensão EducomDH - Escola de Educomunicação e Direitos Humanos da Unicap, numa parceria com a Cátedra Luiz Beltrão de Comunicação. A produção é de Deborah Amanda. A direção do programa é da jornalista Andrea Trigueiro.

 

Visualizações:
99
Compartilhar